Ondas de calor. Grande parte da Índia está a ficar demasiado quente para os humanos

Neste verão, as intensas ondas de calor mataram mais de 100 pessoas na Índia.  Grande parte do país está a tornar-se quente de mais para ser habitada.

Normalmente, as ondas de calor na Índia acontecem em março e julho e diminuem quando as chuvas das monções chegam. Contudo, nos últimos anos, estes períodos de calor tornaram-se mais intensos, frequentes e longos. Aliás, de acordo com o painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), a Índia está entre os países mais afetados pelos impactos da crise climática.

Mesmo que o mundo consiga reduzir as suas emissões de carbono, parte da Índia ficará tão quente que testará os limites da sobrevivência humana, consideram os especialistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

“O futuro das ondas de calor está pior, mesmo com significativa mitigação da mudança climática, e muito pior sem mitigação”, disse Elfatih Eltahir, professor de hidrologia e clima do MIT, citado pelo Diário de Notícias.

O governo indiano declara uma onda de calor quando as temperaturas atingem pelo menos 4,5 graus Celsius acima da “temperatura normal” para essa época e região; e uma onda de calor “severa” quando ultrapassa os 6,4 graus Celsius acima do normal pelo menos durante dois dias.

Por este motivo, os limiares de calor são diferentes em cada zona do país. Em Nova Deli, por exemplo, uma onda de calor é declarada quando após dois dias consecutivos as temperaturas sobem para os 45 graus Celsius.

O diário dá conta de que, no ano passado, houve 484 ondas de calor oficiais em toda a Índia, contra 21 em 2010. Durante esse período, mais de cinco mil pessoas morreram.

Em junho, Deli atingiu temperaturas de 48 graus Celsius, a maior registada naquele mês, e a oeste da capital, Churu, no Rajastão, quase dobrou o recorde de calor do país com uma temperatura de 50,6 graus Celsius. Os especialistas acreditam que o cenário só irá piorar.

Mas a Índia não está sozinha, e este ano muitos países sofreram ondas de calor. Para estudar a questão da sobrevivência humana a ondas de calor no sul da Ásia, cientistas do MIT analisaram dois cenários apresentados pelo IPCC: o primeiro é que as temperaturas médias da superfície global subirão 4,5 graus Celsius até final do século; a segunda é mais otimista e prevê um aumento de 2,25 graus Celsius.

A conclusão é que, se se verificar o cenário de uma maior subida da temperatura, os limites da capacidade de sobrevivência atingirão zonas como Chota Nagpur Plateau, no nordeste do país, e no Bangladesh. Também estariam em risco zonas junto ao vale do rio Ganges, a costa nordeste e leste da Índia.

De acordo com o jornal, o grau de sobrevivência é estimado com uma métrica combinada de humidade e temperatura ambiente. Quando o bulbo húmido atinge os 35 graus, torna-se impossível para os seres humanos resfriarem os seus corpos através da transpiração.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia.
    Sou Marcos Vinicius, 29 anos, morador de Nilopolis, RJ.
    Com o passar dos anos, as ondas de calor pioram. Tenho que ser realista. Eventos climáticos extremos estão por vir.
    A humanidade está aos poucos colhendo o que plantou com o uso de combustíveis fósseis. Essa é uma situação preocupante.
    Parabéns pela reportagem sobre a Índia.
    Um abraço.
    🙂

    • Este planeta tem vindo a aquecer e arrefecer sem intervenção humana faz milénios..E o fim dele é inevitável.
      A terra não é mais que um bola de magma a arrefecer à mercê de um estrela (Sol) em expansão.

      Tudo o que existe de matéria vai estar sempre em constante mutação muito depois dos seres humanos as suas leis, ideias e a sua insignificância sumirem.

      Usem a própria cabeça e não dos políticos.

