Hobby horsing, o bizarro desporto que está a conquistar as jovens da Finlândia

Há um novo desporto que está a ser um sucesso na Finlândia, entre raparigas de 10 a 18 anos, e que se pratica com um cavalo de brincar. Falamos do hobby horsing, uma modalidade bizarra para quem vê, mas que parece ter efeitos terapêuticos para quem a pratica.

Há cerca de dez mil jovens a praticarem hobby horsing na Finlândia, segundo dados da BBC. A modalidade combina a mestria dos saltos de equitação, com movimentos de ballet e um cavalo de brincar.

Essencialmente praticada por meninas, há quem veja neste desporto peculiar uma forma de “empoderamento feminino” e de “imaginação sem limites”, embora para quem vê tudo possa parecer simplesmente estranho.

O que é certo é que a modalidade está tão disseminada na Finlândia que até há campeonatos nacionais que imitam a estrutura das competições equestres, com provas de dressage e de saltos de obstáculos, mas com um cavalo de brincar.

A popularidade do desporto está a arrastar-se a outros países nórdicos, mas nada comparado, para já, com aquilo que acontece na Finlândia. A paixão pelo hobby horsing é tal que já há um documentário sobre o assunto que estreou neste ano, em Março passado, nos cinemas finlandeses.

Realizado pela cineasta Selma Vilhunen, já vencedora de um Óscar, o documentário intitulado “Hobbyhorse Revolution” segue um grupo de jovens enquanto elas se preparam para uma competição.

O lado terapêutico e feminista do hobby horsing

E o que é que explica, afinal, o sucesso do desporto? É que, mais do que uma mera prática física e competitiva, está em causa um  verdadeiro sentimento de comunidade. Isso fica patente na força que o hobby horsing tem nas redes sociais, onde as jovens praticantes partilham dicas sobre as melhores técnicas e sobre a construção dos cavalos.

A aposta no do it yourself é outra forte vertente da modalidade, sendo que os cavalos são quase todos feitos em casa, por cada uma das suas donas. Há também, quem os venda nas redes sociais por quantias da ordem dos 200 euros.

Liberdade para criar e imaginação são aspectos chave para as pessoas começarem a fazer hobby-horsing“, nota a finlandesa Alisa Aarniomaki, citada no site Vancouversun.com.

Esta jovem com um ar rock-punk continua, aos 20 anos, a ser adepta do hobby horsing. “Ajuda-me muito poder, ocasionalmente, sair a galopar para a floresta com os meus amigos. De certa forma, equilibra a minha mente”, destaca Alisa, salientando o lado “fortemente terapêutico” da modalidade e notando que a ajudou a lidar com o divórcio dos pais e com o bullying na escola.

Alisa ainda nota que “o hobby horsing tem uma agenda feminista“, sustentando o facto de ser maioritariamente praticado por raparigas. “Não há rapazes a aparecerem e a dizerem o que temos que fazer ou a mandar em todos”, frisa a jovem que está envolvida na organização de competições da modalidade.

Já o secretário geral da Federação Equestre da Finlândia, Fred Sundwall, afiança, citado pelo mesmo site, que o hobby horsing dá às crianças e adolescentes que não têm cavalos uma “oportunidade” de “interagirem com eles fora dos estábulos e das escolas de equitação”.

SV, ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Talvez a melhor forma de não sofrer bullying na escola seja precisamente NÃO praticar hobby horsing! ahahaha E os rapazes podem sempre criar o hobby riding com motas de criança ou algo do genero. Basicamente abre-se todo um novo mundo de praticas pseudo desportivas que são estranhamente beneficas para os seus praticantes e confrangedoras para os outros. Faz lembrar o air guitar que diga-se, apesar de imbecil sempre tem a sua piada e acho que não é tão levado a sério… Estamos num mundo livre, entre baleia azul e hobby horsing? Relincho a minha resposta obviamente, maluquinhos o mundo prefere-os contentes! 🙂

    • pp então relinche, porque bullying nas escolas da Finlandia acho meio que inexistente. Se lembra que estejam anos luz em termos de educação mundo afora. E se lhes falta Sol têm saunas pra complementar. O resto vai ficar para futuras pesquisas no assunto, que estou certo não lhe caibam fazer, não é?

