Ilha desabitada no Reino Unido está cheia de elásticos coloridos (e já se sabe porquê)

Seth Jackson / National Trust

Os guardas-florestais que cuidam de uma colónia de pássaros protegidos, localizada numa ilha remota na costa da Cornualha, no Reino Unido, encontraram milhares de elásticos coloridos, apesar de não haver nenhum humano a habitar a região.

De acordo com o National Trust, uma instituição de caridade britânica para conservação ambiental e patrimonial na Inglaterra, País de Gales e Irlanda do Norte, os elásticos são depositados na Ilha Muillon por gaivotas e outras aves marinhas. A entidade suspeita que as aves confundem os elásticos com vermes.

“Notamos os elásticos pela primeira vez numa visita de monitorização durante a época de reprodução e ficamos confusos com a razão pela qual havia tantas e a forma como chegaram lá”, disse Mark Grantham, do West Cornwall Ringing Group, em comunicado. “Para evitar perturbar os pássaros, fizemos uma viagem especial no outono para limpar. Em apenas uma hora, apanhamos milhares de elásticos e punhados de resíduos de pesca “.

Um pequeno posto rochoso na Península Lizard, a ilha Mullion oferece refúgio para pássaros. A ilha desabitada é tão remota que requer uma permissão especial para visitá-la. Mesmo assim, o National Trust diz que está a sofrer com os impactos humanos.

“Plástico e borracha ingeridos são outro fator de uma longa lista de desafios que as nossas gaivotas e outras aves marinhas devem enfrentar para sobreviver”, disse Rachel Holder, guarda florestal do National Trust. “Apesar de serem barulhentos e aparentemente comuns, as gaivotas estão em declínio. Já estão a lutar com mudanças nas populações de peixes e perturbações nos locais de nidificação – e comer elásticos e resíduos de pesca não ajuda a aliviar a situação”.

Especialistas acreditam que as gaivotas confundem os elásticos com comida, apanhado-os quando visitam campos agrícolas no continente. Os guardas florestais relataram ter encontrado elásticos coloridas, bem como pacotes de rede de pesca verde e corda que os pássaros terão retirado da superfície do oceano.

A organização pede que as empresas considerem que a forma como se livram de plástico, látex e outros resíduos podem causar danos inadvertidos à vida selvagem.

“Os materiais de uso único estão a ter impacto alarmante nos lugares mais remotos do nosso país. Cabe-nos a todos assumir a responsabilidade pela forma como usamos e descartamos esses objetos, sejam produtores ou consumidores”, disse Lizzy Carlyle, chefe de práticas ambientais do National Trust.

O National Trust observa que os incidentes com a ingestão de plásticos são bem conhecidos em todo o mundo. Nos últimos anos, as grandes populações de gaivota-de-costas-pretas caíram 30% e a gaivota-prateada agora é listada como uma ave de preocupação.

O plástico tornou-se omnipresente em todo o mundo e os seus impactos são vistos em animais em quase todos os níveis, das maiores baleias aos menores corais. Contaminantes de resíduos plásticos foram encontrados dentro dos ovos de aves marinhas no remoto deserto do Ártico e embrulhados em ninhos de cisnes. Os esforços internacionais para banir plásticos de uso único avançaram nos últimos anos, mas os seus efeitos continuam a fluir pelos ecossistemas.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Não são só os humanos. Até os cães-guia podem vir a ser substituídos por robôs

A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) não ameaça apenas automatizar o trabalho dos humanos. Os cães-guia, que ajudam pessoas com deficiência visual a navegar com segurança pelo mundo, podem ser os seus próximos alvos. Uma equipa …

Laboratório investigado em Madrid depois de vídeo mostrar maus tratos a animais

Um laboratório em Madrid, Espanha, está a ser investigado por alegados maus tratos a animais, depois de uma inspeção confirmar as suspeitas de abuso filmadas por um antigo funcionário. O vídeo divulgado pela Cruelty Free International …

Equipa realiza primeiro transplante de traqueia do mundo. Pode reverter danos causados pela covid-19

Uma equipa de cirurgiões realizou o primeiro transplante de traqueia humana do mundo. A cirurgia foi feita numa mulher com graves danos no órgão, revelou o Hospital Mount Sinai, em Nova Iorque. A recetora do transplante …

Em 2020, os mais velhos renderam-se aos "animais de estimação pandémicos"

Uma nova investigação revelou que as famílias com crianças não foram as únicas a aderir à tendência dos "animais de estimação pandémicos" em 2020. Os mais velhos também não resistiram. Segundo a National Poll on Healthy …

Tramado por uma turfeira. Homem confessa assassinato, mas corpo encontrado tinha 1600 anos

O que tinha tudo para ser um casamento feliz, acabou em tragédia. Num estranho caso em que uma simples planta ditou o desfecho de uma investigação criminal. Em 1959, a retratista e entusiasta de viagens Malika …

"Projeto Bernanke". Google terá usado programa secreto para dar vantagem ao seu sistema de anúncios

A Google terá usado durante anos um programa secreto que usava dados de lances anteriores na bolsa de publicidade digital da empresa para dar ao seu próprio sistema de compra de anúncios uma vantagem sobre …

Para "proteger a verdade histórica", Rússia divulga documentos que revelam atrocidades nazis em Stalingrado

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou documentos desclassificados que detalham atrocidades cometidas por soldados e oficiais nazis durante a II Guerra Mundial. A divulgação destes documentos, que foram publicados no site do Ministério da Defesa …

Espanha. Funcionários públicos podem trabalhar três dias em casa sem perder direitos

O Governo espanhol e os sindicatos de funcionalismo público chegaram, esta segunda-feira, a um acordo que prevê que os trabalhadores da Administração Pública podem trabalhar três dias por semana em casa com os mesmos direitos …

Rara coleção de um dos primeiros fotógrafos da História vai a leilão nos EUA

Quase 200 imagens de um dos primeiros fotógrafos da história, William Henry Fox Talbot, vão a leilão, em Nova Iorque, já este mês. A coleção de William Henry Fox Talbot será parte do leilão "50 obras-primas …

Em greve de fome, Navalny é ameaçado ser alimentado à força. Ativistas falam em tortura

O opositor russo Alexei Navalny afirmou hoje na rede social Twitter que as autoridades penitenciárias estão a ameaçar alimentá-lo à força para quebrar a greve de fome que mantém na prisão desde 31 de março. “Ele …