Há dados sobre a covid-19 em Portugal que se mantêm “escondidos” (até do olhar dos cientistas)

Tiago Petinga / Pool / Lusa

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) disponibiliza diariamente dados sobre a evolução da covid-19 em Portugal, mas há muitos indicadores que não são públicos – e nem sequer cientistas que querem analisar as informações de uma perspectiva académica, conseguem aceder-lhes.

Mesmo dados que não colocam em causa a privacidade dos pacientes com covid-19 não são divulgados publicamente, conforme apontam especialistas ouvidos pelo Expresso.

Entre os dados que não se conhecem estão o número de testes por região, o tipo de laboratório (privado ou público) onde foram feitos, a taxa de isolamento dos casos positivos, a evolução dos surtos activos ou o tipo de contágio mais habitual. Nem tão pouco é pública a evolução da taxa de ocupação dos hospitais, nem do peso das comorbidades entre os infectados e entre os mortos.

Conhecer alguns destes indicadores ajudaria a caracterizar de forma mais precisa a evolução da epidemia em Portugal.

A evolução semanal do R, indicador sobre o número médio de pessoas que cada infectado contagia, só é pública desde há um mês, podendo ser consultada no site do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA).

E há até cientistas que pretendem aceder a dados para fins académicos e de estudo que não o conseguem fazer, como destaca ao Expresso o director da Escola de Medicina da Universidade do Minho, Nuno Sousa, que desde Março tenta, sem sucesso, obter informação.

Estamos nisto desde o início de Março. Se era possível entender que em Março fosse impossível ter esses dados todos disponíveis, é difícil perceber como é que chegamos ao fim de Junho sem ter acesso a dados muito simples e que podiam ser altamente informativos”, destaca Nuno Sousa.

A tomada de decisão baseia-se nesta informação. E sabemos agora que os dados têm de ser trabalhados à escala regional. É preciso ter essa lente mais afinada”, constata ainda.

Notas que surgem numa altura em que a resposta à pandemia em Lisboa, onde se concentra agora o maior número de novos infectados, tem sido contestada.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. O PR disse: “Não vamos mentir” e assim não é preciso. Embora que os Espanhões mentiram muito bem e não são excluídos do turismo como é Portugal Honestinho

  2. Há quem diga o nº diário de infectados e mortos, já chegou a ser mais do dobro daquilo que diariamente informam. A DGS e os políticos que nos comandam, são uns contorcionistas mentirosos. Até o das beijocas e selfies. Não podemos confiar nestas seitas.

  3. O dobro? o tipo do quiosque diz que chegou a ser o triplo! que triteza quando se comente “…há quem diga..”

  4. Há também o “lado oposto” de ver a situação…
    É que, ao que parece, nunca mais ninguém morreu de outra causa, ou seja, só vê COVID, só se fala de COVID e só se morre de COVID…
    Que o “bicharoco” é perigoso, é (pelo menos até haver antídoto, tanto em medicação como em vacina)… mas também é verdade que a esmagadora maioria das mortes “por COVID” está associada a outras patologias das quais as pessoas (que morreram) já padeciam… e foi, sobretudo, por causa dessas patologias (e de um quadro clínico mais ou menos complicado) que morreram…

RESPONDER

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …

Putin avisa que quem ameaçar a Rússia "se irá arrepender como nunca"

O presidente Vladimir Putin emitiu um alerta durante o seu discurso anual ao Governo. O líder frisou que qualquer membro da comunidade internacional que ameace a Rússia "se irá arrepender como nunca se arrependeu antes". O …

Nove anos depois, Bruxelas deixa de monitorizar atividade da CGD

A Direção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia (DG Comp) encerrou o processo de monitorização do plano estratégico da Caixa Geral de Depósitos (CGD). "A Caixa Geral de Depósitos, S.A. (CGD) informa que recebeu comunicação da Direção …

Se não fosse o vídeo de Darnella Frazier, "Derek Chauvin ainda seria polícia"

Darnella Frazier, na altura com 17 anos, foi a responsável pelo vídeo que mostra o ex-agente da polícia Derek Chauvin a prender o afro-americano George Floyd, que acabou por não resistir. Esta terça-feira foi um dia …

Eutanásia. Jurisdição do PSD considera haver matéria para processo disciplinar a Rio e Adão Silva

O Conselho Nacional de Jurisdição do PSD considerou que existe "matéria bastante para abertura de processo disciplinar" ao presidente do partido e ao líder parlamentar por violação de uma decisão do Congresso sobre eutanásia, faltando …