Inspeção-Geral da Educação vai investigar mestrado do líder dos Super Dragões

Macaco Líder / Facebook

Fernando Madureira lidera a claque portista Super Dragões.

Fernando Madureira lidera a claque portista Super Dragões.

O mestrado do líder da claque Super Dragões vai ser alvo de uma investigação por parte da Inspeção-Geral da Educação e Ciência, na sequência de um pedido do reitor do ISMAI, estabelecimento de ensino que lhe atribuiu a nota de 17 valores.

A notícia, que está a ser avançada pela Visão, dá conta que foi o próprio reitor do Instituto Universitário da Maia, Domingos Oliveira Silva, a pedir uma investigação, depois de ter consultado o projeto de mestrado que Fernando Madureira apresentou há seis meses.

Em causa está um artigo da mesma revista, publicado esta terça-feira, que apontava para a falta de qualidade do texto, na altura avaliado pelo ISMAI com uma nota de 17 valores.

“Bancada total: um serviço inovador para o clube” era o título da tese de mestrado de “Macaco”, que mostrava os benefícios de os Super Dragões virem a ter uma bancada no estádio do Dragão sem cadeiras, onde poderiam ter um controlo diferente do espaço.

O projeto está disponível no repositório do estabelecimento de ensino. “No documento, disponível para consulta online, não passam despercebidas a familiaridade do autor com o tema e a quantidade de erros de português“, escreveu a Visão.

À revista, Raúl Martins, do Centro de Investigação do Desporto e da Atividade Física da Universidade de Coimbra notou que a dissertação “aparenta ter sido escrita de forma descuidada, tendo em consideração a qualidade do texto que apresenta”.

Maria Alzira Seixo, professora catedrática da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, vai mais longe e diz que ia tendo “um susto” quando leu a tese, uma vez que está escrita “num Português iletrado, analfabeto e ridículo”. “A tese de Fernando Madureira é um insulto à Língua Portuguesa e ao desporto nacional. (…) Inacreditável que uma instituição do ensino superior aceite tal coisa”, nota.

Por sua vez, o orientador do mestrado Henrique Pinhão Martins, do Conselho Pedagógico do ISMAI e docente do Departamento de Ciências da Educação Física e Desporto, explicou à Visão que, no que lhe diz respeito, Madureira “foi um aluno exemplar”.

A Inspeção-Geral da Educação e Ciência já anunciou que vai investigar o caso.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Espero que o reitor do Instituto Universitário da Maia tenha seguros contra tudo e contra todos, pois desta forma arrisca-se a ficar com a casa queimada, o carro amachucado ou as Canelas arrebentadas !!!!

    Mas lá que é preciso tê-los no sitio, lá isso é !!!!!

  2. Investiguem que isso é mesmo relevante para o “cargo” que ele ocupa! O Vieira torrou mais de 600 milhões do erário público no BES e no BPN e ninguém faz nada! País de corruptos; Que nojo de gente!! Quem me dera ser espanhol!

  3. Ninguém está a investigar o “Macaco”. Se calhar devia ser investigado, mas não pelos motivos que aqui estão em causa. Necessário é investigar o ISMAI que permite que os seus docentes atribuam 17 valores a uma tese de mestrado que não teria mais de 5 valores… no ensino secundário. Investiguem esse Instituto e exijam qualidade no ensino que lá se pratica!

RESPONDER

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …

A lava do vulcão de Las Palmas já destruiu mais de 200 casas, mas uma permanece intacta na devastação

Como se protegida por um manto de invencibilidade, a construção escapou à força da lava que a serpenteou para felicidade dos seus proprietários, um casal de reformados dinamarquês que escolheu fixar-se naquele território precisamente pela …