Homossexuais católicos portugueses saúdam decisão do Vaticano

Kurt Löwenstein ECIT / wikimedia

foto: Kurt Löwenstein ECIT / wikimedia

foto: Kurt Löwenstein ECIT / wikimedia

A Rumos Novos – Associação Homossexual Católica portuguesa congratulou-se hoje com a “atitude sem precedentes” do Vaticano ao questionar de uma forma “franca e aberta” as conferências episcopais sobre o divórcio, o casamento homossexual e a contraceção.

No âmbito da preparação para o sínodo sobre a família que decorrerá em 2014, o Vaticano enviou às conferências de todo o mundo um inquérito, que aborda temas que, por vezes, dividiram a igreja católica, como a proibição do uso de contraceção, a possibilidade de um católico divorciado voltar a casar-se ou receber a comunhão e o número de jovens que optam por viver juntos antes de se casarem.

“Numa atitude sem precedentes, o Vaticano acaba de pedir aos bispos de todo o mundo que perguntem aos fiéis qual a sua opinião sobre os ensinamentos da igreja no que concerne à contraceção, ao casamento entre pessoas do mesmo sexo e ao divórcio”, afirma a Rumos Novos, num comunicado enviado à agência Lusa.

A associação refere que “é com o coração cheio de júbilo” que os homossexuais católicos portugueses recebem esta notícia.

“Como católicos, não podemos deixar de reconhecer a atuação do Espírito Santo no seio da sua igreja, pois é a primeira vez que o Vaticano pediu tal tipo de opiniões aos católicos de base, pelo menos desde o pós-Vaticano II”, observa.

A Rumos Novos sublinha que esta “notícia é tanto mais importante” tendo em conta algumas posições críticas tomadas pelo atual papa, quando ainda era primaz da Argentina, sobre os homossexuais e o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Para a associação, este inquérito representa também “um forte compromisso com o Vaticano II, que desafiou a Igreja a escutar os sinais dos tempos, para poder evangelizar de forma capaz, como Cristo ensinou”.

Realça ainda a “abordagem franca, aberta e com espírito de partilha”, em que, “finalmente, a hierarquia católica não se inibe de falar de união civil, casamento entre pessoas do mesmo sexo e adoção por casais de pessoas do mesmo sexo, sem ser para os condenar”.

A Rumos Novos, que trabalha diariamente no acompanhamento, oração e partilha com homossexuais católicos portugueses, deseja que a Conferência Episcopal Portuguesa “saiba encontrar a melhor forma de levar este importante documento a toda a igreja nacional para que possa ser um verdadeiro documento de partilha”.

“Fraternalmente desejamos que os bispos portugueses sejam autenticamente encorajados pela Conferência Episcopal a realizarem esta ampla consulta dos leigos e sacerdotes”, afirmam, acrescentando: “Se assim não for, teremos todos perdido uma grande oportunidade de ouvir a voz do Espírito Santo a trabalhar na Igreja”.

A Rumos Novos encoraja “todos os fiéis, particularmente os fiéis homossexuais católicos, a fazerem ouvir as suas opiniões”.

Para a associação, é chegado o momento de os homossexuais católicos agarrarem esta oportunidade e “fazer, mais uma vez, sentir à hierarquia católica a necessidade” de trabalhar pela inclusão dos homossexuais.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Imposto Mortágua foi aplicado a 75 mil contribuintes

O novo escalão do Adicional ao IMI, que prevê a aplicação de uma taxa de 1,5% sobre o valor patrimonial dos imóveis que ultrapasse os dois milhões, chegou a 331 contribuintes. Ao todo, o imposto …

Preço da luz vai descer 18 cêntimos no mercado regulado

Os preços da eletricidade no mercado regulado vão voltar a descer em 2020, segundo a proposta avançada esta terça-feira pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). Esta terça-feira, a ERSE propôs uma atualização em baixa de …

Portugal teve perdas fiscais de 900 milhões de euros por menor tributação do gasóleo

A tributação ao gasóleo é mais baixa do que os impostos à gasolina. A diferença entre os dois combustíveis leva a perdas de 900 milhões de euros ao Estado. Quem abastece um carro a gasóleo na …

Dulce Neto é a primeira mulher a presidir a um Supremo Tribunal português

A juíza conselheira toma posse, esta quarta-feira, como presidente do Supremo Tribunal Administrativo (STA), tornando-se na primeira mulher a ocupar o lugar cimeiro de um supremo tribunal em Portugal. Dulce Neto, de 58 anos, foi eleita …

Défice zero e mais crescimento. Previsões de Centeno para o OE2020 são de "elevado risco"

O Governo faz uma revisão das metas para 2020 no esboço do Orçamento de Estado para o próximo ano que enviou à Comissão Europeia, prevendo um aumento do crescimento económico e um saldo orçamental equilibrado, …

Conselho nacional do PSD pode ser atirado para novembro. Apoios a Rio e Montenegro equilibrados

Rui Rio mantém o silêncio sobre uma recandidatura a líder do PSD, o que está a ser visto como um condicionamento do partido, tendo também nas suas mãos o calendário interno. O conselho nacional para …

Varandas quer vender já em janeiro (e há três nomes em cima da mesa)

O Sporting deverá vender um jogador já no próximo mercado de transferências em janeiro. O dinheiro será destinado a renovações e a trazer um novo reforço para o ataque. Frederico Varandas continua a sua saga para …

Médicos, enfermeiros e professores lamentam recondução de ministros

Médicos, enfermeiros e professores lamentaram a recondução de ministros na pasta da Saúde, Educação e das Finanças, reagindo assim à constituição do novo Governo entregue em Belém pelo primeiro-ministro indigitado, António Costa. O secretário-geral do …

"Batalha campal" na Catalunha: 40 mil pessoas nas ruas, 50 detidos e mais de 100 feridos

Pelo menos 51 pessoas foram detidas e 70 polícias ficaram feridos desde o início dos atos de violência que começaram na segunda-feira na região espanhola da Catalunha após a sentença que condenou políticos separatistas catalães …

Kristalina Georgieva exige maior inclusão de mulheres nos mercados de trabalho

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional exigiu esta terça-feira, nos Encontros Anuais, uma maior inclusão de mulheres nos mercados de trabalho, dizendo que quando um país ignora "parte das suas capacidades" enfraquece o desempenho económico. Kristalina …