Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

Miguel Tona / EPA

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais opõem-se à decisão.

A libertação da água, que foi filtrada para reduzir a radioatividade, deve começar em 2022, segundo meios de comunicação nacional e locais, citados pela agência Associated Press. Esta decisão encerra anos de debate sobre como descartar o líquido que inclui a água usada para resfriar a usina, atingida por um tsunami em 2011.

No início do ano, o grupo de especialistas destacado para tratar desta questão indicou que libertar a água no mar ou evaporá-la eram as “opções realistas”. Segundo o jornal Nikkei, em setembro havia 1,23 milhões de toneladas de água residual na instalação.

Ativistas ambientais opõem-se fortemente às propostas, enquanto pescadores e agricultores expressaram o receio de que os consumidores evitem frutos do mar e produtos da região depois da operação. A Coreia do Sul, que proíbe importações de frutos do mar daquela região, também tem expressado preocupação com o impacto ambiental.

O Governo japonês tem estado a deliberar sobre o assunto há mais de três anos. Entretanto, o espaço para armazenar a água – que também inclui lençóis freáticos e a chuva que penetra diariamente na usina – está a esgotar-se.

De acordo com a Associated Press, embora a maioria dos isótopos radioativos tenha sido removida por um extenso processo de filtração, um desses – designado por trítio – permanece na água, não podendo ser removido com a tecnologia existente.

Em janeiro, os especialistas informaram que a libertação da água no mar era uma opção viável porque o método é também usado em reatores nucleares normais. O grupo indicou igualmente o trítio só é prejudicial aos humanos em doses muito elevadas.

Por seu lado, a Agência Internacional de Energia Atómica referiu que a água devidamente filtrada pode ser diluída com a água do mar e então libertada com segurança no mar.

O jornal Yomiuri informou que a água seria diluída dentro da instalação da usina antes de ser lançada para o mar, ficando 40 vezes menos concentrada, com o processo total a demorar 30 anos.

A água tratada é atualmente mantida em tanques, em Fukushima Daiichi, onde os reatores derreteram há quase uma década após um tsunami desencadeado por um terramoto. Mais tanques têm sido construídos, mas todos estarão cheios em meados de 2022.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Parque de esculturas subaquático vai ser inaugurado em Miami

Miami vai servir de casa para um novo parque de esculturas subaquático como nunca viu. O ReefLine é projetado para servir como um recife artificial e vai estar disponível a receber visitantes em dezembro de …

Da "política do filho único" a incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …

O Arecibo desabou. É o fim de uma era à procura de vida extraterrestre

O Observatório de Arecibo, em Porto Rico, morreu. Três semanas depois de um dos principais cabos de sustentação da sua cúpula ter desabado, danificado irremediavelmente o radiotelescópio, o icónico caçador de vida extraterrestre antecipou-se à …

O maior elevador panorâmico do mundo tem vista para os cenários de Avatar

Com o recente lançamento de fotografias subaquáticas dos bastidores do Avatar 2 e a notícia de que Avatar 3 está quase a terminar as filmagens, não há melhor momento para revisitar o parque nacional que …

Pandemia tirou comida da mesa, mas deu asas a startup que transforma plástico do mar em máscaras

A startup portuguesa Skizo transformou a pandemia numa oportunidade de crescimento. Quando faltava comida nalgumas mesas, a empresa de produção de sapatilhas e bolsas passou a fazer máscaras a partir de plástico retirado dos oceanos …

Na Irlanda, o Pai Natal é considerado um "trabalhador essencial"

A Irlanda fez esta semana um anúncio especialmente dedicado às crianças, afirmando que o Pai Natal é considerado um trabalhador essencial no país e, por isso, não terá as suas deslocações restringidas no período natalício. …

Mais 2400 novos casos. Portugal ultrapassa os 300 mil desde o início da pandemia

Portugal ultrapassou hoje a barreira dos 300 mil casos de covid-19 desde o início da pandemia no país, em março, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal registou mais 2.401 novos casos, tendo passado a contabilizar …

Medidas para o Natal conhecidas no sábado. Passagem de ano com todas as restrições

O primeiro-ministro, António Costa, adiantou hoje que no sábado anunciará as medidas para o Natal “com as melhores condições possíveis”, mas avisou desde já que “a passagem do ano vai ter todas as restrições”. “O Governo …