  2. Chegou drasticamente a hora da colheita dos humanos…
    Apanhei 47 graus em Julho de 2017 Índia norte (por 10 dias seguidos)

  3. Raul Seixas, cantor brasileiro dos anos 70 tinha uma canção muito premonitória que dizia mais ou menos assim:
    “Buliram muito com o planeta
    E o planeta como um cachorro eu vejo
    Se ele já não aguenta mais as pulgas
    Se livra delas num sacolejo…”
    Fica a contribuição.

  4. Ainda sobre os avisos.
    Desde há 30 anos que se sabe das previsões ; das alterações climáticas, do excesso de açúcar e obesidade infantil, do lixo dos plásticos nos oceanos, da camada do ozono…
    O que será preciso acontecer para que se tomem medidas drásticas, e já?
    Tantos trumps…

  5. Caro ZAP, julgo que será chuva das monções e não chuva das moções (1º parágrafo, 2ª linha).
    Obrigado e continuação de um bom trabalho

Mais oito mortos e 328 infetados. Câmara de Lisboa tem 33 casos "ativos"

Há mais oito mortos e 328 casos positivos em Portugal nas últimas 24 horas. A Câmara de Lisboa regista atualmente 33 casos de infeção por covid-19 “ativos”. Portugal regista, esta quinta-feira, mais oito mortos e 328 …

Limitação dos apoios a sócios-gerentes não é "justa", diz Confederação das empresas

A Confederação das Micro, Pequenas e Médias Empresas não entende a razão para limitar a ajuda a sócios-gerentes ao valor de 1.905 euros, proposta que não consideram justa. Em entrevista à Rádio Observador na quinta-feira, o …

Devolução de manuais. Diretores acusam políticos de "brincar às escolinhas"

Os diretores escolares criticaram hoje o 'timing' da proposta de suspensão de devolução de manuais escolares, acusando os políticos de andar a “brincar às escolinhas” sem perceberem o trabalho que implica reutilizar milhões de livros. O …

Passageiros dos EUA e PALOP têm de apresentar teste negativo de covid-19

O Governo prorrogou várias medidas restritivas do tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal, com novas orientações e exceções, num despacho publicado terça-feira em Diário da República. Segundo noticiou o Expresso, um comunicado do …

PGR angolana diz que Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal

Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal ou noutro país com acordos judiciários com Angola, no âmbito do processo-crime por alegada má gestão e desvio de fundos da Sonangol, disse à Lusa fonte da …

Autoridades descartam participação da milícia "Escritório do Crime" no caso Marielle Franco

O envolvimento da milícia conhecida como "Escritório do Crime" no homicídio da vereadora e ativista Marielle Franco chegou a ser investigado, mas foi descartado pela polícia brasileira. O delegado brasileiro Daniel Rosa, da cidade do Rio …

Desconfinamento não foi suficiente. Desemprego volta a subir em Espanha para valores de 2016

O número de desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego em Espanha voltou a aumentar em 5.107 pessoas em junho, uma desaceleração em relação a maio, atingindo um total de 3.862.883 espanhóis. De acordo com os …

Governo vai monitorizar discurso de ódio na Internet

O Governo vai monitorizar o discurso de ódio nas plataformas online, estando "em vias" de dar início à contratação pública de um projeto que deverá traduzir-se num barómetro mensal de acompanhamento e identificação de sites. Segundo …

Tribunal britânico decide que é Guaidó (e não Maduro) quem manda nas reservas de ouro da Venezuela

A justiça britânica decidiu esta quinta-feira que é o líder da oposição venezuelana Juan Guaidó e não o Presidente Nicolás Maduro quem tem autoridade sobre as reservas de ouro da Venezuela depositadas no Banco de …

Mistério resolvido. Cientistas descobriram como é que as cobras "voam"

Nem todas as cobras se movem arrastando-se discretamente pelo chão. Há uma cobra do género Chrysopelea que parece voar de árvore em árvore. Agora, os cientistas descobriram como é que estes animais se movem pelo …