Homens actuais têm na saliva vestígios de espécie ‘fantasma’ de humanos primitivos

Illustration: M. Lopez-Herrera via The Olduvai Paleoanthropology and Paleoecology Project and Enrique Baquedano

Ilustração do habitat dos humanos primitivos em África, há 1.8 milhões de anos.

Uma investigação encontrou na saliva de homens actuais pistas que indicam que houve um cruzamento entre humanos primitivos e um parente antigo enigmático.

Estudos anteriores já tinham apontado que os antepassados dos humanos modernos se tinham cruzarado com espécies mais primitivas de hominídeos, nomeadamente com os famosos Neandertais.

A nova pesquisa encontrou na saliva das populações modernas da África subsariana vestígios de que houve um cruzamento entre humanos primitivos e um seu parente antigo ‘fantasma’.

“Parece que o cruzamento entre espécies diferentes de hominídeos primitivos não é uma excepção – é a norma“, conclui um dos autores do estudo, Omer Gokcumen, investigador do Departamento de Ciências Biológicas da Universidade de Búfalo, nos EUA.

No comunicado sobre a investigação divulgado pela universidade, aponta-se que os cientistas examinaram a história da evolução do gene MUC7, que codifica uma proteína salivar conhecida pelo mesmo nome.

Esta proteína MUC7 “melhora a capacidade da saliva se ligar a micróbios, uma tarefa importante que pode ajudar a prevenir doenças, afastando bactérias indesejadas ou outros patogéneos da boca”, explica no comunicado o investigador Stefan Ruhl, professor de Biologia Oral da Universidade de Búfalo.

A análise da evolução da MUC7 permitiu notar na “história do gene que codifica esta proteína”, “a assinatura de uma mistura arcaica nas populações modernas da África subsariana”, explica Omer Gokcumen.

Na pesquisa, publicada no jornal Molecular Biology and Evolution, os investigadores explicam que o gene foi analisado em mais de 2500 genomas humanos modernos, tendo descoberto que “um grupo de genomas da África subsariana tinha uma versão do gene extremamente diferente de versões encontradas em outros humanos modernos”.

Esta variante era tão diferente, que era mais parecida com os genes MUC7 dos Neandertais e dos hominídeos Denisovans. “A explicação mais plausível para esta variação extrema é a introgressão arcaica – a introdução de material genético de uma espécie ‘fantasma’ de hominídeos antigos”, conclui Gokcumen.

“Este parente humano desconhecido pode ser uma espécie que já foi descoberta, tal como as sub-espécies de Homo erectus, ou um hominídeo desconhecido. Chamamos-lhe espécie ‘fantasma’ porque não temos os fósseis“, explica ainda este investigador.

Os cientistas calculam que o mais recente cruzamento entre espécies terá ocorrido há cerca de 150 mil anos, depois de cada uma delas ter divergido, em termos de evolução, há aproximadamente 1,5 a 2 milhões de anos.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Encontrada a primeira prova de experimentação cirúrgica num animal

O crânio de uma vaca do período Neolítico é agora considerado como a primeira evidência de experimentação cirúrgica num animal. Há mais de 30 anos, foi encontrado o crânio de uma vaca num sítio arqueológico do …

Estoril vs Benfica | Salvio em cima do gongo

O Benfica arrancou um suado triunfo por 2-1 na visita ao Estoril Praia. A formação benfiquista marcou primeiro, foi superior no primeiro tempo, mas no segundo, os “canarinhos” deram a volta ao texto e justificaram …

Cientistas criam "tatuagem biomédica" para detetar vários tipos de cancro

Cientistas suíços desenvolveram uma "tatuagem biomédica" que escurece quando deteta mudanças no corpo que podem indicar a presença de cancro. Os investigadores do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (ETH), na Suíça, desenvolveram uma "tatuagem biomédica" …

Vinho tinto e frutos vermelhos podem prevenir doenças mentais

As substâncias presentes nos frutos vermelhos e no vinho tinto podem contribuir para a prevenção da depressão e doenças neurodegenerativas. Investigadores do Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde (Cintesis) descobriram que as substâncias …

Karl Lagerfeld: "Se não querem que vos baixem as calças, não sejam modelos"

O designer não ficou calado e fez declarações sobre queixas de assédio sexual na indústria do cinema e da moda à revista francesa Número Magazine. Karl Lagerfeld, designer de moda e responsável pela Fendi e Chanel, …

Descobertas acidentalmente ossadas humanas com mil anos enterradas duas vezes

Uma equipa de investigadores do Instituto Politécnico Nacional do México descobriu restos mortais de antigos indígenas que datam do ano de 1100 d.C.. Fósseis humanos com cerca de mil anos foram encontrados na praia de El …

Vem aí chuva de poeiras vindas do Norte de África

Este fim de semana, o sul de Portugal pode enfrentar uma chuva carregada de poeiras vindas do Norte de África. O IPMA explica que se trata apenas de uma deposição. Uma chuva de poeiras pode atingir …

Marcelo deverá vetar mudança de género aos 16 anos

O Presidente da República deverá vetar a lei que permite a mudança de género no registo civil aos 16 anos, por questionar não ser necessário um relatório médico. Marcelo Rebelo de Sousa deverá vetar a lei …

Nacionalidade automática para filhos de imigrantes há 2 anos em Portugal

Os filhos de imigrantes que vivam em Portugal há dois anos vão ser considerados portugueses originários, a não ser que declarem que não querem ser portugueses. Esta alteração vai "inverter a atual regra" e irá encurtar …

Eleições de 2019 com plano europeu para travar perturbações nas redes sociais

Em 2019, o objetivo central dos técnicos da "sala de situação" é proteger as infraestruturas de apoio ao processo eleitoral, nas europeias e as legislativas, ainda sem data marcada. O cenário internacional tem sido marcado pela …