/

Há um surto misterioso de pneumonia na China

Leo Fung / Flickr

As autoridades chinesas estão a investigar um surto de pneumonia viral de origem desconhecida que, até agora, infetou pelo menos 44 pessoas na cidade de Wuhan.

Num balanço divulgado esta sexta-feira são referidas 11 situações consideradas “graves”, o que está a levantar receios sobre o risco de uma eventual nova epidemia de Sars, a síndrome respiratória aguda grave detetada na China em finais de 2002 e que resultou em mais de oito mil casos em todo o mundo. Mais de 700 pessoas morreram.

O comunicado das autoridades chinesas sublinha que em nenhum dos casos houve transmissão de humano para humano, acrescentando que foram descartadas as hipóteses de se estar perante um surto de “gripe, gripe das aves, infeção por adenovírus ou outras enfermidades respiratórias comuns”. Muitos dos infetados trabalhavam num mercado de peixe da cidade, adianta a nota oficial.

Por precaução, escreve o semanário Expresso, Singapura e Hong Kong iniciaram processos de triagem para quem tiver passado pela cidade.

A polícia de Wuhan informou ainda que oito pessoas foram punidas por “publicar ou encaminhar informações falsas na Internet”.

De acordo com a BBC, um porta-voz da Organização Mundial da Saúde disse estar a acompanhar este surto, mantendo-se a OMS em contato com o governo chinês. “Existem muitas causas potenciais de pneumonia viral, muitas das quais são mais comuns do que o coronovírus da síndrome respiratória aguda grave”, acrescentou o porta-voz. “A OMS está a monitorizar de perto este evento e partilhará mais detalhes à medida que os tivermos”.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE