Incêndio de Pedrógão ficou fora da audição com comissão independente

António Cotrim / Lusa

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) esclareceu este sábado, numa mensagem enviada à agência Lusa, que na audição do presidente daquela entidade na Comissão Técnica Independente “não foi abordada qualquer questão relativamente ao incêndio de Pedrógão Grande”.

A ANPC recorda que, a 6 de setembro, o presidente da entidade, Joaquim Leitão, esteve numa reunião com peritos da Comissão Técnica Independente (CTI) João Guerreiro e Francisco Rego.

“A audição do Presidente da ANPC constou da apresentação de uma reflexão escrita e entregue em formato papel sobre o sistema de proteção civil, que versou unicamente os aspetos sistémicos do setor”, refere a ANPC, garantindo que na reunião “não foi abordada qualquer questão relativamente ao Incêndio de Pedrógão Grande“.

Na audição, Joaquim Leitão esteve acompanhado pelo Comandante Operacional Nacional (CONAC), pelo 2.º CONAC e pelos Comandantes de Agrupamentos Distritais (CADIS) Belo Costa e Miguel Cruz, “que nunca falaram sobre qualquer questão operacional”.

Segundo a ANPC, na reunião, o CONAC interveio a pedido de Joaquim Leitão, “apenas para esclarecer uma questão que tinha a ver com a formação e organização da FEB [Força Especial de Bombeiros], e o 2.º CONAC, o mesmo em relação ao Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro da GNR” e “os CADIS Belo Costa e Miguel Cruz não falaram“.

“Na presença do Presidente da ANPC, os Senhores CONAC, 2º CONAC e CADIS não foram ouvidos ou consultados nas especificidades da operação”, acrescenta.

O presidente da CTI, João Guerreiro, que analisou o que se passou no incêndio de Pedrógão Grande, garantiu na quinta-feira que foram ouvidos os cargos de topo da Proteção Civil e que tudo o que está no relatório “está bem documentado”, depois de ter sido divulgado um documento elaborado pela ANPC, enviado para o Ministério da Administração Interna.

No relatório, a entidade aponta “omissões graves”, erros e contradições ao relatório da comissão independente e, como exemplo, diz que ninguém de topo do comando nacional da ANPC foi ouvido ou contactado pelos peritos da comissão.

Não há qualquer dúvida sobre o que está no relatório da comissão técnica independente,  nós fizemos entrevistas a quase 180 pessoas, analisamos documentação diversa, muita dela fornecida pela própria ANPC”, afirmou João Guerreiro.

De acordo com a TSF, o documento com as críticas enviado pela ANPC ao MAI contesta quase 30 pontos do relatório da comissão independente e diz que “as falhas apontadas, na prática, ou não existiram ou se traduzem em situações decorrentes da complexidade” do fogo de Pedrógão, que fez 64 mortos e mais de 250 feridos.

A ANPC diz que o relatório da comissão tem “erros e omissões na análise dos factos que geram inclusivamente contradições de referência, confundindo as conclusões a reter” e considera que há partes do relatório que têm “o propósito claro de levar o leitor, cidadão comum, desconhecedor dos meandros da resposta operacional, a formular o juízo de que houve inépcia e inoperância do Comando Nacional de Operações de Socorro”.

No documento enviado ao MAI, a ANPC pede que este seja tornado público, “por respeito às vítimas e ao bom nome da instituição e dos seus operacionais”.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Oposição urge Boris Johnson a despedir assessor por ter violado o confinamento

Os partidos da oposição escreveram hoje ao primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, urgindo a demissão do assessor Dominic Cummings, a quem acusam de ter "abalado gravemente a confiança" da população nos apelos oficiais sobre a pandemia …

Atletas que sorriem durante as corridas gastam menos oxigénio

Os atletas que sorriem gastam menos oxigénio, trabalham de forma mais económica e têm um nível de esforço menor, refere um estudo realizado pelas universidades de Ulster e Swansea, divulgado esta terça-feira. Os investigadores pediram a …

OMS analisa possíveis primeiros casos de infeção de animais para o homem

A Organização Mundial de Saúde (OMS) admite que pelo menos três infeções por Covid-19 nos Países Baixos possam ser os primeiros casos conhecidos de transmissão do novo coronavírus dos animais para o homem, tendo martas …

Na Suíça, é possível estar em teletrabalho e a empresa pagar parte da renda

O Tribunal Federal da Suíça condenou uma empresa de contabilidade a pagar parte da renda de casa a um funcionário que se encontrava em teletrabalho. Segundo revelou na segunda-feira o swissinfo e o Tages-Anzeiger, citados pelo …

Governo negoceia até mais 35 milhões em apoios para agricultura

A ministra da Agricultura disse hoje que está em curso a negociação de medidas adicionais para apoiar o setor agrícola, face ao impacto da covid-19, através do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), que podem mobilizar …

Moro não assinou exoneração de ex-diretor da Polícia, admite Presidência do Brasil

A Secretaria-Geral da Presidência brasileira admitiu na segunda-feira que o agora ex-ministro da Justiça Sergio Moro não assinou o decreto de exoneração de Maurício Valeixo da direção-geral da Polícia Federal, confirmando a versão original do …

Norte foi região que mais contribuiu para aumentar produtividade do trabalho no país

O Norte foi a região que mais contribuiu para aumentar a produtividade laboral entre 2000 e 2017, crescendo 20% quando a Área Metropolitana de Lisboa subiu 3,3%, revelou na segunda-feira a Comissão de Coordenação e …

Vai nascer uma praia fluvial nas margens do Alqueva em 2021

Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, devendo começar a funcionar no verão do próximo ano. Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, junto à aldeia …

Câmara de Bragança vai ajudar com até 100 euros a pagar renda

As famílias mais vulneráveis do concelho de Bragança vão poder contar com um apoio financeiro até 100 euros mensais para pagar a renda. A Câmara de Bragança vai ajudar as famílias do concelho em situação vulnerável …

Parlamento chumba lay-off para sócios-gerentes, mas acaba com teto de faturação ao apoio

A Comissão de Economia chumbou, esta terça-feira, o alargamento do lay-off simplificado aos sócios-gerentes. Por outro lado, aprovou o fim do teto de faturação para aceder ao apoio a estes portugueses. A proposta do PSD, BE …