O Instagram está a levar as lontras à extinção na Ásia

Vários influenciadores asiáticos fizeram com que a popularidade das lontras aumentasse exponencialmente através do Instagram, ao publicarem fotografias das suas lontras de estimação.

Tal popularidade está a fazer com que cada vez mais caçadores furtivos retirem lontras dos seus habitats naturais, para servirem de mascotes em “cafés de lontras” ou para serem vendidas como animais de estimação.

O conceito surgiu no Japão. Trata-se de um café em que os clientes podem tocar, alimentar, brincar e até mesmo comprar lontras residentes. Com a crescente popularidade que o Instagram trouxe aos mamíferos semiaquáticos, cada vez mais cafés têm vindo a abrir com este propósito.

A World Animal Protection (WAP), uma ONG internacional que luta pelo bem-estar animal, estima que, no Japão, já existam mais de uma dúzia de cafés de lontras. Os animais são criados em cativeiro, muitas vezes sem acesso a água ou a luz natural, e com sinais visíveis de stress, revela a ONG.

A investigação secreta feita pela entidade, e divulgada pela Visão, descobriu ainda a existência de grupos de Facebook destinados ao tráfico ilegal de lontras, com de milhares de utilizadores nacionais e internacionais. O maior destes grupos é indonésio e conta com cerca de 43 mil membros, com uma grande atividade registada.

As lontras são furtivamente caçadas no Japão, na Tailândia e na Indonésia. Segundo a ONG, os caçadores tendem a localizar os esconderijos dos animais, a afastar ou matar os progenitores através de fumo, eletricidade ou tiros; e a levar as crias de lontras para serem traficadas. Apesar de na Tailândia ser expressamente ilegal a caça, reprodução e comércio de lontras, o país possui uma grande reserva de crias de lontra prontas a exportar, revela o relatório.

No Japão existem, inclusivamente, centros de reprodução de lontras montados ao lado de alguns cafés, embora a maior parte dos animais seja ainda importado. A investigação foi ainda mais a fundo, ao revelar que é pratica comum a remoção dos dentes caninos e das glândulas odoríferas das lontras, de modo a torná-las mais apelativas aos compradores, existindo mesmo, alegadamente, entidades governamentais que facilitam o tráfico.

Apesar do aquecimento global já estar a contribuir para a perda do habitat natural das espécies de lontras nativas do sudeste asiático, esta prática é uma nova ameaça à extinção dos mamíferos. A população de lontra-de-nariz-peludo, por exemplo, diminuiu para metade em apenas três décadas.

Cassandra Koenen, membro da WAP, adverte que “só por um animal selvagem ser fofo, não significa que se deva levar para casa”, e que as pessoas não devem incorrer neste tipo de comportamentos apenas porque alguém numa rede social os incentivou ou mostrou.

“A partir do momento em que as lontras estão em casa de pessoas, não existe uma maneira realista de replicar o espaço e a liberdade que os animais teriam na natureza. Muitos animais são postos em espaços muito menores que os seus habitats naturais e não têm uma nutrição apropriada, mesmo que o dono se esforce por tal”, acrescenta.

A organização apela aos utilizadores de redes sociais para não “gostarem” das publicações referentes a lontras em cativeiro, ao mesmo tempo que tenta que os animais sejam protegidos contra a sua eventual extinção.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. esta a extinguir em alguns lados e aumentar em outros ,que nao falta em muitos sitios sao ( lontras ) que passam imenso tempo em redes sociais 😉

RESPONDER

“É como ser queimado com ácido quente“. Planta venenosa australiana causa dores que podem durar anos

Os "cabelos" da planta gympie-gympie causam uma picada tão tóxica que a dor pode durar anos. Esta pode ser encontrada nas florestas australianas. A gympie-gympie, ou dendrocnide moroides, é um tipo de arbusto que recebe o …

Sporting 1-1 Famalicão | Leão volta a tremer e vê Porto a 6

Segundo empate consecutivo do Sporting na Liga NOS, e pelo mesmo resultado, 1-1. Na recepção ao Famalicão, o líder do campeonato começou bem, marcou, mas sofreu um golo de imediato e nunca mais se encontrou …

Arqueólogos descobrem túnel medieval na Polónia. Tinha restos mortais de 18 carmelitas

Uma equipa de arqueólogos descobriu um cemitério medieval onde estava sediado um mosteiro do século XIV. No local foi ainda encontrado um túnel com dezoito esqueletos de padres carmelitas. A descoberta ocorreu em Jaslo - uma …

Militantes apoiados pelo Al-Qaeda defendem uso de mel contra a covid-19

O Al-Shabaab, um grupo rebelde islâmico apoiado pela Al-Qaeda, apela ao boicote à vacina da AstraZeneca contra a covid-19. A alternativa é "cominho preto e mel". A vacina da AstraZeneca não está apenas a levantar preocupações …

Em menos de um ano, a polícia foi chamada a intervir pelo menos nove vezes na mansão dos Sussex

A vida nos Estados Unidos não tem sido fácil para os duques de Sussex. No último ano, a polícia da Califórnia foi chamada pelo menos nove menos à mansão onde o casal habita desde que …

Rivalidade entre China e Índia é obstáculo à maior aproximação entre os BRICS, diz especialista

Apesar de os BRICS representarem "o tipo de relações entre países que queremos no século XXI", a rivalidade entre a Índia e a China ainda é um obstáculo a uma maior integração, dizem os especialistas. Na …

Variante sul-africana pode resistir à Pfizer. China pondera misturar vacinas

A variante do coronavírus descoberta na África do Sul pode "romper" a vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech até certo ponto, concluiu um estudo em Israel, embora a sua prevalência no país seja baixa e …

Rússia garante que não haverá guerra com Ucrânia. EUA desconfiam e prometem consequências

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, descartou este domingo a possibilidade de uma guerra com a Ucrânia, depois de Kiev ter manifestado preocupação com o reforço de tropas russas nas suas fronteiras. “Ninguém está a embarcar …

Inspetores do SEF rejeitam extinção sem aval do Parlamento (e dizem estar em causa o Espaço Schengen)

O sindicato dos inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) rejeitou este domingo a extinção daquele organismo sem a aprovação formal da Assembleia da República e considerou que está em causa a permanência de …

Testes rápidos registaram maior número de sempre. APED defende venda nos super e hipermercados

O recurso a testes rápidos de antigénio à covid-19 está a aumentar em Portugal, tendo atingido o maior número a 7 de abril, com mais de 34 mil realizados nesse dia, segundo dados do Instituto …