Rede de imigração ilegal no SEF. Denúncias de corrupção eram antigas, mas ficaram na gaveta

Tiago Petinga / Lusa

A inspectora do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que foi detida nesta semana, por pertencer alegadamente a uma rede de imigração ilegal, já tinha sido identificada num inquérito interno desta entidade, devido às mesmas suspeitas. Mas o caso ficou na gaveta.

As suspeitas de corrupção na legalização de imigrantes no interior do SEF eram antigas e foram alvo de um inquérito disciplinar interno que acabou arquivado, conforme apurou o Diário de Notícias (DN).

O processo passou também pelas mãos do Ministério Público (MP) e do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, mas não saiu da gaveta, apesar de terem sido encontradas “provas de irregularidades e ilegalidades na concessão de autorizações de residência” e das conclusões de que foram concedidos “milhares de vistos à margem da lei, incluindo a três estrangeiros procurados pelas autoridades nacionais e internacionais”, como cita o DN.

A inspectora do SEF agora detida nunca foi punida nesse inquérito disciplinar que ficou concluído em Julho de 2017 e que implicava ainda outros funcionários da entidade, nomeadamente o então director nacional adjunto, Luís Gouveia, e a sub-directora da Direcção Regional de Lisboa e Vale do Tejo, Paula Azevedo Cristina.

O inquérito acabou por ser arquivado por ordem do director do SEF na altura, Carlos Moreira, frisa o DN, notando que “nem chegaram a ser enviadas para o MP as certidões para que fosse aberta uma investigação criminal”.

Todavia, o MP terá tido conhecimento do caso, mas não investigou, de acordo com o mesmo jornal que cita uma nota da Procuradoria-Geral da República de 2017, onde se frisa que “os elementos recolhidos oportunamente foram objecto de análise, não tendo sido identificados factos susceptíveis de integrarem ilícitos criminais”.

Também o ministro da Administração Interna terá tido conhecimento do caso. O inquérito foi arquivado quando Eduardo Cabrita chegou ao cargo, em Outubro de 2017. O ministro chegou a ir ao Parlamento para dar explicações sobre o processo, não negando ter conhecimento da sua existência. Mas não tomou qualquer medida relativamente às suspeitas investigadas.

Eduardo Cabrita acabou por nomear Luís Gouveia, um dos visados no inquérito disciplinar do SEF, para a Representação Permanente Portuguesa junto à União Europeia (REPER), alegando, na altura, que “não havia registo de nenhum processo disciplinar” a impedir a nomeação.

Também Paula Azevedo Cristina, outra das investigadas, foi nomeada para outro cargo em Bruxelas, respectivamente para a Frontex.

O DN apurou que a Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI) abriu uma auditoria ao caso em 2016, que continua “pendente” volvidos três anos.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A População em geral que como eu, toma conhecimento dos inúmeros casos de “podridão”, ao quotidiano; Só pode opinar, como eu faço neste espaço de liberdade de opinião !. Pena é que por muito que sejam reveladas estas vergonhosas situações, chega-se a conclusão que o “corporativismo” vigora, e que a arte de abafar estas situações por parte dos diferentes poderes torna-se não num defeito mas num habilidoso condão !

RESPONDER

Novo método permite que painéis solares produzam mil vezes mais energia

Um novo método permite que os painéis solares produzam mais energia do que é habitual. A técnica passa pelo uso de cristais ferroelétricos, em vez de silício. Os investigadores da Martin Luther University Halle-Wittenberg (MLU) descobriram …

"Solo ciborgue" revela a metrópole microbiana secreta debaixo dos nossos pés

Uma equipa de investigadores criou um "solo ciborgue" para poder estudar como é que é a vida dos micoorganismos no solo debaixo dos nossos pés. Cave uma colher de chá do solo mais próximo e o …

Graças a Eunice Foote, cientistas já compreendiam as alterações climáticas em 1856

Há quase dois séculos, os cientistas já sabiam o que causava as alterações climáticas graças ao trabalho da cientista norte-americana Eunice Foote. Muito antes da atual divisão política sobre as alterações climática, e mesmo antes da …

Em Sydney, as cacatuas aprenderam a assaltar caixotes do lixo. A técnica já é popular

A técnica é simples: agarrar a tampa do caixote do lixo com o bico, abri-la, e em seguida arrastar as patas de modo a colocar a tampa para trás. Em Sidney, este é o método …

Bolsonaro já ameaçou um golpe militar. Brasileiros temem agora que esteja a planear um

Há mais de duas décadas, Jair Bolsonaro ameaçou que faria um gole militar se fosse Presidente. Agora, os brasileiros temem que ele cumpra com a sua "promessa". Numa entrevista televisiva de 1999, o então deputado Jair …

Descoberta de naufrágios da Segunda Guerra pode estimular turismo subaquático em Itália

Quem visitar o sul de Itália no futuro poderá vir a contar com uma nova atividade. A recente descoberta de quarenta naufrágios na costa da ilha de Lampedusa poderá dar origem a uma nova oportunidade …

Costa diz que recuperação económica tem de ser feita "com os olhos postos no futuro"

O primeiro-ministro salientou, este domingo, que a recuperação económica do país "tem de ser feita com os olhos postos no futuro", considerando essencial assegurar condições às novas gerações para se autonomizarem. "A recuperação económica tem de …

Centenas de vendedores de rua na Índia são milionários em segredo

O Fisco indiano descobriu que centenas de vendedores de rua são milionários em segredo. Estes comerciantes foram apanhados a fugir aos impostos. Quando pensamos em milionários, provavelmente imaginamos uma pessoa com uma grande mansão, carros desportivos …

Portugal com mais oito mortes e 2625 novos casos de covid-19

Portugal registou, este domingo, mais oito mortes e 2625 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 2625 novos …

"Cabrita transformou-se numa espécie de ministro sempre em pé", diz líder do CDS

O líder do CDS-PP disse, este sábado, que o país já não confia no ministro da Administração Interna, a quem apelidou de "ministro sempre em pé", adiantando que já se fazem apostas sobre quando será …