Indígenas famosos pela sua saúde cardíaca começaram a usar óleo de cozinha (e a engordar)

O povo Tsimane, que vive na Bolívia, tem permanecido relativamente afastado do mundo exterior durante várias gerações, prosperando da terra e praticando formas tradicionais de caça, pesca, agricultura e recolha de alimentos.

Durante vários anos, sabe-se que têm uma notável saúde cardiovascular e pressão arterial baixa – ou tinham, até adicionarem um novo ingrediente às suas ementas: óleo de cozinha.

Um novo estudo publicado na revista especializada Obesity sugere que em menos de uma década, o povo Tsimane sofreu alterações no índice de massa corporal (IMC), incluindo obesidade e ganho de peso, depois de terem introduzidos óleo de cozinha na sua alimentação.

Entre 2002 e 2010, investigadores analisaram dados de cerca de 700 homens e mulheres que tinham mais do que 20 anos e viviam nas terras baixas da Amazónia. Ao longo do estudo, os cientistas notaram que o povo Tsimane tinha um acesso crescente a alimentos no mercado face a um boom populacional, quase triplicando o seu número para 16 mil em menos de duas décadas.

A invasão das suas terras pelo desenvolvimento, associada ao novo acesso à escola e aos salários, significa que os métodos mais modernizados de cozinhar e comer podem ser os responsáveis por estas mudanças.

Em nove anos, a prevalência de mulheres com peso a mais ou obesas aumentou em mais de 6%. Já os homens com excesso de peso, por outro lado, aumentaram quase 9% e homens obesos apenas 1,5%.

O maior uso de óleo de cozinha foi associado ao maior IMC nas mulheres; e o consumo de produtos de origem doméstica, como porcos e galinhas, foi associado a um maior IMC nas mulheres e uma maior circunferência da cintura média nos homens.

Durante este período de tempo, as calorias domésticas não aumentaram e as culturas caseiras ainda representavam a maioria dos alimentos consumidos em casa. No entanto, as probabilidades de uso do óleo de cozinha aumentaram 24% por ano, duplicando o número de casas que o utilizavam, de modo que, em 2010, quase um terço dos agregados o incorporou na sua dieta.

“Mas isto é apenas parte da história”, disse Alan Schultz, da Universidade Baylor e autor do estudo em comunicado, divulgado pelo Science Daily, notando que as descobertas apresentam mais questões novas do que respostas. “As nossas descobertas de uma tendência no aumento de peso e aumento de consumo de alimentos com altas calorias sugere que os benefícios das mudanças não são assim tão nítidos”.

Isto ocorre porque as mudanças nas dietas de subsistência geralmente refletem outras mudanças no estilo de vida e pode ser difícil separar os efeitos das duas. Independentemente disso, os autores do estudo dizem que mesmo pequenos aumentos de alimentos baseados no mercado podem fazer a diferença numa população que antes prosperava apenas com a alimentação de subsistência.

“O óleo de cozinha acrescenta muito sabor – usamo-lo por alguma razão – mas com 120 calorias e 14 gramas de gordura por colher de sopa, poucos alimentos podem alterar a sua dieta com tanta facilidade”, disse Shultz.

Porém, há outros fatores a ter em conta. Uma estatura mais baixa e uma massa muscular maior por levar para valores maiores de IMC. Assim, pode ser uma medida que significa coisas diferentes para populações ativas que habitam na floresta do que para indivíduos sedentários em nações mais ricas. Além disso, é difícil medir a ingestão calórica de alimentos colhidos na natureza, o que pode ter limitado as descobertas estatísticas do estudo.

Os autores do estudo observam que estudos futuros devem concentrar-se nas consequências de mudanças semelhantes no estilo de vida e como afetam a dieta, atividade física, doenças infeciosas e a forma como as pessoas vivem as suas vidas.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Óleo de cozinha… nem especificam. Pode ser tanta coisa!… Existem óleos bons e óleos maus. Fujam se for oléo de canola, soja ou milho (a maior parte destes são geneticamente modificados)
    Depois, referem no estudo açúcar refinado e grãos refinados. Aqui na notícia nem sequer mencionam. O açúcar é a origem de todos os males! depois, se aliado a más gorduras, ainda pior!
    Deixem de comer açúcar e farinhas e logo vêm como mudam rapidamente.

RESPONDER

EDP antecipa pagamento a mais de mil fornecedores em Portugal e Espanha

A EDP vai antecipar o pagamento a mais de mil fornecedores, uma iniciativa que, à semelhança do que já aconteceu no último ano, irá manter-se para todos os pagamentos a fornecedores ao longo do primeiro …

Há centenas de pessoas em busca de tesouros que não existem na Índia (e a culpa é de um boato)

Moradores de pelo menos três vilas no distrito de Rajgarh, no estado indiano de Madhya Pradesh (MP), passaram a última semana à procura de um tesouro antigo que provavemente não existe. Centenas de aldeões estão a …

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …

Marisa Matias critica que apenas 1% do orçamentado seja gasto com cuidadores informais

Marisa Matias, candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda, criticou este sábado que apenas tenha sido executado 1% da verba prevista no Orçamento do Estado para 2020 para os projetos-piloto dos cuidadores informais. Os atrasos e …

Ana Gomes considera "elucidativo" que Sócrates a ataque e elogie Marcelo

Ana Gomes, candidata às eleições presidenciais, considerou “elucidativo” que o antigo primeiro-ministro José Sócrates a tenha atacado e elogiado Marcelo Rebelo de Sousa. Questionada pelos jornalistas sobre o artigo de José Sócrates divulgado na sexta-feira, em …

Só pela profissão, professores "não são grupo de risco"

Graça Freitas reconheceu a importância dos professores "para o funcionamento do país", mas rejeitou considerá-los um grupo de risco esta sexta-feira. Os professores não são considerados um grupo de risco que deva ser integrado entre as …

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …

Portugueses começam a votar nas Presidenciais este domingo. Há 246 mil inscritos

Os portugueses começam a votar já neste domingo, uma semana antes das eleições Presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para que se inscreveram mais de 246 mil eleitores. As europeias e …

Maduro ofereceu oxigénio ao Amazonas (quando há venezuelanos a morrerem por falta dele)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ofereceu oxigénio hospitalar ao Estado do Amazonas, no Brasil, para ajudar a combater a falta deste gás devido ao elevado número de casos de covid-19. Uma generosidade que está …