História dos Açores vai ser disciplina obrigatória no arquipélago

A partir do próximo ano letivo, os alunos do 2.º e 3.º ciclo que estejam a estudar no arquipélago açoriano vão passar a ter uma disciplina obrigatória de História, Geografia e Cultura dos Açores.

Esta é uma das novidades do novo currículo regional para a educação básica, aprovado no mês passado pelo Governo socialista desta região autónoma e que se encontra agora à espera de ser votado pela Assembleia Legislativa, onde o PS tem maioria.

O novo currículo visa adaptar à região o programa de flexibilidade curricular que começou neste ano letivo a ser aplicado em todas as escolas de Portugal continental. Na base deste programa está a possibilidade de cada escola gerir até 25% da carga horária semanal atribuída aos alunos, o que podem fazer por via da criação de novas disciplinas, pela alternância de períodos de aulas com outros dedicados a projetos multidisciplinares, pela organização trimestral ou semestral das disciplinas, entre várias outras opções.

A criação de uma disciplina obrigatória de História, Geografia e Cultura dos Açores é justificada, de acordo com o Público, com a necessidade de garantir “opções diferenciadas” em relação às adoptadas pelas matrizes nacionais. Nesse sentido, o primeiro dos princípios orientadores do currículo regional consagra a “assunção da identidade açoriana enquanto factor incontornável de relevância curricular e valorização das aprendizagens”.

Os conteúdos de História, Geografia e Cultura dos Açores poderão ter uma “abordagem transdisciplinar”, sendo abordados em diferentes disciplinas. Podem ainda ser assumidos como “uma disciplina autónoma”, com pelo menos um tempo semanal a ser instituído na margem dos 25% da carga horária entregue às escolas.

Inglês no 1.º ano

A matriz curricular do 3.º ciclo agora aprovada contempla uma carga horária semanal superior à que está em vigor no continente: em vez de 33 horas de aulas semanais, os alunos do 7.º, 8.º e 9.º ano poderão ter um total de 36 horas.

Este aumento será também alimentado por uma nova disciplina de Complemento à Educação Artística e Tecnológica, que nas matrizes nacionais está prevista para o 2.º ciclo. Os tempos totais atribuídos a Português e a Matemática aumentam uma hora por comparação aos atribuídos no continente.

O ensino de Inglês passará a ser obrigatório logo no 1.º ano de escolaridade, quando a nível nacional tal acontece só a partir do 3.º ano.

Embora não faça parte da escolaridade obrigatória de 12 anos, a educação pré-escolar nos Açores figura como uma das componentes do currículo regional, tendo direito a uma matriz autónoma onde se definem as áreas a desenvolver com as crianças entre os três e os cinco anos: a Área de Formação Pessoal e Social, a de Expressão e Comunicação e a de Conhecimento do Mundo.

Como princípios educativos nesta fase apontam-se “o desenvolvimento e a aprendizagem como vertentes indissociáveis no processo de evolução da criança” ou “a exigência de resposta a todas as crianças”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …