Incêndios florestais e distúrbios violentos assolam Indonésia

Fully Handoko / EPA

Os incêndios florestais nas ilhas de Bornéu e de Sumatra e os distúrbios e protestos dos últimos dias na província de Papua assolam neste momento o país asiático.

Esta segunda-feira, uma multidão enfurecida incendiou prédios, lojas e casas do governo local e ateou fogo a carros e motos na cidade de Wamena, na província de Papua, num protesto que juntou centenas de pessoas provocadas, que eclodiu devido a suspeitas de insultos xenófobos de um professor a um estudante indígena.

O anterior balanço apontava para 20 mortos e 65 feridos. O porta-voz da polícia de Papua, Ahmad Musthofa Kamal, disse depois que mais seis corpos foram encontrados ao redor dos destroços queimados dos edifícios engolidos pelos incêndios. Para já, os números apontam para 26 mortos e 70 feridos.

Numa outra manifestação, em Jayapura, capital da província, que provocou a morte a um soldado e três civis, a polícia deteve 733 estudantes universitários para interrogatório, indicou o porta-voz da Polícia Nacional, Dedi Prasetyo.

Os estudantes reuniram-se em frente à Universidade de Jayapura para protestar contra o racismo. No entanto, ocorreram confrontos com a polícia que disparou tiros de aviso para deslocá-los para outro local, de acordo com um jornalista da France-Presse (AFP).

Em Wamena, a sede do departamento do governo local foi destruída devido a um incêndio, bem como outros edifícios e lojas.

Desde 19 de agosto, muitas localidades em Papua assistiram a manifestações, algumas degenerando em tumultos com edifícios em chamas e confrontos com a polícia.

A agitação começou em reação aos incidentes racistas contra estudantes de Papua na Surabaya, a segunda maior cidade da Indonésia na ilha de Java, tendo sido também relançados os pedidos para um referendo sobre a independência.

Para além desta situação, os fogos florestais que se registam desde junho no país e que se agravaram no início deste mês, obrigam ao encerramento de escolas e aeroportos, por causa do intenso fumo provocado pelas centenas de quilómetros de chamas.

Quase dez milhões de jovens com menos de 18 anos, um quarto dos quais com menos de cinco anos, vivem nas áreas mais afetadas da ilha de Sumatra e na parte indonésia de Bornéu, avisou hoje o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

As crianças mais novas são as mais vulneráveis, por ainda estarem a desenvolver o seu sistema imunológico, alerta a Unicef, acrescentando existir um risco alto de os bebés nascidos de mães expostas à poluição durante a gravidez nascerem com um peso abaixo da média ou antes do termo da gravidez.

Os incêndios, que estão a devastar em especial as ilhas de Bornéu e de Sumatra, poluíram o ar de uma vasta área do sudeste da Ásia, provocando uma contenda diplomática com a Malásia, país vizinho que se queixou dos fumos poluentes que atravessam a fronteira e que afetam milhões de pessoas.

Quase 30 mil bombeiros e soldados estão a combater os fogos, muitos dos quais são de origem humana.

Os incêndios ocorrem todos os anos no arquipélago indonésio, mas o número aumentou este ano depois de uma estação seca particularmente longa e intensa.

Desde domingo que algumas regiões do país apresentam um céu vermelho causado pela neblina e poluição atmosféricas dos incêndios florestais.

O Serviço de Monitorização da Atmosfera Copernicus (CAMS), um programa europeu que utiliza dados de satélite, indica que os incêndios na Indonésia já provocaram uma libertação de quase tanto CO2 na atmosfera como os incêndios de 2015, considerado o pior ano no país.

Entre o início de agosto e até 18 de setembro, foram emitidos 360 milhões de toneladas de gases com efeito estufa, contra 400 milhões em 2015, observou o serviço.

A polícia indonésia deteve mais de 180 pessoas e representantes de quatro empresas suspeitas de provocarem os incêndios e fechou várias dezenas de plantações afetadas, para investigar e alertar os proprietários.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Suspeito do roubo das pistolas Glock implicou Direcção da PSP (mas nunca foi interrogado sobre isso)

O polícia que está acusado do roubo das pistolas Glock da PSP insinuou, em conversas telefónicas, que haveria chefias da Direcção Nacional desta força policial envolvidas na prática do crime. Apesar disso, nunca terá sido …

O Natal traz emoções fortes. Viva-as intensamente

Quando o tempo frio faz as suas primeiras aparições, quase imediatamente alguém afirma “não tarda nada estamos no Natal”. De facto, a quadra natalícia é o grande prémio de consolação do Inverno: o motivo pelo qual …

Estádio para os Jogos Olímpicos concluído antes da data prevista

O estádio Nacional Japonês, sede dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio de 2020, está concluído, a um mês da estreia oficial, informou esta terça-feira o organismo proprietário do complexo. De acordo com o Conselho de …

Suécia deixa cair investigação de violação contra Julian Assange

O Ministério Público sueco deixou cair a investigação de um caso de violação alegadamente cometido por Julian Assange, fundador do WikiLeaks, em 2010. "O Diretor Adjunto do Ministério Público, Eva-Marie Persson, decidiu hoje [terça-feira] descontinuar a …

Portugal produz menos lixo do que a média da OCDE (mas é o 3.º que menos recicla)

Portugal produz menos lixo do que a média da OCDE, mas é o 3.º que menos recicla, revelaram dados recentes da organização internacional. Em 2017, cada português produzir quase 500 quilogramas de lixo, valor inferior …

Novas demissões na Agência de Informações Financeiras do Vaticano

Um membro da entidade de regulação financeira do Estado do Vaticano, Marc Odendall, demitiu-se na sequência de buscas realizadas pela polícia e que originaram na suspensão do organismo do sistema de comunicações global. Marc Odendall, banqueiro …

Governo e Liga de clubes discutem redução do IVA para espetáculos desportivos

Secretário de Estado do Desporto afirma querer ouvir as reivindicações do organismo, mas sem se comprometer. O secretário de Estado da Juventude e do Desporto anunciou ontem que vai reunir-se com representantes da Liga Portuguesa de …

Tufão obriga a retirada de cerca de cinco mil pessoas do norte das Filipinas

Cerca de cinco mil pessoas foram retiradas do norte das Filipinas devido à aproximação do tufão Kalamaegi, que deverá tocar terra na província de Cagayan nas próximas horas, disseram esta terça-feira as autoridades locais. "Estamos preparados …

Acabaram-se as trotinetas no Algarve. Duraram 10 meses

  Dez meses depois de terem sido anunciadas como uma mais-valia para a promoção da mobilidade suave no Algarve, as trotinetes elétricas foram retiradas das ruas da capital algarvia e de Portimão, disseram à Lusa fontes …

EasyJet diz que será a primeira a alcançar a neutralidade carbónica na aviação

A companhia aérea britânica easyJet afirmou esta terça-feira que será a primeira no mundo a alcançar a neutralidade carbónica através das compensações. Num comunicado publicado no seu site oficial, a companhia low cost anuncia ainda um …