/

Todos os anos, Isabel II oferece o mesmo presente de Natal aos funcionários do palácio

UK Ministry of Defence / Flickr

A Rainha Isabel II

O Natal é uma das épocas do ano mais apreciadas pela Rainha de Inglaterra. Se no ano passado, a quadra festiva foi vivenciada com maior resguardo devido à pandemia de covid-19, este ano a monarca está a pensar em recuperar uma tradição antiga.

Todos os anos, desde que subiu ao trono, a rainha Isabel II tem mantido uma tradição natalícia duradoura ao presentear 1500 membros da sua equipa com a mesma coisa.

Em 2020, a pandemia interrompeu esta tradição de natal, mas este ano esta poderá ser recuperada. A entrega dos presentes aos seus funcionários foi uma prática iniciada pelo avô da rainha – o rei Jorge V.

O mais caricato da tradição é o presente escolhido para entregar aos funcionários do Palácio de Buckingham: um pudim de natal.

Esta informação é confirmada pelo site oficial da Família Real: “Todos os membros da Casa Real irão receber presentes de Natal da Rainha, e Sua Majestade irá entregar pessoalmente os presentes a alguns membros da Casa Real no Palácio de Buckingham e no Castelo de Windsor. Continuando a tradição do seu pai, o rei Jorge VI e do seu avô, o rei Jorge V – a rainha também irá oferecer pudins de Natal à sua equipa”.

De acordo com o Mirror, os 1500 pudins de Natal são pagos pela rainha, através da bolsa privada, e são distribuídos aos funcionários dos palácios. “Cada pudim é acompanhado por um cartão de felicitações”, cita o jornal.

Historicamente, a equipa do palácio recebia um pudim de luxo, concebido pelo Harrods ou pela mercearia real Fortnum & Mason. No entanto, a revista Hello revela que, atualmente, a rainha opta por uma versão mais económica que pode ser encontrada na cadeia de supermercados britânica Tesco. Assim, cada pudim custa apenas 6 libras – o que poupa muito dinheiro aos cofres reais.

No ano passado, a rainha foi forçada a suspender a cerimónia anual de entrega de presentes de Natal pela primeira vez na história do seu reinado.

O Natal de 2021 será o primeiro da monarca sem contar com a presença do seu marido, o Duque de Edimburgo, que faleceu no mês de abril.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE