Impostos sobre tabaco de enrolar e cigarrilhas leva a quebra fiscal de 47,8 ME

fxmllr / Flickr

-

A Associação Europeia da Indústria do Tabaco alertou hoje que o aumento dos impostos sobre o tabaco de enrolar e cigarrilhas com filtro previsto no Orçamento do Estado provocará uma quebra de 47,8 milhões de euros na receita fiscal.

Adicionalmente, o secretário-geral da Associação Europeia da Indústria do Tabaco (ESTA) disse à Lusa que o “consumo de tabaco ilícito vai aumentar”, já que a única forma de os consumidores realizarem a poupança real que estas categorias de tabaco lhes permitiam será “recorrerem ao tabaco de contrabando, que não apresenta qualquer receita fiscal”.

A consequência imediata das medidas inscritas na proposta de Orçamento do Estado para 2015, como aliás já se verificou em aumentos anteriores no tabaco de enrolar, será a queda da receita fiscal, contrariando a ideia do Governo, que apontou como motivo para esta subida no valor das taxas a vontade de aumentar a recolha de impostos”, afirmou Peter van der Mark.

É que, explicou, quer o tabaco de enrolar, quer as cigarrilhas com filtro são produtos “tradicionalmente mais baratos que os cigarros e, portanto, consumidos sobretudo por pessoas com menos disponibilidade financeira”.

Contudo, os aumentos previstos tornarão os primeiros ainda “mais caros que os cigarros” e aproximarão “significativamente” o preço do maço dos segundos ao de um maço de cigarros.

“Vinte cigarros feitos com tabaco de enrolar, incluindo papel de enrolar e filtros, ficarão 14% mais caros (4,75 euros) que um maço de cigarros manufaturados (4,10 euros)”, nota a ESTA, enquanto no caso das cigarrilhas com filtro o novo imposto específico previsto se traduzirá num aumento de cada maço dos atuais 2,60 euros para os 3,50 euros, “um aumento de 35% que os aproxima significativamente do preço de um maço de cigarros”.

Segundo Peter van der Mark, que está esta semana em Lisboa “para mostrar ao Governo, através de casos semelhantes noutros países, as consequências negativas das medidas propostas”, o volume de vendas do tabaco de enrolar deverá sofrer um recuo de 60% em 2015, provocando uma queda na receita fiscal de 31%, equivalente a 34,8 milhões de euros.

Já no caso das cigarrilhas com filtro, “uma categoria que se tem vindo a afirmar como alternativa aos cigarros”, a ESTA antecipa uma quebra de 13 milhões de euros na receita fiscal.

À Lusa, o secretário-geral da ESTA salientou ainda que “a maioria dos Estados-membros da União Europeia mantiveram um diferencial entre as taxas dos cigarros e do tabaco de enrolar, de acordo com a diretiva 2011/64/UE”, estabelecendo a taxa dos segundos “em cerca 60-80% das taxas dos cigarros”.

Afirmando temer que esta intenção do Governo de “não permitir a existência” de tabaco mais barato que os cigarros faça os consumidores com menos poder financeiro “saltar diretamente para o tabaco de contrabando“, a ESTA recorda que os dois países europeus com as taxas sobre o tabaco de enrolar mais elevadas — Reino Unido e Irlanda — registam altos índices de contrabando de cigarros.

Por outro lado, nota a associação, também a compra de tabaco em Espanha “será mais convidativa” para os portugueses, “novamente sem qualquer receita fiscal para o Estado português”.

“As cigarrilhas com filtro serão 24% mais baratas e os portugueses que comprarem um pacote com 10 maços no país vizinho pouparão sete euros. Quanto ao tabaco de enrolar, o preço em Espanha será mais barato 50 euros por quilograma”, exemplifica.

Representante dos interesses de produtores, distribuidores e importadores europeus de tabaco de enrolar, tabaco de cachimbo, tabaco de mascar e ‘nasal tobacco’, a ESTA tem entre os seus 51 membros maioritariamente Pequenas e Médias Empresas, para além de associações nacionais de Estados-membros, da Noruega e da Suíça.

Segundo dados da associação, os produtos de tabaco por si representados correspondem a cerca de 9% das vendas totais de produtos de tabaco na União Europeia (cerca de 8% tabaco de enrolar e quase 1% tabaco de cachimbo).

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Alto funcionário da EMA sugere deixar de administrar vacina da AstraZeneca

Um alto funcionário da Agência Europeia do Medicamento (EMA) disse numa entrevista, este domingo, que seria melhor deixar de administrar a vacina da AstraZeneca a todos os grupos etários quando houver alternativas disponíveis. Marco Cavaleri, responsável …

Mais 707 casos de covid-19 e duas mortes em Portugal

Portugal registou este domingo mais duas mortes e 707 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Uma das duas mortes por covid-19 registadas este domingo em …

Líderes do G7 apresentam alternativa à Nova Rota da Seda. China já respondeu

Os líderes do G7 acordaram, este sábado, lançar a iniciativa "reconstruir melhor para o mundo" para "responder às tremendas necessidades nos países de renda média e alta", anunciou a Casa Branca, em comunicado. O plano, dirigido …

Eriksen continua hospitalizado, mas já enviou cumprimentos aos colegas

O jogador dinamarquês, vítima de um súbito problema cardíaco este sábado, durante o jogo com a Finlândia, mantém-se hospitalizado num estado estável, revelou a Federação Dinamarquesa de Futebol (DBU). "Esta manhã, falámos com Christian Eriksen, que …

Marcelo afasta retrocesso no desconfinamento. SNS "sem pressão grave"

O Presidente da República afastou, este sábado, um retrocesso no desconfinamento a nível nacional, alegando que os serviços de saúde estão longe de uma pressão grave. Marcelo Rebelo de Sousa assumiu esta posição no final de …

Venezuela com 11 casos de covid-19 na véspera do jogo com o Brasil

A seleção venezuelana de futebol chamou 15 novos jogadores para a Copa América, depois de vários elementos da comitiva, entre os quais jogadores, estarem infetados com o coronavírus. Depois de a Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol) …

Rui Pereira demite-se da Mesa da Assembleia-Geral do Benfica em choque com Vieira

Rui Pereira demitiu-se do cargo de presidente da Mesa de Assembleia-Geral (MAG) do Benfica, por sentir que não tem o apoio dos corpos sociais na marcação de uma reunião magna extraordinária. Numa carta enviada ao presidente …

Rui Moreira recandidata-se à Câmara Municipal do Porto

O atual presidente da Câmara Municipal do Porto vai recandidatar-se à presidência da autarquia para um terceiro mandato, confirmou, este domingo, o presidente da direção da associação cívica – Porto, o Nosso Movimento. "É com enorme …

Cancelo testou positivo à covid-19 e será substituído por Dalot

Diogo Dalot vai substituir João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, nos convocados de Portugal, a dois dias da estreia no Euro 2020, informou, este domingo, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "Diogo Dalot, internacional …

Já é possível prever quais as mulheres que poderão ter complicações graves na gravidez

Os métodos atuais para diagnosticar complicações numa gravidez não são sensíveis nem confiáveis ​​o suficiente para identificar todas as gestações de risco. Agora, cientistas descobriram uma forma de testar os níveis hormonais na placenta para …