História dos Açores vai ser disciplina obrigatória no arquipélago

A partir do próximo ano letivo, os alunos do 2.º e 3.º ciclo que estejam a estudar no arquipélago açoriano vão passar a ter uma disciplina obrigatória de História, Geografia e Cultura dos Açores.

Esta é uma das novidades do novo currículo regional para a educação básica, aprovado no mês passado pelo Governo socialista desta região autónoma e que se encontra agora à espera de ser votado pela Assembleia Legislativa, onde o PS tem maioria.

O novo currículo visa adaptar à região o programa de flexibilidade curricular que começou neste ano letivo a ser aplicado em todas as escolas de Portugal continental. Na base deste programa está a possibilidade de cada escola gerir até 25% da carga horária semanal atribuída aos alunos, o que podem fazer por via da criação de novas disciplinas, pela alternância de períodos de aulas com outros dedicados a projetos multidisciplinares, pela organização trimestral ou semestral das disciplinas, entre várias outras opções.

A criação de uma disciplina obrigatória de História, Geografia e Cultura dos Açores é justificada, de acordo com o Público, com a necessidade de garantir “opções diferenciadas” em relação às adoptadas pelas matrizes nacionais. Nesse sentido, o primeiro dos princípios orientadores do currículo regional consagra a “assunção da identidade açoriana enquanto factor incontornável de relevância curricular e valorização das aprendizagens”.

Os conteúdos de História, Geografia e Cultura dos Açores poderão ter uma “abordagem transdisciplinar”, sendo abordados em diferentes disciplinas. Podem ainda ser assumidos como “uma disciplina autónoma”, com pelo menos um tempo semanal a ser instituído na margem dos 25% da carga horária entregue às escolas.

Inglês no 1.º ano

A matriz curricular do 3.º ciclo agora aprovada contempla uma carga horária semanal superior à que está em vigor no continente: em vez de 33 horas de aulas semanais, os alunos do 7.º, 8.º e 9.º ano poderão ter um total de 36 horas.

Este aumento será também alimentado por uma nova disciplina de Complemento à Educação Artística e Tecnológica, que nas matrizes nacionais está prevista para o 2.º ciclo. Os tempos totais atribuídos a Português e a Matemática aumentam uma hora por comparação aos atribuídos no continente.

O ensino de Inglês passará a ser obrigatório logo no 1.º ano de escolaridade, quando a nível nacional tal acontece só a partir do 3.º ano.

Embora não faça parte da escolaridade obrigatória de 12 anos, a educação pré-escolar nos Açores figura como uma das componentes do currículo regional, tendo direito a uma matriz autónoma onde se definem as áreas a desenvolver com as crianças entre os três e os cinco anos: a Área de Formação Pessoal e Social, a de Expressão e Comunicação e a de Conhecimento do Mundo.

Como princípios educativos nesta fase apontam-se “o desenvolvimento e a aprendizagem como vertentes indissociáveis no processo de evolução da criança” ou “a exigência de resposta a todas as crianças”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …

Transição verde: o mundo tem muito a aprender com uma pequena cidade na Islândia

Uma pequena cidade no norte da Islândia tornou-se quase neutra em dióxido de carbono (CO2). Uma equipa de cientistas viajou até ao país insular nórdico para descobrir como podemos aprender com esta cidade. Atualmente, as cidades …

Adolfo Mesquita Nunes não será candidato à liderança do CDS

Adolfo Mesquita Nunes anunciou este domingo que não será candidato à liderança do CDS. A garantia foi deixada pelo próprio, na sua página pessoal de Facebook, depois de ter sido desafiado por António Pires de …

Afastado desde a noite eleitoral, Rui Rio volta para lançar suspeitas sobre a RTP

Afastado dos holofotes desde a noite eleitoral e sem dizer se se vai recandidatar à liderança do PSD, Rui Rio recorreu ao Twitter para comentar as suas suspeitas sobre a RTP. O líder social-democrata recorreu às …

Iniciativa Liberal vai votar contra programa de Costa

O deputado eleito do Iniciativa Liberal vai votar contra o Programa de Governo, e revela que as suas primeiras propostas serão de desagravamento fiscal perante um Parlamento onde se quer sentar ao meio, "o mais …