Irão detém suspeitos envolvidos na queda do avião ucraniano

rouhani.ir

O presidente do Irão, Hassan Rohani (Rouhani)

O Irão fez várias detenções por ligações à queda do avião civil ucraniano há uma semana. Hassan Rohani, presidente do Irão, considerou um “erro imperdoável” o abate da aeronave.

As autoridades iranianas detiveram várias pessoas suspeitas de estarem envolvidos na queda do avião ucraniano. O anúncio das detenções, de acordo com o The Guardian, foi feito esta quarta-feira pelo porta-voz da procuradoria iraniana.

O presidente do Irão, Hassan Rohani, disse hoje que o país vai “punir” todos os responsáveis pela queda do avião civil ucraniano. “Para o nosso povo é muito importante que quem quer se seja responsável por um ato de negligência seja levado perante a justiça”, disse Rohani num discurso televisivo transmitido hoje de manhã em Teerão.

“Todos aqueles que têm de ser punidos vão ser castigados”, acrescentou o presidente do Irão.

O governo da República islâmica acabou por reconhecer que o avião das linhas aéreas da Ucrânia, com 176 pessoas a bordo, foi abatido “por erro” por um míssil balístico iraniano, na passada quarta-feira.

O anúncio da responsabilidade das forças armadas do Irão suscitou choque e uma vaga de indignação na capital do Irão.

No sábado à noite, uma cerimónia de homenagem às vítimas transformou-se numa manifestação contra as autoridades, com gritos de “morte aos mentirosos”, antes de ser dispersa pela polícia. No domingo à noite houve outras manifestações de raiva, de uma amplitude difícil de avaliar.

Segundo a agência Associated Press, as forças de segurança iranianas dispararam balas reais e gás lacrimogéneo para dispersar os manifestantes e organizações não-governamentais de defesa de direitos humanos já pediram ao Irão que permita que as pessoas protestem pacificamente, conforme prevê a Constituição.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Esta solução parece-me um tapar de olhos ao povo em geral.
    Parece-me certo que foram as autoridades iranianas que decidiram abater o avião, não sendo isso, porque razão detiveram as caixas negras e não as entregaram de imediato ao dono do avião?
    Vão ser feitos alguns “mártires”, castigados e elevados a “santos” por cumprimento do dever, ou seja, por terrorismo.
    Eu tenho muito medo dessas gentes.

    • Não procurem sempre o que há de pior nas pessoas. Apesar de ser um regime teocrata o Irão é o único país naquela zona que ocidentais podem visitar e que visitam. Várias pessoas que conheço vieram de lá maravilhada. Malta que se aventura de mota por lá, pela Mongólia, Rússia… Todos passam por lá mas não arriscam mais nenhum país em redor. Quem me dera poder €€€ fazer o mesmo!
      Nao deixem os interesses políticos moldar a realidade.
      A mim parece-me que o Irão não tinha qualquer interesse em criar chatisses com o exterior mas que neste caso o escalar de pressão levou a uma asneira grotesca. E eles ainda aguentaram firmes durante muito tempo a retórica abrutalhada do Homem laranja! Se fossem realmente os terroristas que toda a gente acha que são já se tinham passado dos carretos há muito tempo atras.

  2. Pois perante tanta evidência este regime não conseguiu camuflar a verdade, como foram muitos os iranianos vítimas do crime e como pelos vistos o povo não está pelos ajustes em se calar, o regime precisa de encontrar culpados que na prática foram apenas fiéis servidores das suas ordens e como ali matar é tão difícil como comer uma boa refeição quando se tem fome, irão agora algumas cabeças estar a prémio em nome de uma falsa justiça na tentativa de salvar a face do regime. A vida por lá é assim mesmo!

RESPONDER

Governo vira-se para Rio para mudar a Lei e garantir o novo aeroporto

O Governo está a preparar uma alteração à Lei para evitar que o projecto do novo aeroporto do Montijo seja chumbado. Uma medida que passará, necessariamente, pela necessidade de um entendimento entre PS e PSD …

"Entretenimento saudável". Santa Casa desvaloriza estudo sobre raspadinhas

O Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa desvalorizou a investigação da Universidade do Minho que aponta para o vício das raspadinhas. Esta sexta-feira, um artigo científico publicado na The Lancet alertou para …

"Diga-lhe para ligar ao FBI". Autocarro com a cara do príncipe André circula em Londres

Um autocarro escolar, com a cara do príncipe André, andou a circular por Londres, esta sexta-feira, numa campanha da advogada Gloria Allred para pressionar o filho da Rainha a falar com o FBI. Esta sexta-feira, um autocarro …

Suspeito de terrorismo ouvido em tribunal (com o juiz a recusar ver os seus vídeos por não ter Internet)

O arguido Rómulo Costa, um dos oito portugueses acusados por financiamento ao terrorismo e recrutamento, adesão e apoio ao Estado Islâmico, foi interrogado, esta sexta-feira, na fase de instrução do processo que vai decorrer no …

FC Porto recorre do castigo de um jogo à porta fechada

O FC Porto vai recorrer do castigo de um jogo à porta fechada, aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por ofensa a um agente desportivo. "O FC Porto vai recorrer …

Moita Flores investigado por corrupção. Antigo PJ fala em "coincidência" com empréstimo aos filhos

Francisco Moita Flores, antigo inspector da Polícia Judiciária e ex-presidente da Câmara de Santarém, está a ser investigado por suspeitas de corrupção. Há transferências de dinheiro de uma construtora para empresas a que esteve ligado …

SOS Animal vai constituir-se assistente no processo contra João Moura

A SOS Animal anunciou, esta sexta-feira, que se vai constituir assistente no processo criminal contra o cavaleiro tauromáquico detido, na quarta-feira, por suspeitas de maus-tratos a cães em Monforte, no distrito de Portalegre. Em comunicado, a SOS …

SMS de Rangel revelam teia de corrupção na Relação de Lisboa. Juiz Vaz das Neves tem empresa contra a lei

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, Luís Vaz das Neves, que foi constituído arguido na Operação Lex, tem uma empresa que se dedica à arbitragem extrajudicial de conflitos, o que constitui uma violação …

Presidente da PwC esteve em Lisboa para controlar danos do Luanda Leaks

O presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC) esteve em Lisboa, há duas semanas, para controlar os danos provocados pelo caso Luanda Leaks. Bob Moritz, presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC), esteve em Lisboa, há duas semanas, para perceber até …

CM Lisboa vai negociar avenças em parques para moradores da envolvente da Baixa

O presidente da Câmara de Lisboa afirmou, esta sexta-feira, que a autarquia irá tentar acordar com os operadores dos parques de estacionamento da envolvente da Zona de Emissões Reduzidas da Baixa-Chiado a criação de "avenças …