Harvey Weinstein apelidado de “predador” no arranque do julgamento

Justin Lane / EPA

A procuradora do Ministério Público acusou Harvey Weinstein de ser um “predador”, enquanto que a advogada de defesa disse que vai fazer um “interrogatório agressivo” às mulheres.

O produtor norte-americano Harvey Weinstein foi, esta segunda-feira, acusado de “predador” no arranque do julgamento por crimes sexuais, em Nova Iorque, e que está a ser seguido por várias mulheres que o denunciaram.

De acordo com a Associated Press, a primeira sessão do julgamento foi breve, para decidir sobretudo questões processuais, mas houve tempo para Joan Illuzzi, do Ministério Público, acusar Harvey Weinstein de ser um predador, enquanto a advogada de defesa, Donna Rotunno, revelou que quer fazer um “interrogatório agressivo” às mulheres que o acusam.

Do lado de fora do tribunal estiveram algumas mulheres que dizem ter sido vítimas de assédio e abuso sexual por Weinstein, entre as quais as atrizes Rosanna Arquette, Sarah Ann Masse, Dominique Huett e Rose McGowan e a jornalista Lauren Sivan. Aos jornalistas, Rose McGowan agradeceu às mulheres que irão testemunhar no julgamento em nome das vítimas.

Harvey Weinstein, de 67 anos, está acusado de cinco crimes ocorridos entre 2006 e 2013, entre os quais agressão sexual e violação em primeiro e terceiro graus, a partir de testemunhos de cerca de uma centena de mulheres, embora o caso assente sobretudo em denúncias de duas vítimas.

Weinstein, detido em maio de 2018, insiste na inocência, alegando que todos os atos foram consentidos. Se for condenado, arrisca uma pena de prisão perpétua.

A seleção do júri deste julgamento começa na terça-feira e, segundo a Associated Press, o procedimento poderá ser demorado, sob o risco de alguns potenciais jurados terem já uma opinião formada, dada a atenção mediática que o caso está a suscitar.

A acusação quer ainda que o júri oiça testemunhos de algumas das dezenas de mulheres que denunciaram publicamente casos de assédio ou abusos por parte daquele produtor, considerado até aqui um dos mais poderosos nomes da indústria cinematográfica dos Estados Unidos.

O julgamento acontece cerca de dois anos depois de o jornal The New York Times e de a revista The New Yorker terem publicado, em outubro de 2017, reportagens a denunciar o escândalo sexual no meio cinematográfico norte-americano. Foi a partir dessas reportagens que se gerou o movimento coletivo espontâneo de denúncia e partilha #MeToo, de denúncia de casos de abuso, agressão e assédio sexual na indústria do entretenimento.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas perceberam finalmente como é que as borboletas voam

Há muito tempo que os cientistas se questionam como é que as borboletas voam. Isto porque, em comparação com outros animais, têm asas invulgarmente curtas, largas e grandes em relação ao tamanho do seu corpo. Mas …

Se as Legislativas fossem agora, PS ganhava com 35%. Chega em terceiro

Uma sondagem da Universidade Católica para a RTP, no dia das eleições Presidenciais, mostra que, se as Legislativas fossem agora, o PS ganharia com 35% das intenções de voto. Se as eleições Legislativas tivessem sido este domingo, …

Santana Lopes deixa Aliança, partido que fundou em 2018

O fundador e ex-presidente da Aliança, Pedro Santana Lopes, desfiliou-se do partido que fundou em 2018, justificando que “chegou o momento” de sair, anunciou aquela força política. “A Comissão Executiva do Aliança tomou conhecimento no domingo …

Ministro da Defesa infetado. Tem sintomas ligeiros

O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, "testou positivo à covid-19", informou este domingo o Ministério da Defesa Nacional. É o oitavo membro do Governo a ficar infetado. João Gomes Cravinho está infetado com covid-19. …

Relógios inteligentes podem detetar indícios de covid-19 (antes de haver qualquer sintoma)

Os smartwatches, ou relógios inteligentes, e as pulseiras de fitness podem ser capazes de detetar uma infeção pelo vírus SARS-COV-2, antes de a doença começar a manifestar-se. Uma equipa de investigadores do Monte Sinai descobriu, recentemente, …

Os misteriosos relâmpagos azuis podem ser mais comuns do que pensávamos

Além de ser um dos fenómenos mais espetaculares, o relâmpago é também um dos mais misteriosos. Apesar de as tempestades não serem assim tão raras, os cientistas ainda não entendem completamente estas descargas elétricas geradas …

Presidenciais. Grandes vencedores e (poucos) derrotados

Num ato eleitoral marcado pela pandemia de covid-19, que chegou a trazer incerteza aos prognósticos precoces que há meses se alinhavavam, Marcelo Rebelo de Sousa, reeleito à primeira volta, é o grande vencedor da noite. …

A inclinação de Saturno é provocada pelas suas luas (e vai aumentar)

Uma equipa de cientistas concluiu que a influência dos satélites de Saturno pode explicar a inclinação do eixo de rotação do planeta. Dois cientistas do CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique) e da Universidade Sorbonne, …

Marcelo. O que os portugueses querem (e o que não querem)

Num discurso de vitória após as eleições presidenciais deste domingo, Marcelo Rebelo de Sousa assumiu uma postura de estado e começou por recordar as vítimas da pandemia de Covid-19 no seu pior dia de sempre …

Entre o "contributo singular" de João Ferreira e a "onda liberal" de Mayan, Marisa Matias assume derrota

Marisa Matias foi uma das grandes derrotadas da noite de eleições presidenciais, ficando-se pelo quinto lugar, atrás de João Ferreira, o candidato do PCP. Já Tiago Mayan Gonçalves ficou no sexto lugar, à frente de …