/

Numa verdadeira cena à James Bond, homem foge do FBI numa scooter subaquática

Um americano que estava a ser procurado por um suposto envolvimento num esquema de fraude, foi preso na passada segunda-feira, dia 16, após usar uma “scooter marítima” subaquática para tentar fugir do FBI.

Quem assistiu ao acontecimento pode, por momentos, ter pensado que estava dentro de um filme do James Bond. Como avança o Los Angels Times, a tentativa de escapar aos agentes federias começou com o homem a fugir num camião, mas terminou com ele dentro de água.

Matthew Piercey, de 44 anos, é natural da California e é acusado de liderar um esquema que envolve o roubo de cerca de 35 milhões de dólares. Quando tentaram intercetar o homem, na segunda-feira, as autoridades contam que este conseguiu escapar num camião.

Durante o processo de fuga, o americano liderou uma perseguição de carros contra os agentes. Contudo, esta terminou na margem do lago Shasta, onde Piercey “abandonou o seu camião e se atirou à água”, referem as autoridades. “Piercey passou algum tempo submerso, por isso cá de fora a polícia só conseguia ver bolhas”, revelam.

O fugitivo conseguiu passar cerca de 25 minutos debaixo de água, mas o mais surpreendente foi o veículo que o homem usou para se deslocar dentro de água. De acordo com documentos do tribunal federal, Matthew Piercey usou um Yamaha 350LI para fugir da polícia.

A pequena scooter motorizada custa perto de 1.200 dólares e permite que os utilizadores se desloquem debaixo de água até 30 metros de profundidade.

Estes “sea scooters”, são também conhecidos como veículos de propulsão de mergulho, pois impulsionam os mergulhadores debaixo de água. O modelo foi também usado ​​durante uma famosa cena de perseguição no filme Thunderball de 1965, de James Bond.

Piercey é acusado de fraude eletrónica, fraude postal, lavagem de dinheiro e adulteração de testemunhas, por isso agora arrisca-se a 20 anos de prisão.

Depois desta perseguição, digna de um filme de ação, acrescentou ao seu currículo a acusação de risco de fuga.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.