Hospitais obrigados a pedir médicos à hora para assegurar urgências nas férias

De norte a sul do país, há muito hospitais que precisam de recorrer a médicos contratados à hora para assegurar o funcionamento das urgências durante períodos festivos, como o período do Natal e do Ano Novo que se aproxima.

Esta informação é avançada pelo Diário de Notícias, que teve acesso a anúncios de contratação de clínicos para turnos em aberto no mês de dezembro, em cerca de uma dezena de unidades hospitalares, através de empresas de prestações de serviços na área da saúde.

É no Centro Hospitalar do Algarve e no Hospital Fernando Fonseca, Amadora-Sintra, que há maior necessidade de recorrer a médicos tarefeiros por serem dos que apresentam maior carência de recursos humanos.

A urgência geral do Amadora-Sintra apresenta necessidades em 18 dos 31 dias do mês e paga 24 euros por hora aos médicos contratados para trabalharem no Natal e no Ano Novo, mais quatro euros do que os habituais.

Este reforço surge para fazer face ao fluxo muito elevado de doentes e serve também como um reforço anual na altura do período da gripe. Além disso, este reforço surge também da normal redução de pessoal em períodos de festa.

Ao DN, uma fonte do Amadora Sintra adianta que o recurso a empresas de trabalho temporário deve-se à impossibilidade prática de contratação direta e imediata.

Em Faro, por outro lado, as empresas de prestação de serviços receberam pedidos para preencher horários em 28 dias do mês de dezembro. Além de Faro, há pedidos de médicos para o hospital de Portimão e para os serviços de urgência de Vila Real de Santo António, Albufeira e Loulé.

Esta região é a que sofre maior pressão turística durante a época de passagem de ano. Os pedidos são para turnos de 12 horas, com cada hora a ser paga a 20 euros.

O conselho de administração da unidade Algarvia lembra que o Algarve sofre de uma carência crónica de profissionais médicos e que esta é uma solução que garante uma resposta local e regional aos utentes que acorrem aos serviços médicos. Assim, evita-se a transferência hospitalar para fora da região – salvo casos de elevada complexidade.

O DN revela ainda outros hospitais que estão a pedir médicos para o período festivo que se avizinha.

O Hospital de Águeda necessita de clínicos que preencham turnos em cinco dias de dezembro; o Hospital de Aveiro e o Hospital Pêro da Covilhã precisam de médicos para nove dias e as urgências da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco precisam de profissionais de saúde para seis dias do mês.

As necessidades dos Hospitais, nomeadamente a falta de contratações, são sujeitas a críticas. O Sindicato Independente dos Médicos e a Ordem dos Médicos criticam o facto do Serviço Nacional de Saúde não estar a contratar médicos recém-formados para suprir estas necessidades.

Miguel Guimarães, Bastonário da Ordem dos Médicos, lamenta que haja especialistas recém-formados a ir para o privado, ou até mesmo a emigrar, por não terem lugar no Serviço Nacional de Saúde.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É incrivel! Já tive de trabalhar quando todos estavam de férias (Natal, Ano Novo e Verão, sem falar em feriados) e os médicos não podem? Mas o que é isto? Agora os hospitais trabalham para agradar os médicos (que querem férias TODOS na mesma altura)? Mas estão todos a dormir? Em quase lado nenhum existe férias á medida (essencialmente no público) e aqui não devia (nem podia) ser igual. Administrações privadas (da treta): Vamos lá tirar o dedo d c… e começar a trabalhar como deve ser. Isto não é só protestar que não têm dinheiro (qeu, ou é roubado/desviado ou mal gerido)! Também é trabalhar!
    Médicos a trabalhar nas férias? Vamos lá a isso! Não gostam ou não querem? Há muitos médicos (ao contrário do que dizem) que estão dispostos a isso! E não me venham com os direitos. As “regalias” devem ser para todos ou para nenhum! Tenho dito!

RESPONDER

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …