A Ilha de Komodo pode deixar de o ser. Os turistas estão a roubar os dragões

A ilha indonésia de Komodo está prestes a fechar para turistas durante um ano, segundo indicam alguns órgãos de comunicação locais. Esta trata-se de uma medida do Governo para combater uma alegada rede de tráfico dos famosos dragões de Komodo.

A partir de janeiro de 2020 a entrada na ilha estará proibida a turistas, de acordo com indicações do porta-voz da administração local, Marius Jelamu. Os planos para limitar a entrada de turistas na ilha não são recentes, mas agora, a descoberta de uma suposta rede de contrabando destes dragões poderá mesmo levar ao fecho da ilha, informa o Tempo.

Segundo indicações deste jornal indonésio, 41 dragões de Komodo foram roubados da ilha para ser vendidos no estrangeiro. Cada um destes lagartos custa 500 milhões de rupias — o equivalente a cerca de 30 mil euros. O caso de contrabando foi exposto pela polícia de Java Oriental.

Durante o fecho da ilha, os animais vão ser integrados num programa de conservação animal, que irá procurar aumentar a população da espécie e preservar o seu habitat natural. Marius Jelamu diz que o encerramento só vai acontecer na Ilha de Komodo e não em todas as áreas de conservação do lagarto.

Jelamu diz que o encerramento temporário da ilha dará ao Governo o tempo necessário para a conservação da espécie, de forma a garantir alimento suficiente para os dragões e preservar o meio ambiente da ilha.

A CNN recorda que a ilha de Komodo se tem tornado cada vez mais popular nos últimos anos, graças ao surgimento de novos voos e hotéis na cidade vizinha de Labuan Bajo, na Ilha de Flores. Atualmente, o Parque Nacional de Komodo recebe uma média de 10 mil visitantes por mês.

O dragão de Komodo, famoso pela sua mordida venenosa e enorme tamanho, pode crescer até aos três metros de comprimento e pesar até 70 quilos. Há mais de 5 mil dragões espalhados pelas regiões de Komodo, Rinca, Gili Motong e Flores.

  ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Acho muito bem que se feche a ilha a turistas!.. E se lá tentarem entrar clandestinos, balázio nos traficantes! Há que proteger os Dragões de Komodo. Gente é o que não falta no mundo e gente desta faz tanta falta como a fome.

    Deviam colocar placas por toda a ilha a dizer: “Há snipers à espreita de quem entrar clandestino na ilha. A responsabilidade é sua se o conteúdo diarreico da sua caixa craniana acabar a adubar a ilha.”

  2. Não me parece que sejam os turistas!….
    Todos nós sabemos o carácter da maioria do povo da indonésia!
    Fazem tudo por dinheiro!
    Só procurarem no Google, noticias sobre os zoológicos na Indonésia, até sobre os “ditos” santuários!
    Atrevo-me a dizer que são dos povos que menos respeito tem pelos animais!

RESPONDER

Erro em laboratório britânico poderá ter provocado 43 mil falsos negativos

Cerca de 43 mil pessoas poderão ter sido informadas erradamente de que não sofriam de covid-19 devido a problemas num laboratório privado no Reino Unido, anunciaram esta sexta-feira as autoridades de saúde britânicas. O Departamento de …

Rio anuncia voto contra o Orçamento para 2022 - e dá 50% de hipóteses de crise política

O Presidente da República recebe esta sexta-feira, em audiência em Belém, os partidos com assento parlamentar no âmbito do Orçamento do Estado para o próximo ano. O primeiro partido a ser ouvido foi o PSD. O …

Raphinha, ex-Sporting e Vitória, é a nova figura da selecção brasileira

Brasil goleou o Uruguai e Raphinha marcou dois golos em Manaus: "Esta noite poderia nunca acabar". O Brasil voltou às vitórias, na qualificação para a fase final do Mundial 2022. Depois do (único) deslize, no empate …

Portugal regista mais 766 novos casos e sete mortes. País está perto da zona "laranja" da matriz de risco

Portugal registou nesta quinta-feira sete mortes devido à covid-19 e 766 novas infeções pelo novo coronavírus, de acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado nesta sexta-feira. O boletim epidemiológico desta sexta-feira indica ainda …

Leão diz que despesa de 1,8 mil milhões com CP não tem de ser negociada com Bruxelas

O ministro das Finanças considerou hoje que não será necessário negociar com Bruxelas a despesa excecional de 1.815 milhões de euros com a CP pois o objetivo é enquadrar a medida dentro das regras de …

Obra de Banksy que se autodestruiu vendida por valor recorde de 21,8 milhões

A obra do artista britânico, que há três anos se autodestruiu parcialmente depois de ter sido vendida por 1,2 milhões de euros, foi vendida, esta quinta-feira, por 21,8 milhões. Em 2018, "Girl With Balloon", que mostrava …

Seis prioridades para o Newcastle, se quiser ser o novo Manchester City

Lista elaborada por quem tratou da "revolução" em Manchester, a partir de 2008. O Newcastle United tem dinheiro mas (ainda) não tem uma grande equipa, nem é visto como um grande clube europeu. Os milhões de libras …

Temido diz que "por detrás de cada euro" investido no SNS estão mais cuidados de saúde

A ministra da Saúde afirmou, esta quinta-feira, que o Orçamento do Estado para 2022 permitirá "promover a recuperação" do país e que por detrás de cada euro investido no Serviço Nacional de Saúde (SNS) …

Há alunos ainda sem manuais devido a atrasos na impressão e distribuição

A Associação Portuguesa de Editores e Livreiros justifica os atrasos com o fim mais tardio do ano lectivo anterior, o que levou a que todo o processo ficasse atrasado. Segundo avança o Público, cerca de um …

O Twitter foi palco de troca de acusações entre os primeiros-ministros da Eslovénia e dos Países Baixos

Troca de palavras decorreu na rede social com acusações pouco habituais entre chefes de Governo e principais figuras das instituições europeias. Foi num tom pouco habitual e num cenário igualmente pouco expectável — pelo seu nível …