Jogos Olímpicos 2020 vão ser adiados para 2021

CSIS / Flickr

Shinzo Abe, primeiro-ministro do Japão

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, propôs ao Comité Olímpico Internacional (COI) o adiamento dos Jogos Olímpicos de 2020 que deviam realizar-se em Tóquio, devido à pandemia da Covid-19. O presidente do COI, Thomas Bach, concordou “100%”.

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro japonês, como adianta o The New York Times.

A televisão pública japonesa NHK avançou em primeira mão que a proposta esteve em discussão na conversa por video-conferência entre o primeiro-ministro japonês e o líder do COI.

No domingo, o COI anunciou que ia deliberar num período de quatro semanas sobre a realização dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, que deveriam decorrer entre 24 de Julho e 9 de Agosto. A pandemia da Covid-19 colocou o adiamento na agenda, mas não o cancelamento.

Na segunda-feira, o primeiro-ministro japonês admitiu pela primeira vez que a decisão de adiar poderia “ser inevitável“, reconhecendo que “a prioridade são os atletas”.

O Canadá e a Austrália já anunciaram que, caso os Jogos se realizem nas datas previstas, os seus atletas não deverão participar.

O Comité Olímpico de Portugal (COP) pediu na segunda-feira firmeza e rapidez no anúncio de uma solução de adiamento dos Jogos Olímpicos, numa carta enviada ao presidente do COI.

Maioria dos atletas portugueses quer adiamento

A maioria dos atletas portugueses integrados no projecto do COP para Tóquio 2020 quer o adiamento dos Jogos, revela um questionário divulgado pela Comissão de Atletas Olímpicos (CAO).

Segundo os resultados do inquérito, enviado aos 89 atletas do Projecto Tóquio2020, 74, 89% querem o adiamento dos Jogos, com cerca de dois terços do universo total a pretender que o evento passe para 2021.

Os resultados foram enviados à Comissão de Atletas do Comité Olímpico Internacional, pode ler-se num comunicado assinado pelo presidente da CAO, João Rodrigues.

“Por outro lado, 82% dos atletas consideram que, a manterem-se as datas actuais, os Jogos Olímpicos não seriam justos do ponto de vista desportivo”, acrescenta a nota.

Neste momento, e com as medidas de contenção em vigor em Portugal e em vários outros países, “apenas 42% considera ter as condições mínimas para treinar, embora sem a exigência que a preparação olímpica obriga”.

O adiamento é também apoiado pelo Comité Paralímpico de Portugal.

Vários outros organismos internacionais se têm pronunciado sobre a mudança das datas previstas para a competição na capital japonesa, entre elas a Federação Internacional de Atletismo, a ‘World Athletics’, mas também os comités olímpicos de Brasil, Espanha, Estados Unidos, Noruega e Polónia.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infectou mais de 345 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Detidas 33 pessoas desde a renovação do estado de emergência

A PSP e a GNR detiveram, até terça-feira, 33 pessoas pelo crime de desobediência desde 3 de abril, totalizando 141 as detenções feitas desde o início do estado de emergência, indicou o Ministério da Administração …

Bruxelas disponibiliza 300 milhões de euros a pequenas e médias empresas para alavancar investimentos

O programa "Escalar" disponibiliza 300 milhões de euros, através do Fundo Europeu de Investimento, para apoiar investimentos de pequenas e médias empresas "promissoras" que queiram crescer. A Comissão Europeia anunciou que vai disponibilizar 300 milhões de …

Maçonaria cancela eleições e proíbe rituais em sessões virtuais

A pandemia de Covid-19 levou o Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, Fernando Lima, a principal obediência maçónica em Portugal, a cancelar as eleições e a proibir os encontros com rituais maçónicos 'online', visto que …

Mourinho quebra regras e assume que errou ao ir treinar com Ndombele

Fotografias e vídeos divulgados nas redes sociais mostram José Mourinho e os jogadores do Tottenham a treinar juntos e a violar as regras de segurança impostas devido ao surto do novo coronavírus. O Tottenham, treinado por …

Rússia bate recordes de infeções diárias. Em Itália, o número de mortes voltou a diminuir

Há três dias consecutivas que o número de novos casos bate recordes de crescimento na Rússia. Já em Itália, o número de mortes voltou a diminuir esta quarta-feira. Pelo terceiro dia consecutivo, o crescimento de número …

Governo prepara apoios aos media "à medida das televisões"

O Governo está a preparar medidas de apoio aos meios de comunicação social, gravemente afetados pela crise causada pela pandemia de Covid-19. Contudo, como considerou o administrador da Global Media Group, Afonso Camões, citado pelo Dinheiro Vivo, tudo …

Archewell. Harry e Meghan registam a sua nova marca

O príncipe Harry e Meghan Markle registaram a sua nova marca, uma fundação sem fins lucrativos chamada Archewell. De acordo com o jornal britânico The Guardian, que cita registos datados de 3 de março, a marca …

Libertação de reclusos. Esquerda ao lado do Governo garante aprovação

PSD, CDS-PP, PAN e Iniciativa Liberal manifestaram reservas ao diploma que prevê a concessão de indultos e antecipação do fim das penas para reclusos que tenham cometido crimes pouco graves. A proposta do Governo que cria …

Galp anuncia cortes de 500 milhões de euros por ano devido à pandemia

A Galp Energia decidiu cortar mais de 500 milhões de euros por ano dos seus custos operacionais e investimentos para 2020 e 2021, visando fazer face ao impacto da pandemia de Covid-19 na procura de …

Bombeiros de Beja admitem recusar transportar suspeitos e doentes

As 15 corporações de bombeiros do distrito de Beja admitem recusar transportar utentes suspeitos e doentes com covid-19 por falta de condições e apoios. As 15 corporações de bombeiros do distrito de Beja referem que, "por …