Iniciativa Liberal diz não a Moedas e avança com candidatura em Lisboa

António Cotrim / Lusa

João Cotrim de Figueiredo, Iniciativa Liberal

Este sábado, a Iniciativa Liberal rejeitou integrar a megacolicação encabeçada por Carlos Moedas e anunciou um candidato próprio à Câmara de Lisboa. 

Foi este sábado, na Praça do Município, que João Cotrim de Figueiredo, líder do Iniciativa Liberal, anunciou que o partido vai avançar com uma candidatura própria à maior Câmara do país. O gestor Miguel Quintas será o candidato à presidência da autarquia, com Ana Pedrosa-Augusto em segundo lugar, avança o Observador.

“A decisão não é fácil, mas é a decisão certa porque a maior parte dos partidos tem uma tentação de ter sucessos eleitorais imediatos. Nós não temos. Esta é a decisão certa porque sabemos que esses sucessos eleitorais só fazem sentido quando são conseguidos sem atalhos”, disse Cotrim Figueiredo.

O líder da IL disse que já deu a conhecer a decisão do partido a Carlos Moedas e reconheceu que a candidatura individual tem “óbvios riscos mediáticos e eleitorais“. Apesar disso, disse acreditar que estará dentro de seis meses a anunciar uma vitória.

A “coragem” de correr riscos falou mais alto.

O grande objetivo é, segundo afirmou, “tirar da Câmara o PS que há 14 anos a governa e o presidente que há seis anos a governa”. O partido liberar quer curar Lisboa, que é atualmente “uma cidade sem ambição, com uma Câmara com demasiada burocracia e com demasiadas lógicas clientelares de exercício do poder”.

“Um perfeito desconhecido”

Olá, o meu nome é Miguel, sou seu vizinho e, se precisar de alguma coisa, eu estou aqui”, disse o candidato liberal, dirigindo-se aos eleitores. “O meu nome é Miguel Quintas e estou aqui para dizer aos lisboetas que têm aqui alguém, uma voz para lutar por eles.”

O candidato disse que “esta será uma longa campanha que começa hoje, a meio de uma pandemia que nos deixou a todos mais frágeis, mais pobres e mais preocupados” e explicou que prefere não entrar em críticas partidárias.

Apesar de se assumir como “um perfeito desconhecido”, prometeu “ideias para a capital“, com a certeza de que “podem fazer a diferença na vida nas famílias, nas empresas e nos sonhos de quem cá vive”.

De acordo com o diário, Miguel Quintas, licenciado em Administração e Gestão de Empresas, com um MBA em Marketing e um curso de empreendedorismo no MIT, é atual membro da coordenação do Núcleo de Lisboa. O gestor, que viveu vários anos em Madrid e São Paulo, tem um percurso muito ligado ao setor do Turismo.

Ana Pedrosa-Augusto é a segunda da lista à Câmara de Lisboa. Ingressou na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, tirou mestrado em ciências jurídico-empresariais e uma pós-graduação em Direito Fiscal pela Universidade Católica e é advogada na área de business law.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É assim mesmo. A iniciativa liberal não tem partidos à sua altura para fazer coligações. Mais vale sozinho que mal acompanhado!

RESPONDER

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …