Uma importante cidade indiana está prestes a ficar sem água (e não será a única)

No ano passado, cerca de meio milhão de pessoas que vivem na Cidade do Cabo estava em pânico. A cidade estava a três meses de se tornar a primeira grande metrópole a esgotar completamente as suas fontes de água.

Hoje, em Chennai – a sexta maior cidade da Índia -, 4,6 milhões de pessoas ficaram sem água. A meio de uma das ondas de calor mais longas da Índia na história recente e temporais de monções, a Chennai Metro Water teve que cortar as provisões em 40%. Há semanas que os moradores da cidade sofrem com a escassez severa de água.

A água é uma das substâncias vitais que mantém as cidades humanas a funcionar sem problemas. Sem água, muitos serviços públicos em Chennai, incluindo hotéis e restaurantes, tiveram que fechar completamente.

O ar condicionado foi desativado em espaços públicos, os funcionários estão a ser mandados para casa, os hospitais estão em dificuldades e, todos os dias, os moradores precisam se alinhar durante horas ao sol escaldante, à espera que camiões de água do governo sejam trazidos das áreas externas do estado.

Aqueles que podem pagar dependem de tanques privados de água, embora estes sejam quase inacessíveis para as 820 mil pessoas que vivem nas favelas da cidade. De acordo com um relatório recente da CNN, uma família inteira nas favelas recebe apenas 30 a 40 litros de água por dia, cerca de trinta vezes menos que a família americana média.

A situação está a tornar-se terrível e está a causar tensão na cidade. Há histórias recentes de vizinhos a esfaquear-se uns aos outros por causa do acesso à água e alguns dos camiões estão a ser sequestrados nas suas rotas.

O Supremo Tribunal local condenou o governo do estado por inação e falta de previsão. Durante semanas foi aparente que as águas subterrâneas em torno e em Chennai estão severamente esgotadas e que os reservatórios locais estão secos. No entanto, o governo fez pouco mais do que esperar que as chuvas viessem.

Um responsável disse à BBC que “só a chuva pode salvar Chennai desta situação”. O próprio ministro-chefe afirmou esta semana que a crise da água estava a ser desproporcionalmente dominada pelos media. Mas nenhuma dessas afirmações é verdadeira, de acordo com o Science Alert.

A cidade começou a perfurar novos poços, apesar de a água subterrânea ser escassa. Mesmo agora, há pouca ou nenhuma reciclagem de água ou água da chuva em toda a Índia, embora essa possa ser a única solução do país.

A crise pode ter começado inicialmente em Chennai, mas especialistas sugerem que deve surgir em todo o país se as estratégias atuais da água não mudarem. Hoje, cerca de 600 milhões de pessoas na Índia enfrentam níveis elevados de stress hídrico e apenas cerca de um quarto de todas as famílias têm acesso a água potável em casa.

No ano passado, um relatório do governo indiano advertiu que até 2020, 21 cidades indianas, incluindo Delhi e Bangalore, provavelmente ficarão sem água subterrânea, impactando tanto a segurança alimentar como a da água para mais cem milhões de pessoas. “Até 2030, projeta-se que a demanda de água do país será o dobro da oferta disponível, o que implica escassez severa de água para centenas de milhões de pessoas e uma perda eventual de 6% no PIB do país”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Isto é um problema politico uma vez que na permacultura ou na agricultura sintropica há muitos anos que se ensinam as técnicas de cultivar a água e recuperar solos e recursos hídricos. Agora politicos que são o problema e dos quais não se podem esperar soluções tal qual aqui em Portugal é ser mesmo burro continuar a votar nesta gente e esperar que as coisas mudem.

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …