Homens actuais têm na saliva vestígios de espécie ‘fantasma’ de humanos primitivos

Illustration: M. Lopez-Herrera via The Olduvai Paleoanthropology and Paleoecology Project and Enrique Baquedano

Ilustração do habitat dos humanos primitivos em África, há 1.8 milhões de anos.

Uma investigação encontrou na saliva de homens actuais pistas que indicam que houve um cruzamento entre humanos primitivos e um parente antigo enigmático.

Estudos anteriores já tinham apontado que os antepassados dos humanos modernos se tinham cruzarado com espécies mais primitivas de hominídeos, nomeadamente com os famosos Neandertais.

A nova pesquisa encontrou na saliva das populações modernas da África subsariana vestígios de que houve um cruzamento entre humanos primitivos e um seu parente antigo ‘fantasma’.

“Parece que o cruzamento entre espécies diferentes de hominídeos primitivos não é uma excepção – é a norma“, conclui um dos autores do estudo, Omer Gokcumen, investigador do Departamento de Ciências Biológicas da Universidade de Búfalo, nos EUA.

No comunicado sobre a investigação divulgado pela universidade, aponta-se que os cientistas examinaram a história da evolução do gene MUC7, que codifica uma proteína salivar conhecida pelo mesmo nome.

Esta proteína MUC7 “melhora a capacidade da saliva se ligar a micróbios, uma tarefa importante que pode ajudar a prevenir doenças, afastando bactérias indesejadas ou outros patogéneos da boca”, explica no comunicado o investigador Stefan Ruhl, professor de Biologia Oral da Universidade de Búfalo.

A análise da evolução da MUC7 permitiu notar na “história do gene que codifica esta proteína”, “a assinatura de uma mistura arcaica nas populações modernas da África subsariana”, explica Omer Gokcumen.

Na pesquisa, publicada no jornal Molecular Biology and Evolution, os investigadores explicam que o gene foi analisado em mais de 2500 genomas humanos modernos, tendo descoberto que “um grupo de genomas da África subsariana tinha uma versão do gene extremamente diferente de versões encontradas em outros humanos modernos”.

Esta variante era tão diferente, que era mais parecida com os genes MUC7 dos Neandertais e dos hominídeos Denisovans. “A explicação mais plausível para esta variação extrema é a introgressão arcaica – a introdução de material genético de uma espécie ‘fantasma’ de hominídeos antigos”, conclui Gokcumen.

“Este parente humano desconhecido pode ser uma espécie que já foi descoberta, tal como as sub-espécies de Homo erectus, ou um hominídeo desconhecido. Chamamos-lhe espécie ‘fantasma’ porque não temos os fósseis“, explica ainda este investigador.

Os cientistas calculam que o mais recente cruzamento entre espécies terá ocorrido há cerca de 150 mil anos, depois de cada uma delas ter divergido, em termos de evolução, há aproximadamente 1,5 a 2 milhões de anos.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Primeiro não flutuava. Agora o novo submarino espanhol não cabe nas docas

Primeiro não flutuava, por excesso de peso, e agora, não cabe nas docas. O novo submarino da Marinha Espanhola é um embaraço para a Defesa do país vizinho e um caso flagrante de derrapagem, com …

Quase um milhão de refeições escolares desperdiçadas

Quase um milhão de refeições escolares que tinham sido encomendadas foram desperdiçadas porque os alunos faltaram, revela o relatório anual do ministério da Educação sobre cantinas concessionadas a privados. Entre setembro do ano passado e 31 …

Arrojada no céu: Aston Martin apresenta carro voador de luxo

A Aston Martin apresentou recentemente o Volante Vision Concept, uma aeronave arrojada e futurista destinada a transportar passageiros em voos de médias e longas distâncias. A Aston Martin pôs em cima da mesa as suas soluções …

Marta Soares recusa candidatura de Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho tentou formalizar a sua candidatura à presidência do Sporting, esta quarta-feira, tendo sido prontamente recusada por Jaime Marta Soares. O advogado de Bruno de Carvalho, Pedro Proença, deslocou-se esta quarta-feira ao Estádio de …

Hungria retira-se de pacto mundial sobre as migrações aprovado na ONU

A Hungria, com um Governo abertamente hostil à imigração, declarou que se retira do pacto mundial sobre as migrações aprovado, na semana passada, nas Nações Unidas, por considerar que encoraja o fluxo de pessoas "perigosas". O …

Lisboa vai proibir copos de plástico a partir de 2020

Um dos objetivos da Câmara Municipal de Lisboa para o ano em que a cidade será a Capital Verde Europeia é banir os copos de plástico até 2020. Segundo o Diário de Notícias, esta é uma …

Prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos dos Hells Angels

O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa determinou prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos como medidas de coação no âmbito do processo do grupo Hells Angels e apresentações periódicas às autoridades para os restantes. Segundo …

Bruxelas aplica multa recorde de 4,3 mil milhões de euros à Google

A Comissão Europeia aplicou, esta quarta-feira, uma multa com valor recorde de 4,3 mil milhões de euros ao gigante norte-americano Google por abuso de posição no mercado devido ao sistema Android. Esta sanção, destinada a punir …

Rapazes salvos na Tailândia saíram do hospital e recordam "milagre"

As 12 crianças e o treinador de futebol que ficaram presos numa gruta inundada na Tailândia e que estavam internados desde a semana passada receberam esta quarta-feira alta hospitalar e falaram pela primeira vez desde …

Hotel processa sobreviventes do massacre de Las Vegas

A empresa que detém o hotel Mandalay Bay, em Las Vegas –  onde Stephen Paddock disparou sobre uma multidão num festival de música country –, processou mil de vítimas do ataque, argumentando não ter "qualquer …