Instalação de videovigilância deixa de ter controlo prévio

A partir de 25 de maio, a instalação de videovigilância em casas, empresas ou entidades públicas, quer seja por particulares, dirigentes ou empresários deixa de ter exigir controlo prévio.

De acordo com o Público, que avança a notícia, a mudança decorre da entrada em vigor do novo Regulamento-Geral de Proteção de Dados (RGPD), que vigora a partir do dia 25 de maio.

A mudança do paradigma de proteção de dados, escreve o jornal, abandona a lógica do controlo prévio, para assumir uma lógica de auto-regulação. Com isto, deixará de ser cobrada a taxa de 150 euros, que a Comissão Nacional de Proteção de Dados exigia por emitir a autorização.

A fiscalização continuará a ser feita, mas a partir de então apenas a posteriori, o que se traduz na sujeição ao pagamento de avultadas multas, caso a entidade que instalou a videovigilância não esteja a cumprir as regras, como, por exemplo, a proibição de recolha de imagens no interior de instalações sanitárias, balneários ou áreas de descanso destinadas aos trabalhadores.

Passa a ser incumbência das organizações, públicas e privadas, estarem aptas a demonstrar que cumprem todas as obrigações legais. No caso da videovigilância, a emissão de autorização prévia pela CNPD também desaparece”, refere a comissão nacional.

A professora de Direito da Universidade do Porto ressalta o risco de as “pessoas acharem que estão a cumprir a lei, mas acabam por perceber tarde que não o estão a fazer e depois pagam por isso”.

O Público revela ainda que, no caso das infrações muito graves, “as multas podem atingir os 20 milhões de euros ou 4% do volume de negócio anual de uma multinacional”.

Já na proposta de lei apresentada pelo Governo, as infrações graves são punidas no mínimo com multas que variam entre os 500 e os 2500 euros, dependendo se o infrator é um particular ou uma grande empresa.

O máximo no caso dos particulares fica-se pelos 250 mil euros, número que sobe para 10 milhões de euros ou 2% do volume de negócio anual no caso das grandes empresas.

A mudança vai obrigar os responsáveis pelos sistemas de videovigilância a terem “um conhecimento mais profundo” das regras, refere Maria João Conde, secretária-geral da Associação Portuguesa de Segurança.

Segundo a publicação, os responsáveis de alguns sistemas de videovigilância poderão ter de ser obrigados a fazer uma avaliação do impacto das operações na proteção dos dados pessoais. Uma avaliação que será obrigatória no “controlo sistemático de zonas acessíveis ao público em grande escala”. É a CNPD que torna pública a lista das situações em que essa avaliação vai ser obrigatória.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. É necessário video-vigiar, mas há que ter e respeitar regras. Mão pesada para os prevaricadores.
    É pena que, sendo Tugaland, isto vá ser a pessegada do costume… um ou dois anos e vamos ver o buliço em tribunal…

  2. so teorias ,na pratica nada funciona,certa vez ,roubaram o telemovel a um amigo meu ,em um estabelecimento hoteleiro, que tinha a sinaletica a avisar da presença das cameras e as cameras ,quando confrontado com a situaçao o gerente levou-nos ao escritorio ,onde se encontrava o sistema de gravaçao ,tudo estava desligado ,disse o mesmo estar o sistema avariado e a manutençao ser cara !

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …