Igreja exibe em França a túnica que Cristo usou no caminho para a cruz

A túnica que terá sido usada por Jesus Cristo antes de ser crucificado foi recentemente restaurada em França e está a ser excepcionalmente exibida na basílica de Saint-Denys de Argenteuil, nos arredores de Paris, atraindo milhares de visitantes.

A peça de roupa é considerada pela Igreja Católica uma das maiores relíquias do cristianismo, ao lado do sudário de Oviedo e do sudário de Turim, que terá envolvido o corpo de Jesus no sepulcro.

A Santa Túnica, como é chamada a peça de roupa que teria sido usada por Cristo no caminho para a cruz, pertence à igreja francesa há 1200 anos.

A imperatriz Irene de Constantinopla, actualmente Istambul, na Turquia, terá oferecido a peça no início do século 9 ao rei francês Carlos Magno, que a doou ao clero de Argenteuil.

A Santa Túnica é exibida ao público, numa cerimónia conhecida como “ostentação“, de 50 em 50 anos.

Depois de ter sido exibida em 1984, a próxima ostentação seria apenas em 2034.

Mas, devido ao recente restauro da peça e das comemorações dos 150 anos da basílica de Argenteuil, a Igreja decidiu antecipar o evento.

Em circunstâncias normais, a túnica é conservada enrolada num relicário. Apenas um pequeno pedaço de tecido pode ser visto, através de um vidro.

A peça de vestuário é composta por mais de 20 fragmentos de tecido castanho. Num restauro anterior, tinham sido costurados num suporte de cetim claro, que estava muito deteriorado.

O restauro actual consistiu em retirar os fragmentos da peça original e recosturá-los sobre um tecido mais escuro e mais grosso.

“Constatamos que, com um fundo mais escuro, os buracos na peça de roupa ficam menos visíveis”, diz à BBC a restauradora de antiguidades Claire Beugnot, que já restaurou várias peças de tecido para o museu do Louvre.

“Desta forma, foi possível dar maior coerência, em termos visuais, à túnica”, acrescenta a restauradora.

Autenticidade contestada

Como outras grandes relíquias do cristianismo, a Santa Túnica tem também a sua autenticidade contestada por alguns.

Segundo a Igreja, que se baseia em estudos científicos, a túnica pertencente à basílica de Argenteuil é a que foi usada por Jesus antes de ser crucificado.

Desde o século XIX, inúmeros investigadores e cientistas analisaram a peça.

SainteTunique / Facebook

A Santa Túnica em exibição em Saint-Denys de Argenteuil

A Santa Túnica em exibição em Saint-Denys de Argenteuil

Foi demonstrado que quer o material usado, lã de carneiro, quer o método de coloração e o processo de tecelagem, correspondem às práticas usadas na Palestina e na Síria no início da era cristã.

Análises permitiram também identificar a presença de sangue nas costas e nos ombros da túnica, nos locais onde Jesus teria apoiado a cruz ao carregá-la.

Um outro exame revelou que o sangue encontrado na vestimenta é do tipo AB, o mesmo presente nos sudários de Oviedo de Turim.

Mas um teste de Carbono 14, para determinar a idade de tecidos orgânicos, realizado em 2004, revelou que a túnica teria sido tecida entre os anos de 530 e 640, ou seja, pelo menos cinco séculos depois da morte de Jesus.

Grande público

As autoridades religiosas afirmam que o teste de Carbono 14 nem sempre é preciso no caso de tecidos antigos.

A Igreja relativiza a conclusão deste teste científico, alegando que o resultado pode ter sido alterado devido ao facto da túnica ter ficado enterrada durante muito tempo e ter, provavelmente, entrado em contacto com materiais orgânicos em decomposição.

“Não há uma etiqueta nas costas onde esteja escrito Jesus da Nazaré. Temos indícios de que não há contradições em relação a datações antigas”, afirma o padre Guy Emmanuel Cariot, reitor da basílica de Saint-Denys de Argenteuil,.

Sabemos que a túnica foi usada por um homem e que há sangue na peça, do mesmo tipo das duas outras grandes relíquias têxteis da Paixão do Cristo”, diz o padre, referindo-se aos sudários.

Na sua longa e tumultuosa história, a túnica, segundo os eclesiásticos, foi escondida numa parede do mosteiro da cidade, para a proteger da invasão dos vikings, e só foi descoberta na Idade Média, durante obras no local.

Vários séculos depois, durante a Revolução Francesa, a peça foi cortada em vários pedaços por um padre e enterrada, também para evitar a sua destruição total pelos revolucionários.

Os fragmentos só foram localizados muitos anos mais tarde, e nem todos as partes foram encontradas.

A Santa Túnica ficará exposta até 10 de abril. A expectativa é que 150 mil pessoas visitem a basílica.

Devido à grande afluência de público prevista, só será possível passar rapidamente em frente à redoma de vidro onde a peça é exibida.

ZAP / BBC

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. sim! e quanto custa a entrada????não acredito que os padres economistas permitam uma visita gratuita. Digo isto com todo o respeito pela religião cristã pois também assim me considero, mas desconfio dos homens…………

  2. Isto é uma tolice para enganar mais uns parolos. Então o homem não ia seminu a ser chicoteado pelo caminho e a sangrar? E agora afinal levava uma túnica? Quando será que a Igreja deixa de alimentar estas baboseiras que só desacreditam o trabalho que diz fazer? isto parece um modo tipo feira de arrecadar uns patacos para os padres!

  3. Certamente, que não será preciso o teste do Carbono 14. Se analisarem bem, numa pontinha da túnica, ainda vão encontrar o ” madeira In China “

  4. Se o pessoal do CSI Miami tivesse analisado o material em questão até descobria nele parte do chip do cartão de cidadão do JCristo com dados biométricos a atestar a veracidade do proprietário.
    Eh Eh a igreja está com medo do que vem escrito na recente bíblia descoberta? e de ir por água a abaixo uma falácia com 2016 anos? Não temeis que há muitas donas Olgas a defender essa treta tão bem organizada.
    A propósito quantos nomes da igreja estarão nos papeis do Panamá?

RESPONDER

Mais seis mortos e 854 casos de covid-19. Lisboa com 49% das novas infeções

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 854 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal …

Novo primeiro-ministro belga nomeado após 16 meses de crise política

O atual ministro das Finanças da Bélgica, Alexander de Croo, toma posse esta quinta-feira como primeiro-ministro, depois de ter sido na quarta-feira formalmente nomeado para o cargo, pondo fim a uma longa maratona de 16 …

Cortes de água, luz, gás e telecomunicações regressam esta quinta-feira

A partir desta quinta-feira, regressam os cortes de água, eletricidade, gás natural e telecomunicações para todos os consumidores em situação de desemprego, com uma quebra de rendimentos de, pelo menos, 20% ou que estejam infetados …

Moderna contradiz Trump. Não haverá vacina até às eleições

O diretor-executivo da farmacêutica Moderna Therapeutics, que está a desenvolver uma das mais avançadas vacinas para a covid-19, disse que esta não estará pronta até às eleições presidenciais dos Estados Unidos. Em declarações ao jornal Financial …

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …