Investigadores portugueses concluem: dormir mal envelhece

whatmegsaid / Flickr

Desafiados a associar o sono ao envelhecimento, uma equipa de investigadores portugueses encontrou uma ligação entre a síndrome de apneia obstrutiva do sono e oito marcadores do processo de envelhecimento celular prematuro.

Uma equipa de investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra encontrou uma ligação entre a síndrome de apneia obstrutiva do sono e oito marcadores do processo de envelhecimento celular prematuro.

Esta perturbação do sono está relacionada com um maior risco de desenvolver várias doenças, entre elas problemas cardíacos, demências e até acidentes vasculares cerebrais. Contudo, o envelhecimento celular prematuro pode ocorrer em pessoas que não sofrem desta patologia e que, simplesmente, dormem mal.

Segundo o Público, a equipa de investigadores procurarou estudos anteriores que tivessem tentado relacionar a apneia do sono com marcadores que já se sabia que estão relacionados com o envelhecimento celular, como problemas nucleares, mitocondriais, alterações epigenéticas do ADN, entre outros.

Cláudia Cavadas, investigadora do CNC, admite ao jornal que encontraram uma “correlação entre a apneia e, pelo menos, oito dos marcadores de envelhecimento”, num artigo de opinião, publicado na Cell em julho de 2017.

Neste artigo, os cientistas defendem que o envelhecimento celular prematuro pode facilitar o desenvolvimento de doenças associadas ao envelhecimento e fazer com que estas apareçam mais cedo. “Foi a primeira vez que se juntou as duas coisas, a apneia do sono ao envelhecimento”, admite Cláudia Cavadas.

No entanto, o maior risco à qualidade do sono “é a falta de respeito que há” por ele em Portugal, alerta o médico Joaquim Moita, presidente da Associação Portuguesa do Sono e outro dos autores do artigo publicado na Cell, considerando que é necessário combater “uma cultura enraizada” na população de dormir pouco e sem regra.

“Em Portugal, ainda não se valoriza o sono como algo essencial para o nosso bem-estar e a nossa saúde”, disse à Lusa Joaquim Moita, que alerta para a prevalência na população portuguesa de doenças como a síndrome de apneia obstrutiva (49% dos homens e 25% das mulheres têm ou virão a ter) e a insónia crónica (10% dos adultos).

“Achamos que trabalhar é mais importante que dormir. Mas depois qual vai ser a rentabilidade no trabalho? O que é que se produziu do ponto de vista físico e intelectual? Se não dorme oito horas, a rentabilidade é mais baixa, e as empresas regem-se cada vez mais pela rentabilidade do que pelo número de horas”, sublinhou o presidente.

Além de alertar para a importância de dormir mais horas, salienta que é necessário não ir atrás de “manias e modas”, que vão surgindo, como “o disparate de levantar cedíssimo e ir logo correr – é caminho andado para um enfarte“.

Normalmente, o ritmo endógeno do humano diz que “às 6h00 está na altura de se preparar para acordar”, produzindo cortisol (hormona associada à atividade e movimento), sendo que perto das 21h00, com a escuridão, começa a ser libertada melatonina (associada ao sono), que atinge o seu pico por volta das 00h00, explicou Francisco Moita.

Face a esse processo, o sol acaba por ser um “marcador do tempo”, que ajuda a fazer a sincronização entre o ambiente e o ritmo interno de cada um. O hábito de estar à frente de computadores, smartphones e televisões à noite acaba por inibir a libertação da melatonina, face à emissão de luz azul pelos aparelhos.

O trabalho por turnos noturnos também pode ter consequências, especialmente se for mais de oito horas por dia e durante mais de duas semanas e horários de trabalho muito flexíveis – situação que se verifica muito entre profissionais liberais – também pode resultar em implicações para a saúde.

“Há uma hora para descansar e uma hora para estar acordado, mas as sociedades modernas não respeitam muito esses nossos relógios e ritmos. É preciso combater essa desregulação”, concluiu o especialista.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Após terramotos e deslizamentos, a "cidade moribunda" de Itália ainda resiste no topo de uma montanha

Chamar-se a si mesmo de "Cidade Moribunda" pode não parecer a melhor forma de atrair turistas, mas Civita, em Itália, aprendeu a viver com o facto de estar a morrer. Há vários séculos, a cidade …

"Alexa, estou com calor." Já é possível controlar o ar condicionado de um Lamborghini apenas com a voz

A Amazon está a dar um grande passo na indústria automóvel ao integrar a Alexa no Huracán EVO da Lamborghini, não apenas para fazer perguntas, mas dando ao assistente virtual a capacidade de controlar as …

Nova tecnologia pode enviar luz solar para o subsolo

Investigadores da Universidade Tecnológica de Nanyang, na Singapura, inventaram um novo dispositivo que pode ajudar o país a iluminar a sua crescente infraestrutura subterrânea. A Singapura é um dos países que tem apostado cada vez mais …

Livro lança "caça ao tesouro" a urna de ouro oferecida por Inglaterra a França antes da Entente Cordiale

Um novo enigma literário está prestes a chegar às estantes de livros com uma recompensa incomum. Pistas em "The Golden Treasure of the Entente Cordiale" podem levar leitores no Reino Unido e França a um …

Para evitar casos de burnout, LinkedIn deu uma semana de férias aos quase 16 mil funcionários

O LinkedIn decidiu dar uma semana de férias (remunerada), que começou esta segunda-feira, a todos os seus funcionários espalhados pelo mundo. O objetivo? Desconectar, recarregar baterias e prevenir casos de burnout.  "Queríamos ter a certeza de …

Pequenos nadadores-robô curam-se a si próprios (e em movimento)

Uma equipa de investigadores da American Chemical Society desenvolveu pequenos robôs nadadores que conseguem curar-se a si mesmos magneticamente. O tecido vivo pode curar-se autonomamente de muitos ferimentos, mas fornecer habilidades semelhantes a sistemas artificiais, como …

Tondela 0-2 FC Porto | Missão cumprida com serviços mínimos

Missão cumprida. O FC Porto fez poupanças no jogo com o Tondela, mas levou os três pontos para casa, graças a um triunfo por 2-0. Os “dragões” foram claramente superiores no primeiro tempo, marcaram por Toni …

Portugal pode atingir linha vermelha dos 120 novos casos por 100 mil habitantes em dois meses

Portugal pode atingir uma taxa de incidência de de 120 casos por 100 mil habitantes daqui a dois ou mais meses se se mantiver o atual ritmo de crescimento deste indicador. Esta é a conclusão de …

Akon ainda não construiu a "Wakanda da vida real", mas o Uganda já lhe está a dar terrenos para a segunda

O artista de R&B Akon ainda não concretizou a sua visão ambiciosa de uma cidade “futurística” alimentada por uma criptomoeda chamada “Akoin” e construída num terreno que lhe foi dado pelo governo senegalês. Contudo, o …

O Budismo é a religião da paz. E não foi por acaso que conseguiu esta reputação

No ocidente, muitas pessoas associam o budismo à paz. No entanto, os budistas têm vindo a envolver-se em conflitos violentos desde o surgimento da religião. Num artigo assinado no The Conversation, Nick Swann, professor de Estudos …