Homtruck. Rival do Tesla Semi vai carregar a bateria em poucos minutos

2

Vídeo ZAP com o apoio de: Chip7 – 50 lojas de informática próximo de si

A Farizon Auto, divisão de veículos comerciais da Geely, apresentou o seu novo camião: o Homtruck. O veículo estará disponível com diferentes sistemas de propulsão, incluindo numa versão exclusivamente elétrica.

O objetivo do modelo chinês é fazer frente ao anunciado Tesla Semi que terá uma autonomia de cerca de 800 quilómetros e um preço que deverá rondar os 180.000 dólares.

Contudo, o veículo chinês traz um trunfo na manga: um sistema de permuta de baterias que vai permitir recuperar 100% da autonomia em pouco minutos, numa das estações de serviço da marca.

A empresa também referiu a presença de uma plataforma altamente modular, compatível com vários tipos de propulsão, incluindo extensor de autonomia, híbrido a metanol e 100% elétrico com baterias extraíveis.

Para já, ainda não são conhecidas as especificações de nenhuma das versões anunciadas, mas a empresa garante que o Homtruck apresenta grandes avanços não só no que diz respeito à eficiência, mas também à segurança.

O veículo promete uma condução autónoma de nível 4, uma vez que vem equipado com radares, sensores ultra-sónicos e Lidar, e conta com uma rede 5G e tecnologia V2X.

Já o nome atribuído ao camião também não foi pensado em vão. “Homtruck” resulta da junção das palavras ‘casa’ e ‘camião’ (home e truck, em inglês), o que mostra a grande preocupação da marca em oferecer um meio de transporte que consiga satisfazer as necessidades essenciais do utilizador.

Assim, o cockpit está dividido em duas zonas bastante bem distintas, sendo elas a de condução e lazer. Na área de descanso encontra-se uma casa de banho equipada com duche, cama individual, frigorífico, bar e cozinha.

No que toca à decoração, a marca procurou inspiração nas florestas de bambu da China, aplicando materiais como os tecidos de toque suave, plásticos sustentáveis e componentes a partir de grãos de bambu, escreve o Motor24.

Relativamente ao posto de condução, o Homtruck adota um banco com design ergonómico, dispondo de assistente inteligente , associado a um sistema de câmaras 360º que alertam o condutor para tudo o que se passa em torno do veículo.

O “cérebro” do Homtruck  foi pensado para analisar dados de trânsito usando o conjunto de sensores do veículo para avaliar as rotas ideais. Também pode conectar-se “às plataformas de big data da rede de logística para ajudar os motoristas a obter os pedidos mais otimizados em tempo real, analisar e rastrear as entregas e calcular os custos operacionais ao longo das rotas”, refere o New Atlas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A produção do Homtruck deverá começar em 2024.

  ZAP //

 

 

 

 

2 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE