Há um misterioso asteroide a orbitar muito perto do Sol

Pelo que se sabe do Sistema Solar, há uma ordem mais ou menos conhecida: Sol, planetas, cintura de asteróide, mais planetas e, depois, mais asteroides. Mas uma nova descoberta pode alterar um pouco as coisas.

Trata-se de um asteroide chamado 2019 AQ3, cuja órbita elíptica é quase sempre mais próxima do Sol do que Vénus – e até se aproxima de Mercúrio. Precisa de apenas 165 dias para orbitar o Sol – o ano mais curto já visto num asteróide do Sistema Solar.

“Encontrámos um objeto extraordinário cuja órbita mal se desvia além da órbita de Vénus – isto é um grande problema”, disse o astrónomo Quanzhi Ye, do Centro de Processamento e Análise de Infravermelho (IPAC) da Caltech. “Pode haver muitos asteroides ainda não descobertos por aí como eles.”

O objeto foi visto pela primeira vez a 4 de janeiro de 2019 em dados do Zwicky Transient Facility (ZTF), um projeto automatizado de levantamento do céu feito pelo Palomar Observatory da Caltech. Não demorou muito para que a sua natureza incomum intrigasse outros astrónomos e múltiplos telescópios foram instalados para estudá-lo a 6 e 7 de janeiro.

Além disso, os arquivos do telescópio Pan-STARRS 1 no Observatório Haleakalā, no Hawai, revelaram evidências anteriormente não percebidas do asteroide, que remontam a 2015.

Com base nos dados de arquivo e nas novas observações, os investigadores conseguiram fazer um cálculo preciso da órbita do 2019 AQ3. O asteroide viaja a um estranho loop que o leva para cima e para baixo do plano orbital do Sistema Solar – estranho porque a maioria das coisas no Sistema Solar dentro da Nuvem Oort seguem este plano.

E, como mencionado, a sua proximidade com o Sol também é estranha. De todos os asteroides do Sistema Solar – e existem muitos – encontramos apenas 19 (incluindo 2019 AQ3) cujas órbitas estão completamente contidas na órbita da Terra.

Estes asteroides são conhecidos como asteroides de Atira, asteroides de Apohele ou Objetos no Interior da Terra (IEOs) e, embora não representem uma ameaça atual, isto pode mudar no futuro se as suas órbitas forem perturbadas por Vénus ou Mercúrio.

O tamanho do 2019 AQ3 parece ser considerável. Não conhecemos muitos asteroides do mesmo tamanho. Embora seja impossível fornecer dimensões exatas com base nas observações limitadas até o momento, as estimativas atuais indicam que o seu diâmetro seja de até 1,6 quilómetros.

“Este é um dos maiores asteroides com uma órbita inteiramente dentro da órbita da Terra – uma espécie muito rara“, disse Ye. “De muitas maneiras, 2019 AQ3 é um asteróide excêntrico.”

Procurar asteroides Atira e asteroides e cometas próximos da Terra potencialmente perigosos para a Terra é apenas um dos objetivos da ZTF. Com seu amplo campo de visão e rápida leitura eletrónica, é projetado para capturar objetos que se movem ou ocorrem rapidamente, chamados de eventos transitórios.

No geral, o projeto identificou 50 asteroides próximos da Terra, incluindo 2018 NX e 2018 NW. Também identificou dois buracos negros.

Os artigos a descrever as descobertas serão publicados numa edição especial da revista ZTF da publicação Publications of the Astronomical Society of the Pacific.

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Desaparecimentos, mistérios e lendas. O Triângulo do Alasca pode ser mais perigoso do que o das Bermudas

Milhares de pessoas desaparecem todos os anos no estado norte-americano do Alasca, fazendo lembrar as histórias do Triângulo das Bermudas, onde aviões e navios desapareceram sem deixar rastro. De acordo com a revista The Atlantic, três …

Descobertas sete novas aranhas-pavão. E uma parece um quadro de Van Gogh

Foram encontradas sete novas espécies de aranha do género Maratus. E há uma que se destaca por se parecer com "A Noite Estrelada", famoso quadro de Vincent Van Gogh. Nos últimos anos, as aranhas-pavão (do género Maratus) …

Estado de emergência no México suspende produção de cerveja Corona

Nem toda a publicidade é boa publicidade. Que o diga a cerveja mexicana Corona que, em tempos de pandemia, partilha o nome com o vírus de que já ninguém quer ouvir falar. Segundo o jornal The …

Gás natural pode transformar Moçambique no "Qatar de África" (se os jihadistas deixarem)

A descoberta de gás natural em Moçambique é vista como uma grande esperança para o país que, à boleia dos avultados investimentos que está a receber de grandes multinacionais, sonha tornar-se no "Qatar de África". …

Afinal, os 1.000 ventiladores doados por Elon Musk podem não ser completamente inúteis

Elon Musk, CEO da Tesla, doou mil ventiladores do tipo errado a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Agora, afinal, os ventiladores vão poder ser usados em casos de …

Cientistas preveem quatro grandes furacões no Atlântico em 2020

Cientistas da Universidade Estadual do Colorado, nos Estados Unidos, preveem que se formem quatro grandes furacões no Oceano Atlântico em 2020. De acordo com os especialistas, estes quatro furacões serão de categoria 3 a 5 na …

Neymar doa 870 mil euros para luta contra a pandemia no Brasil

O futebolista internacional brasileiro Neymar doou cerca de 870 mil euros para a luta contra a pandemia covid-19 no seu país, revelou esta sexta-feira o canal SBT. Segundo a estação de televisão brasileira, o contributo de …

França confiscou quatro milhões de máscaras destinadas a Espanha e Itália

As autoridades francesas apreenderam quatro milhão de máscaras que uma empresa sueca transportava da China para a Espanha e Itália no início do mês. A disputa diplomática foi revelada na quarta-feira pela revista francês L'Express. Segundo …

Sobe para 52 o número de elementos da PSP infetados

Subiu esta sexta-feira para 52 o número de elementos da PSP infetados com covid-19, revelou esta força de segurança, dando conta que está a ser assegurado apoio psicológico a todos os polícias com 30 profissionais. Em …

A curvatura do espaço-tempo vai ajudar o WFIRST a encontrar exoplanetas

O WFIRST (Wide Field Infrared Survey Telescope) da NASA irá procurar planetas para lá do nosso Sistema Solar na direção do centro da nossa Galáxia, a Via Láctea, onde estão a maioria das estrelas. O …