  2. Melhor do que as drogas, bullying ou vício dos smartphones e certamente melhor do que “jogos” do tipo baleia azul e afins! Agora que é estranho (no mínimo)… lá isso é!

    • Já estou a ver os papás a levarem as meninas ao ginecologista por inchaço de tanto estímulo! A brincadeira acaba aí!
      As freiras também gostam de andar de bicicleta sem selim!

  3. com o que por aí se vê só já faltava masturbarem-se em público e chamarem-lhe terapia. Cavalgando ou a arte de bem cavalgar sem sela.

  4. Antes isto do que andar sempre com o telemóvel na mão ou a jogar ao estúpido jogo da vaca castanha. Boa, finlandesas (es)!!!

RESPONDER

Vacinação de crianças divide peritos. Mas sem a inoculação dos mais novos a imunidade pode não chegar

Na sexta-feira, a Direção-Geral de Saúde anunciou que recomenda que a vacinação contra a covid-19 de jovens dos 12 aos 15 anos com comorbilidades. No entanto, o tema está a gerar controvérsia e divide opiniões …

Governo com margem política para abdicar de 15% do Novo Banco

Em 2022, o Governo tem margem política para abdicar do direito de entrar como acionista no Novo Banco (NB), inicial­mente com uma participação de mais de 2%, mas que pode subir a 15%. Para já, nem …

Tóquio2020. Biles renuncia também às finais de salto e barras assimétricas

A ginasta norte-americana Simone Biles, que renunciou à final do concurso geral individual dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, também não vai participar das finais de domingo de salto e barras assimétricas, informou esta sexta-feira a Federação …

Governo não pediu parecer à CNPD sobre as "bodycams" em polícias. Método vai "aumentar a transparência"

A proposta da nova lei da videovigilância, que vai permitir que os polícias passem a usar câmaras nos uniformes, já foi aprovada em Conselho de Ministros, mas ainda não chegou ao Parlamento. Também não foi …

Marcelo reuniu com Lula, mas não revela o teor da conversa. Presidente diz que visita é apenas de cariz cultural

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse sexta-feira à chegada a São Paulo que a cultura tem um "papel fundamental" na convergência entre Portugal e o Brasil, rejeitando que a agenda alargada de …

PSP abre processos disciplinares por uso indevido de farda em manifestação

A PSP abriu processos disciplinares, por uso indevido e incorreto do uniforme, a agentes que participaram em 21 de junho, em Lisboa, numa manifestação organizada pelo Movimento Zero, confirmou esta sexta-feira à Lusa o porta-voz, …

Por onde passou o caminho bíblico da Judeia a Edom? Cientistas encontram respostas

Por onde passava o caminho bíblico que ligava o reino de Judeia à nação vizinha de Edom? Um novo estudo dá novas pistas sobre o possível percurso da estrada. Os investigadores israelitas sugerem que havia, pelo …

PCP diz que acusação a grupos hospitalares privados por acordo anticoncorrencial evidencia "cartelização"

O PCP considerou esta sexta-feira que a acusação da Autoridade da Concorrência a cinco grupos hospitalares privados por acordo anticoncorrencial, confirma a “prática parasitária e de cartelização” destes grupos, que fazem “da doença um negócio”. O …

Ensino Superior. Vagas voltam a aumentar com Porto, Lisboa e Aveiro na frente

O concurso nacional de acesso ao ensino superior volta a registar um aumento do número de vagas, segundo dados divulgados este sábado, que mostram Lisboa, Porto e Aveiro com o maior crescimento. Depois de, no ano …

Os pterossauros conseguiam voar assim que eclodiam dos ovos

Os pterossauros tinham asas suficientemente longas e ossos suficientemente fortes para conseguirem sustentar o voo depois de eclodirem. Uma equipa de cientistas da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido, descobriu que os pterossauros recém-nascidos seriam capazes …