“É como uma guerra”. Ucrânia desconfinou (e agora tem os hospitais cheios)

Alejandro Garcia / EPA

A Ucrânia começou a desconfinar com a reabertura dos transportes públicos, parques, cafés e cabeleireiros. Agora, os hospitais estão cheios e os profissionais de saúde estão a lutar contra os novos casos de covid-19

A 26 de junho, as autoridades locais da Ucrânia avisaram que poderiam ter de voltar a aplicar medidas mais apertadas para “achatar” a curva, após terem sido registados 1.109 casos de covid-19 num só dia.

O governo tinha decretado o confinamento até 22 de junho com uma flexibilização gradual que começou em 22 de maio com o levantamento de algumas restrições. No entanto, foi prolongado a 17 de junho até 31 de julho devido ao aumento de casos.

De acordo com a agência de notícias AFP, citada pelo jornal britânico The Guardian, em meados de junho, a Organização Mundial de Saúde (OMS) listou a Ucrânia entre duas dezenas de países europeus que registaram uma segunda onda do vírus.

“Estamos sobrecarregados. Nas últimas 24 horas, admitimos 18 pacientes com suspeitas de coronavírus”, afirma Marta Saiko, chefe de cuidados de saúde primários no hospital de Lviv. “É como uma guerra, é muito difícil”.

O hospital tem 50 camas para suspeitos de covid-19, mas ficou cheio em três dias. “O estado médico deles é moderadamente sério ou quase grave. Um paciente morreu”, contou Saiko.

Nataliya Matolinets, chefe da unidade de cuidados intensivos, disse que o hospital começou a tratar pacientes com coronavírus porque a cidade precisa de mais camas. “Tanto a carga psicológica como a física aumentaram significativamente para os médicos e toda a equipa”, disse.

Nataliya Timko, uma das principais epidemiologistas do departamento regional de saúde de Lviv, disse que a região esperava ter mais casos na primeira onda, mas evitou essa situação graças às rígidas regras de bloqueio. No entanto, agora, “algumas pessoas esqueceram-se do bloqueio” e o vírus está a espalhar-se porque alguns estão a descartar o uso de máscaras e outras medidas de proteção.

 

A Ucrânia, com uma população de quase 42 milhões de pessoas, tem mais de 49 mil casos confirmados e cerca de 1.200 mortes por covid-19. Neste domingo registou 823 novos casos e 22 mortes.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Trump promove falsa teoria de que Kamala Harris não nasceu nos EUA (e que não será elegível para vice)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que ouviu que Kamala Harris, candidata democrata à vice-presidência da Casa Branca, não era elegível para o cargo, com base num boato que sugeria que pode não …

"Avante!". Pede-se máscara obrigatória, mas PCP só dá ouvidos à DGS

Vários peritos pedem o uso obrigatório de máscara na Festa do Avante!, mas o PCP só atende às recomendações feitas pela Direção-Geral da Saúde. Depois de muita contestação, a Festa do Avante! vai mesmo realizar-se, entre …

Coreia do Sul com maior número de casos desde março. Seul reforça medidas restritivas

A Coreia do Sul endureceu este sábado as medidas restritivas para conter a pandemia de covid-19 em Seul e arredores após registar o número mais elevado de novos casos diários em cinco meses. As regras, que …

Cavani tem viagem marcada para fechar acordo com o Benfica

Vários órgãos de informação avançam que Edinson Cavani tem viagem marcada para a Europa, onde deverá assinar com o SL Benfica dentro dos próximos dias. Depois de várias semanas de negociações, Edinson Cavani está praticamente garantido …

Novo Banco. Gama Life garante não ter relação com Greg Lindberg (mas GNB mudou-se para a sua morada)

O fundo da Apax Partners que assumiu o controlo da GNB Vida depois da compra ao Novo Banco “mudou-se” para a mesma morada de empresas do multimilionário Greg Lindberg em Londres, apesar da seguradora garantir …

Ministra admite que não leu relatório sobre Reguengos (e desvaloriza surtos em lares)

A ministra da Segurança Social admitiu, em entrevista ao semanário Expresso, que não leu o relatório sobre Reguengos de Monsaraz, mas considerou que a dimensão dos surtos de covid-19 em lares “não é demasiado grande …

Calvário no Barcelona. Setién de saída, Messi faz ultimato e Piqué fala em "vergonha"

O Barcelona foi esmagado (8-2) pelo Bayern Munique, nos quartos de final da Liga dos Campeões. Setién está de saída, Messi fez um ultimato e Piqué falou em "vergonha". Foi a noite mais negra de sempre …

Antonoaldo Neves quer receber mais para sair da TAP (mas Governo não paga "nem mais um cêntimo")

Quando foi anunciado o acordo de saída de David Neeleman da TAP, o Governo anunciou também que Antonoaldo Neves, CEO da companhia, seria substituído. No entanto, ainda não se chegou um acordo para a saída. …

Explosão em Beirute terá sido causada por trabalhos de manutenção

A explosão no porto de Beirute, no Líbano, que matou 171 pessoas, feriu mais de 6 mil e deixou um rasto de destruição na cidade, poderá ter sido causada por trabalhos de manutenção num armazém. …

"Crocodilo do terror" tinha dentes do tamanho de bananas e comia dinossauros

Um novo estudo descobriu um grupo de crocodilos antigos que tinham cerca de 10 metros de comprimento e dentes "do tamanho de bananas", que lhes permitiam derrubar até os maiores dinossauros do seu ecossistema. De acordo com …