Tensão escala. Índia bane TikTok (e mais 58 aplicações chinesas)

A Governo da Índia baniu 59 aplicações chinesas no país. Entre elas estão aplicações famosas como o TikTok e o serviço de mensagens chinês concorrente do WhatsApp e Telegram, o WeChat.

De acordo com o The Verge, o TikTok, rede social chinesa concorrente do Instagram e Facebook que está em rápida ascensão, é uma das 59 aplicações banidas na Índia pelo governo do país. O executivo indiano também baniu a aplicação de mensagens chinesa concorrente do WhatsApp e Telegram, o WeChat, e outros softwares móveis porque são “prejudiciais à soberania e integridade da Índia“.

A Índia representa 30% dos dois mil milhões de downloads registados no TikTok. O WeChat também sai prejudicado nos mais de mil milhões de utilizadores que já acumula em todo o mundo.

O TikTok, que é detido pela empresa chinesa ByteDance, foi lançado na China em 2016. Fora do país substituiu a aplicação musical.ly, que foi comprada pelo Tik Tok em novembro de 2017. O serviço permite que os utilizadores criem vídeos que duram até 15 segundos e que interajam uns com os outros com uma aplicação interna de mensagens.

O WeChat, que foi lançado em 2011, funciona de forma muito semelhante ao WhatsApp.

Esta não é a primeira vez que aplicações chinesas sofrem represálias. De cordo com o jornal norte-americano The New York Times, em janeiro, o TikTok tinha falhas graves de segurança. A história teve também como base acusações de conluio dos responsáveis pelo serviço com o governo chinês.

Na Índia, o TikTok já tinha sido banido em 2019 por promover “a degradação cultural”. Contudo, uma semana depois, voltou a estar ativo.

Desta vez, o bloquio pode demorar mais tempo. As tensões entre a Índia e a China têm estado a escalar depois de, no início deste mês, 20 soldados indianos terem sido mortos na fronteira chinesa e indiana.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Menos férias e mais dias de aulas para quem não tem exames no próximo ano letivo

O próximo ano letivo vai ter menos dias de férias e mais dias de aulas para os alunos que não tenham exames. Os alunos terão aulas presenciais e aulas à distância. O ministro da Educação, Tiago …

FC Porto revela camisola para a próxima época (e as opiniões dividem-se)

O FC Porto revelou a camisola oficial do clube para a próxima temporada. Pelas redes sociais, as opiniões dividem-se, havendo quem não esteja satisfeito com a mudança. Os adeptos portistas acordaram esta sexta-feira com a imagem …

Veto da Índia ao TikTok pode custar mais de 5 mil milhões de euros à ByteDance

O executivo indiano anunciou o bloqueio de 59 aplicações móveis chinesas, assegurando que as aplicações roubam dados dos utilizadores e partilham informações com o governo chinês. O grupo chinês de tecnologia ByteDance, que desenvolveu o TikTok, …

Covid-19. “Exemplo de Portugal mostra muito claramente como a situação é frágil”

A comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides, considerou que a situação pandémica é ainda "frágil", dando o exemplo da evolução da covid-19 em Portugal para sustentar que é necessário continuarmos vigilantes. “Penso que o exemplo de …

Catarina Martins diz que há neste momento um acordo entre PS e PSD

A líder do BE, Catarina Martins, considerou hoje que "o Orçamento Suplementar não é uma primeira parte do Orçamento do Estado", mas avisou que o que está a acontecer neste momento no país "é um …

Quase 40% dos restaurantes tenciona avançar para insolvência

Quase 40% das empresas de restauração e bebidas e 18% do alojamento turístico tencionam avançar para insolvência. Os números são resultado de um inquérito mensal da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) esta …

Cientistas ingleses acreditam que um número significativo da população tem imunidade natural ao coronavírus

Cientistas ingleses que estão a desenvolver uma vacina para a covid-19 acreditam que um largo número de pessoas pode ter imunidade natural contra o novo coronavírus, mesmo que nunca tenha sido infetado. Ao Telegraph, citado esta …

Bruxelas autoriza tratamentos com Remdesivir na UE

A Comissão Europeia deu esta sexta-feira “luz verde” à comercialização do antiviral Remdesivir, que se torna assim o primeiro medicamento autorizado ao nível da União Europeia para tratamento da Covid-19. A autorização do executivo comunitário, concedida …

Devolução dos manuais escolares será mesmo suspensa

O plenário da Assembleia da República validou hoje a votação da Comissão de Orçamento e Finanças (COF), no âmbito da especialidade do Orçamento Suplementar, que aprovava a proposta do CDS para o fim da devolução …

Câmara de Portalegre pede encerramento da central nuclear de Almaraz

O Município de Portalegre aprovou por unanimidade, em reunião ordinária realizada esta quarta-feira, a Moção pelo Encerramento da Central Nuclear de Almaraz, em Espanha. A Câmara de Portalegre aprovou, por unanimidade, uma moção a pedir o …