Hospitais de Santa Maria e Pulido Valente querem “internar” em casa 1.800 pacientes por ano

Ivendrell / Wikimedia

Hospital de Santa Maria, Lisboa

O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) vai começar no princípio de fevereiro a “internar” doentes em casa, projetando que, dentro de três anos, seja o maior serviço de hospitalização domiciliária do país, tratando 1.800 doentes por ano.

A informação foi avançada à agência Lusa por fonte oficial da administração do Centro Hospitalar que integra o Santa Maria e o Pulido Valente.

A hospitalização domiciliária no CHULN começará na primeira semana de fevereiro, arrancando primeiro com seis camas e com uma equipa de uma dezena de profissionais, entre médicos, enfermeiros, assistente social, farmacêutico e assistente operacional.

A partir de junho, a administração do Santa Maria e Pulido Valente conta ter 20 camas. Dentro de três anos, o centro hospitalar projeta ter “o maior serviço de hospitalização domiciliária do país com 50 camas, o equivalente a uma ou duas enfermarias hospitalares, tratando cerca de 1.800 doentes/ano”.

Segundo o regulamento da unidade de hospitalização domiciliária, a que a agência Lusa teve acesso, este modelo dirige-se a doentes em “situação clínica transitória”, como os casos de doença aguda, que necessitem transitoriamente de internamento mas prescindem da presença no hospital.

O modelo de hospitalização domiciliária tem vantagens “ao nível do controlo de infeção hospitalar e na redução dos custos relacionados com o internamento hospitalar”. “Há evidência científica da segurança do tratamento agudo em hospitalização domiciliária de um conjunto de doenças, como doença pulmonar obstrutiva crónica, insuficiência cardíaca crónica ou infeções adquiridas na comunidade”, refere o regulamento da unidade.

Para o CHULN, este modelo permite assegurar “uma assistência contínua, coordenada e humanizada a doentes que cumpram um conjunto de critérios clínicos, sociais e geográficos, que permitam a sua hospitalização no domicílio, sob responsabilidade de profissionais de saúde e com concordância do cidadão e da família”.

A unidade de hospitalização domiciliária que arranca na primeira semana de fevereiro vai funcionar sete dias por semana e 24 horas por dia, com apoio médico e de enfermagem que pode ser em permanência ou em regime de prevenção. A admissão para o internamento em casa será sempre voluntária e só depois de avaliada clinicamente.

Em novembro, em entrevista à agência Lusa, o diretor clínico do CHULN, Luís Pinheiro, defendia que a hospitalização no domicílio é “uma realidade perfeitamente conhecida e validada”.

Cerca de 20 hospitais públicos em Portugal têm hospitalização domiciliária e a ministra da Saúde já assumiu que quer alargar estes projetos a todas as unidades hospitalares do SNS. Esta terça-feira, a ministra da Saúde, Marta Temido, e o secretário de Estado da Saúde, António Sales, participam em Beja numa sessão de trabalho sobre “Hospitalização Domiciliária / Balanço e Desafios 2020”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Enfermeiros que deixem de ser chefes regressam ao início da carreira

Há enfermeiros que regressaram ao início de carreira depois de terem abandonado as suas funções de chefia, revela o jornal Público. Tal como escreve o matutino, que avança a notícia esta quinta-feira, para que estes …

"Ronaldo foi abandonado pela equipa". Imprensa italiana arrasa Juve e elogia CR7

O Lyon tirou partido do fator casa e surpreendeu a octocampeã italiana, Juventus, em França, e ganhou esta quarta-feira uma vantagem importante - embora ténue - na eliminatória com os bianconeri para a Liga dos …

Costa desaconselha viagens de finalistas. Associação de pais diz que "não vale o risco"

O primeiro-ministro, António Costa, admitiu esta quinta-feira que Portugal acabará por ter casos de coronavírus "mais cedo ou mais tarde". No entender líder do Executivo, que falava aos jornalistas em Bragança à margem da primeira …

Esquerda está contra, PSD não dá a mão. Montijo está em risco (mas "não há drama")

O ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, vai respeitar a decisão da maioria do Parlamento. "Acataremos, não há drama". Esta quarta-feira, Pedro Nuno Santos respondeu às críticas da esquerda acerca da vontade do Governo …

Reino Unido admite abandonar negociações com a União Europeia

O Governo britânico admite abandonar as negociações com a União Europeia (UE) para um acordo pós-Brexit se não houver progressos até junho, refere um documento publicado esta quinta-feira com a posição do Reino Unido. Num documento …

Bancos avisam: Proibir comissões vai levar a fecho de balcões e despedimentos

A Associação Portuguesa de Bancos (APB) é contra a proibição de comissões bancárias ou a sua limitação em valor e em número, no MB Way e nos contratos de crédito. As propostas vão ser discutidas …

Juiz Vaz das Neves usou Relação de Lisboa para ganhar 280 mil euros com julgamento privado

O juiz Luís Vaz das Neves, ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, usou o salão nobre do tribunal para um julgamento privado com o qual ganhou 280 mil euros. De acordo com o jornal Público, …

Sergio Ramos é rei e senhor dos cartões vermelhos. Domina em todas as provas

O central Sergio Ramos foi esta quarta-feira expulso pela 26.ª vez na derrota do Real Madrid no Bernabéu frente ao Manchester City (2-1), na primeira-mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões. O futebolista espanhol …

Covid-19. Há oito novos casos suspeitos em Portugal (e vieram todos de Itália)

A Direção-Geral da Saúde confirmou 25 casos suspeitos, 18 dos quais tiveram resultados negativos depois de realizados testes laboratoriais. Nas últimas 24 horas, foram registados oito novos casos suspeitos. Dos novos casos suspeitos, cinco no Hospital …

SC Braga eliminado da Liga Europa. FC Porto e Benfica obrigados a vencer

O Sporting de Braga perdeu esta quarta-feira por 1-0 na receção aos escoceses do Rangers, em jogo da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa de futebol, sendo eliminado da competição europeia. O …