Uma cidade italiana inteira foi testada. 40% dos casos positivos eram assintomáticos

Angelo Carconi / EPA

Mais de 40% dos habitantes de uma cidade italiana com testes positivos de covid-19 não apresentavam qualquer sintoma da doença, segundo um estudo publicado hoje que evidencia o potencial de propagação do novo coronavírus.

Esta investigação mostra a importância dos testes em massa e do isolamento dos portadores do vírus para conter os focos de contaminação, de acordo com os autores, cujo trabalho foi publicado na revista científica Nature.

Em finais de fevereiro, as primeiras mortes em Itália foram registadas na cidade de Vo (3.200 habitantes), perto de Pádua (Norte do país). A cidade entrou imediatamente em duas semanas de confinamento, no decurso das quais os investigadores puderam fazer testes virológicos em mais de 85% da população.

A agência Reuters precisa que quase toda a cidade foi testada, tendo os testes de despite sido levados a cabo em pessoas que ficaram em quarentena.

No início da quarentena, 2,3% dos habitantes de Vo estavam infetados, contra 1,2% no fim do confinamento e 42,5% da população com teste positivo não tinham qualquer sintoma na altura da análise, nem depois.

Segundo os autores, o estudo mostra que o isolamento rápido dos casos e os testes em massa permitiram eliminar eficazmente o vírus desta pequena cidade.

“A despistagem de todos os cidadãos, quer apresentem ou não sintomas, permite travar a propagação da doença e impedir as epidemias de se tornarem incontroláveis”, de acordo com Andrea Crisanti, do Departamento de Medicina Molecular da Universidade de Pádua e do Departamento de Ciências da Vida da Imperial College de Londres.

Os portadores assintomáticos da infeção têm uma carga viral semelhante aos que ficam doentes, o que sugere que, mesmo sem ficarem doentes, podem propagar o vírus.

“Mesmo as infeções assintomáticas têm o potencial de contribuir para a transmissão”, frisou Enrico Lavezzo, da Universidade de Pádua, coautor do estudo.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 505.500 mortos e infetou mais de 10,32 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. Em Portugal, morreram 1.576 pessoas das 42.141 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Nagorno-Karabakh. Arménia e Azerbaijão acusam-se mutuamente de violação de novo cessar-fogo

A Arménia e o Azerbaijão trocaram esta segunda-feira acusações pela violação de um novo cessar-fogo acordado no domingo para pôr fim às hostilidades no enclave de Nagorno-Karabakh, que deveria ter entrado hoje em vigor. A Arménia …

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …

Chilenos votam de forma esmagadora para substituir Constituição de Pinochet

Os chilenos votaram de forma esmagadora, este domingo, a favor de uma nova Constituição para substituir a herdada da era do ditador Pinochet, num referendo realizado um ano após uma revolta popular contra a desigualdade …

Parques eólicos instalados em terrenos baldios vão passar a pagar IMI

Os terrenos baldios onde sejam instalados parques eólicos destinados a produzir energia elétrica vão perder o direito à isenção de IMI que a lei previa anteriormente para este tipo de imóveis. O Jornal de Negócios adianta …

“Se Jesus tem dito que sim, não seria o Bruno Lage a substituir Rui Vitória”

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, revelou que o atual treinador das águias, Jorge Jesus, já era um nome pensado na altura em que Bruno Lage assumiu a cadeira deixada por Rui Vitória. "Disse …