Importação de troféus de caça de elefantes volta a (não) ser permitida nos EUA

A administração norte-americana, liderada por Donald Trump, enfrentou esta sexta-feria duras críticas por ter anunciado que vai voltar a autorizar a importação dos chamados troféus de caça de elefantes africanos. Ao fim do dia, Trump recuou na decisão.

O Serviço de Vida Selvagem dos Estados Unidos anunciou esta sexta-feira, em comunicado, que irá voltar a permitir que os elefantes africanos do Zimbabué e Zâmbia sejam trazidos como troféus, e que, com isso, irá conseguir recolher fundos para programas de conservação de espécies.

Donald Trump tenciona reverter uma decisão tomada por Barack Obama, em 2014. O anterior governo proibiu a entrada no país de troféus de caça de elefantes. Esta alteração nos esforços para impedir a importação de presas de elefante aplica-se aos animais mortos entre janeiro e 2016 e dezembro de 2018.

“A caça desportiva legal e bem regulamentada, como parte de um programa de gestão, pode beneficiar determinadas espécies, proporcionando incentivos às comunidades locais para conservar essas espécies e colocando receitas tão necessárias de volta à conservação”, lê-se no comunicado.

A informação relativa à decisão dos EUA foi avançada na página de um conhecido fórum sul-africano de caça, o Club International Foundation, que, juntamente com a National Rifle Association, batalhou para conseguir que a lei de Obama fosse anulada.

No final do primeiro semestre de 2018, as autoridades irão proceder a uma “avaliação da situação”, com o objectivo de decidir se a importação de troféus de caça continuará a ser permitida durante mais tempo.

O elefante africano está classificado como espécie ameaçada na Lei de Espécies Ameaçadas de Extinção dos Estados Unidos desde 1979.

O número de elefantes africanos diminuiu de cerca de cinco milhões, há um século, para cerca de 400 mil. A cada ano, desde 2010, as populações desta espécie diminuem 7% em média, com mais de 30 mil mortes por ano.

Segundo a EuroNews, o Centro para a Diversidade Biológica, com sede em Tucson, no estado do Arizona, diz que os EUA permitirem a importação de presas de elefantes mortos significa que “Trump concorda com a extinção de uma espécie ameaçada“.

Nas redes sociais, são inúmeros os utilizadores inconformados com o regresso dos troféus de caça, que apelam mesmo às transportadoras norte-americanas que não aceitem transportar troféus de caça para os Estados Unidos.

Na onda de protestos estão agora a ser também partilhadas fotografias dos filhos do actual presidente americano, Donald Jr. e Eric, junto a animais selvagens mortos durante uma expedição ao Zimbabué, em 2012.

Que razão terá Trump para reverter a proibição de Obama à importação de troféus de caça?”, perguntam os utilizadores.

E um volte-face: Trump recua

Entretanto, no mesmo dia em que a polémica medida foi anunciada, o presidente dos EUA, Donald Trump, recuou na decisão e suspendeu a liberalização da importação de presas de elefante – ironicamente, o símbolo do seu próprio Partido Republicano.

Segundo o Expresso, o recuo de Trump deve-se sobretudo aos inúmeros protestos, que não se fizerem esperar, vindos quer de organizações de defesa do ambiente, quer do próprio partido republicano,com destaque para o presidente do comité de Negócios Estrangeiros da Câmara de Representantes, o republicano Ed Royce.

Royce sustenta que um dos critérios para autorizar este tipo de importações é o bom funcionamento do sistema de governo local, e neste momento o Zimbabwe, país que está “a braços com um golpe de estado para afastar o presidente Robert Mugabe”.

A contestação aumentou de tom também porque a liberalização foi anunciada por organizações que defendem a caça grossa, como a Fundação Safari Club International ou a National Rifle Association, defensora do porte livre de armas de fogo, e não pelo serviço público que tutela o sector, o U.S. Fish and Wildlife Service.

Ao final da tarde de sexta-feira, Donald Trump acabaria por anunciar que tinha decidido suspender a medida que autorizara durante a manhã.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Responder a Joe Cancelar resposta

Ex-governador brasileiro condenado a mais de 10 anos de prisão

O ex-governador do estado brasileiro de Minas Gerais foi condenado, esta quinta-feira, a uma pena de 10 anos e seis meses de prisão pela Justiça Eleitoral do país. Fernando Pimentel foi considerado culpado dos crimes de …

Áudio das viagens na Uber vai poder ser gravado

A partir de dezembro, a Uber vai passar a oferecer aos utilizadores no Brasil e no México a possibilidade de gravar o áudio da viagem com o objetivo de melhorar a segurança do motorista e …

Mourinho quer ser campeão no próximo ano (e não precisa de reforços)

O treinador português foi oficialmente apresentado como técnico do Tottenham, esta quinta-feira, e diz que já tem em vista a conquista do campeonato na próxima época. José Mourinho admitiu hoje que o título de campeão inglês …

Casal homossexual de pinguins "roubou" um ovo para poder ter a sua família

Um casal homossexual de pinguins de um jardim zoológico na Holanda estava tão ansioso por ter as suas crias que não resistiu à tentação e acabou por roubar um ovo de outro par. De acordo com …

Gabriel renova contrato com o Benfica até 2024

O médio brasileiro renovou contrato por mais uma época com o Benfica, até 2024, anunciou, esta quinta-feira, o clube no seu site oficial. "Estou muito feliz com esta renovação por mais um ano, é uma forma …

Malta Files permitiu ao Fisco recuperar milhões. Rui Pinto diz que foi um dos denunciantes

O pirata informático assumiu, esta quinta-feira, ter sido um dos denunciantes dos Malta Files, que permitiu ao Fisco identificar cidadãos e empresas portugueses que se aproveitaram do regime fiscal maltês para pagar menos impostos. "De acordo …

Há 5 anos que aparecem maços de notas nas ruas de uma aldeia inglesa (e ninguém sabe porquê)

Os residentes de uma aldeia inglesa andam a descobrir maços de notas nas ruas desde 2014. Um mistério que, até agora, ninguém conseguiu explicar. Mas há várias teorias e uma envolve o Pai Natal! O dinheiro …

Em 2018, só nove crianças foram colocadas em famílias de acolhimento

Apenas nove crianças tiveram uma medida de proteção em regime de acolhimento familiar em 2018, sendo que quase todas as crianças sinalizadas pelas comissões de menores ficaram na família, a maioria junto dos pais. De acordo …

Militar da GNR diz que droga apreendida na "casinha" era da Juve Leo

Decorreu, esta quinta-feira, a terceira sessão do julgamento da invasão à academia do Sporting, que decorre no tribunal de Monsanto, em Lisboa. O militar da GNR João Oliveira admitiu hoje, em tribunal, que a posse da …

Continental vai acabar com 5500 empregos em todo o mundo até 2028

A alemã Continental vai suprimir 5.500 empregos no mundo até 2028, num contexto de abrandamento conjuntural e de queda da procura por motores a combustão, anunciou esta quarta-feira o fornecedor automóvel germânico. Com o objetivo de …