Inpectora da PJ acusada de matar avó do marido defendida por este

European Parliament / Flickr

-

O marido da inspetora da PJ acusada de matar a avó daquele, em Coimbra, em 2012, defendeu hoje em tribunal a inocência da mulher, considerando que não teria condições físicas para cometer o crime.

Ouvido hoje em tribunal, o também inspetor da PJ no Porto afirmou que Ana Saltão, inspetora acusada de matar a avó do marido a 21 de novembro de 2012, “não tinha condições para conduzir o carro” do Porto a Coimbra, no dia do crime, “não sabia ir por estradas secundárias”, desconhecia “as rotinas” da avó e não tinha motivações.

A inspetora, acusada de homicídio qualificado e de peculato (pelo alegado uso de arma que pertencia a colega da Judiciária), “não faria nada que a privasse da sua relação com a filha”, disse Carlos Coelho, quando questionado pelo tribunal.

Apesar disso, o marido de Ana Saltão admitiu que, após o interrogatório da PJ no dia 24 de novembro, tinha ficado convencido de “que a Ana tinha matado” a sua avó, tendo partilhado essa convicção com os seus pais e tio.

A testemunha referiu ainda que “não sabia quanto dinheiro” a sua avó teria, garantindo que o casal não tinha dificuldades económicas.

A idosa, de 80 anos, foi atingida mortalmente com 14 tiros, numa residência da rua António José de Almeida, zona de Celas, em Coimbra.

Carlos Coelho disse também que “é falso” que tenha “conduzido” o inspetor da PJ para uma determinada linha de investigação, sublinhando que “a investigação terminou” na madrugada de 22 de novembro, após se ter descoberto que os 14 disparos efetuados foram a partir de uma glock de 9mm (arma apenas usada por forças policiais e militares).

Ana Saltão, inspetora da PJ desde 2005, estava de baixa médica quando ocorreu o crime, afirmando, no Tribunal de Coimbra, que passou a tarde de 21 de novembro em casa, tendo ido buscar a filha ao infantário às 19:30. Disse ainda que foi informada da morte da avó do marido por volta da meia-noite desse mesmo dia.

Questionada pelo presidente do tribunal de júri, o juiz João Ferreira, a arguida alegou ainda que os resíduos de disparos encontrados pela PJ nas mangas do seu casaco surgiram “por contaminação” e que a queimadura que apresentava na mão se deveu a um acidente enquanto cozinhava.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 2-2 Belenenses SAD | Líder salva virgindade nos descontos

A Belenenses SAD esteve a segundos de cumprir a promessa de Petit, que na antevisão da partida apontava para a primeira derrota do Sporting. Os “azuis” estiveram a vencer por 2-0, graças a uma eficácia …

Quatro anos depois, Danny recuperou a sua prancha. Estava a 2700 quilómetros

Um surfista australiano recuperou a sua prancha quatro anos depois de a ter perdido. Estava a 2700 quilómetros do sítio onde a tinha visto pela última vez. Danny Griffiths, um surfista habituado a ondas grandes, perdeu …

Os astronautas precisam de um frigorífico. Engenheiros trabalham num que funciona de "cabeça para baixo"

Para que os astronautas façam longas missões à Lua ou a Marte, precisam de um frigorífico, mas estes eletrodomésticos não são projetados para funcionar em gravidade zero. Os astronautas precisam de frigoríficos para as missões prolongadas …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …