Igreja exibe em França a túnica que Cristo usou no caminho para a cruz

A túnica que terá sido usada por Jesus Cristo antes de ser crucificado foi recentemente restaurada em França e está a ser excepcionalmente exibida na basílica de Saint-Denys de Argenteuil, nos arredores de Paris, atraindo milhares de visitantes.

A peça de roupa é considerada pela Igreja Católica uma das maiores relíquias do cristianismo, ao lado do sudário de Oviedo e do sudário de Turim, que terá envolvido o corpo de Jesus no sepulcro.

A Santa Túnica, como é chamada a peça de roupa que teria sido usada por Cristo no caminho para a cruz, pertence à igreja francesa há 1200 anos.

A imperatriz Irene de Constantinopla, actualmente Istambul, na Turquia, terá oferecido a peça no início do século 9 ao rei francês Carlos Magno, que a doou ao clero de Argenteuil.

A Santa Túnica é exibida ao público, numa cerimónia conhecida como “ostentação“, de 50 em 50 anos.

Depois de ter sido exibida em 1984, a próxima ostentação seria apenas em 2034.

Mas, devido ao recente restauro da peça e das comemorações dos 150 anos da basílica de Argenteuil, a Igreja decidiu antecipar o evento.

Em circunstâncias normais, a túnica é conservada enrolada num relicário. Apenas um pequeno pedaço de tecido pode ser visto, através de um vidro.

A peça de vestuário é composta por mais de 20 fragmentos de tecido castanho. Num restauro anterior, tinham sido costurados num suporte de cetim claro, que estava muito deteriorado.

O restauro actual consistiu em retirar os fragmentos da peça original e recosturá-los sobre um tecido mais escuro e mais grosso.

“Constatamos que, com um fundo mais escuro, os buracos na peça de roupa ficam menos visíveis”, diz à BBC a restauradora de antiguidades Claire Beugnot, que já restaurou várias peças de tecido para o museu do Louvre.

“Desta forma, foi possível dar maior coerência, em termos visuais, à túnica”, acrescenta a restauradora.

Autenticidade contestada

Como outras grandes relíquias do cristianismo, a Santa Túnica tem também a sua autenticidade contestada por alguns.

Segundo a Igreja, que se baseia em estudos científicos, a túnica pertencente à basílica de Argenteuil é a que foi usada por Jesus antes de ser crucificado.

Desde o século XIX, inúmeros investigadores e cientistas analisaram a peça.

SainteTunique / Facebook

A Santa Túnica em exibição em Saint-Denys de Argenteuil

A Santa Túnica em exibição em Saint-Denys de Argenteuil

Foi demonstrado que quer o material usado, lã de carneiro, quer o método de coloração e o processo de tecelagem, correspondem às práticas usadas na Palestina e na Síria no início da era cristã.

Análises permitiram também identificar a presença de sangue nas costas e nos ombros da túnica, nos locais onde Jesus teria apoiado a cruz ao carregá-la.

Um outro exame revelou que o sangue encontrado na vestimenta é do tipo AB, o mesmo presente nos sudários de Oviedo de Turim.

Mas um teste de Carbono 14, para determinar a idade de tecidos orgânicos, realizado em 2004, revelou que a túnica teria sido tecida entre os anos de 530 e 640, ou seja, pelo menos cinco séculos depois da morte de Jesus.

Grande público

As autoridades religiosas afirmam que o teste de Carbono 14 nem sempre é preciso no caso de tecidos antigos.

A Igreja relativiza a conclusão deste teste científico, alegando que o resultado pode ter sido alterado devido ao facto da túnica ter ficado enterrada durante muito tempo e ter, provavelmente, entrado em contacto com materiais orgânicos em decomposição.

“Não há uma etiqueta nas costas onde esteja escrito Jesus da Nazaré. Temos indícios de que não há contradições em relação a datações antigas”, afirma o padre Guy Emmanuel Cariot, reitor da basílica de Saint-Denys de Argenteuil,.

Sabemos que a túnica foi usada por um homem e que há sangue na peça, do mesmo tipo das duas outras grandes relíquias têxteis da Paixão do Cristo”, diz o padre, referindo-se aos sudários.

Na sua longa e tumultuosa história, a túnica, segundo os eclesiásticos, foi escondida numa parede do mosteiro da cidade, para a proteger da invasão dos vikings, e só foi descoberta na Idade Média, durante obras no local.

Vários séculos depois, durante a Revolução Francesa, a peça foi cortada em vários pedaços por um padre e enterrada, também para evitar a sua destruição total pelos revolucionários.

Os fragmentos só foram localizados muitos anos mais tarde, e nem todos as partes foram encontradas.

A Santa Túnica ficará exposta até 10 de abril. A expectativa é que 150 mil pessoas visitem a basílica.

Devido à grande afluência de público prevista, só será possível passar rapidamente em frente à redoma de vidro onde a peça é exibida.

ZAP / BBC

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. sim! e quanto custa a entrada????não acredito que os padres economistas permitam uma visita gratuita. Digo isto com todo o respeito pela religião cristã pois também assim me considero, mas desconfio dos homens…………

  2. Isto é uma tolice para enganar mais uns parolos. Então o homem não ia seminu a ser chicoteado pelo caminho e a sangrar? E agora afinal levava uma túnica? Quando será que a Igreja deixa de alimentar estas baboseiras que só desacreditam o trabalho que diz fazer? isto parece um modo tipo feira de arrecadar uns patacos para os padres!

  3. Certamente, que não será preciso o teste do Carbono 14. Se analisarem bem, numa pontinha da túnica, ainda vão encontrar o ” madeira In China “

  4. Se o pessoal do CSI Miami tivesse analisado o material em questão até descobria nele parte do chip do cartão de cidadão do JCristo com dados biométricos a atestar a veracidade do proprietário.
    Eh Eh a igreja está com medo do que vem escrito na recente bíblia descoberta? e de ir por água a abaixo uma falácia com 2016 anos? Não temeis que há muitas donas Olgas a defender essa treta tão bem organizada.
    A propósito quantos nomes da igreja estarão nos papeis do Panamá?

RESPONDER

Não há qualquer hipótese de resgatar os corpos dos 44 tripulantes do ARA San Juan

O ministro de Defesa da Argentina, Oscar Aguad, afirmou este domingo que não há tecnologia capaz de resgatar do mundo do mar o submarino ARA San Juan, localizado este sábado a 900 metros de profundidade …

Talvez os neandertais não fossem tão brutos como se pensava

Apesar de vários esqueletos de neandertais terem sido encontrados com ferimentos graves na cabeça e no pescoço, um novo estudo sugerem que não fossem tão violentos como se pensava. Na verdade, os níveis de lesões cranianas …

A galáxia mais brilhante do Universo é "canibal"

A galáxia mais brilhante já descoberta no Sistema Solar, a W2246-0526, localizada na constelação Aquarius, devorou não duas mas três das suas galáxias-satélites, o que pode explicar a sua forte luminosidade. De acordo com um novo …

Picasso roubado há 6 anos na Holanda terá sido encontrado sob uma árvore na Roménia

Procuradores romenos estão a investigar se um quadro que apareceu este sábado na Roménia é o mesmo que há seis anos foi roubado de um museu da Holanda, noticiou a agência de notícias Associated Press. A …

O colossal drone solar da Boeing vai voar em 2019

A Aurora Flight Sciences, subsidiária da Boeing, vai lançar em 2019 o seu drone solar Odysseus, que terá a capacidade voar durante meses de forma autónoma e o objectivo de dar acesso Internet a todo …

Justiça brasileira proíbe TV de divulgar inquérito sobre morte de Marielle Franco

A decisão judicial de proibir a emissão de reportagens sobre a investigação do assassinato da vereadora carioca responde a um pedido da polícia do Rio de Janeiro e do Ministério Público. A emissora afirma que …

Relatório revela 71 locais com elevado risco de inundações em Portugal

Portugal tem 71 zonas com elevado risco de inundação, de acordo com um relatório da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que analisou fenómenos extremos ocorridos, fazendo previsões para o futuro. O relatório "Avaliação Preliminar do Risco …

Cinco pessoas mortas por intoxicação de CO em Vila Real

Cinco pessoas da mesma família morreram este domingo, devido a uma intoxicação, no concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real, adiantou à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Vila Real. A …

O discurso de ódio já está em Portugal

O diretor da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto, alertou, em entrevista à agência Lusa, para a presença do discurso de ódio em Portugal, apontando o combate à discriminação como o maior desafio atual dos direitos …

Menino francês suicida-se após castigo por usar telemóvel na escola

Um menino de 11 anos suicidou-se na cidade de Beausoleil, perto do Mónaco, no sul da França, depois de ter recebido um castigo no colégio por ter usado o telemóvel na sala de aula. A criança, …