/

Guardiola já gastou 686 milhões de euros no Manchester City

Neil Hall / EPA

O ex-jogador catalão Pep Guardiola, atual treinador do Manchester City

Desde a chegada de Pep Guardiola ao Manchester City, o clube já gastou 686 milhões de euros. A contratação de Rodri, por 70 milhões, é a mais recente de uma panóplia de reforços das últimas três épocas.

Pep Guardiola garantiu esta quarta-feira mais duas contratações para a próxima temporada, sendo uma delas a segunda mais cara da história do clube. Os “citizens” compraram Rodri ao Atlético de Madrid pelo valor de 70 milhões de euros da cláusula de rescisão. O Manchester City ativou também a opção de recompra de Angeliño por 12 milhões de euros.

Com o dinheiro do petróleo do presidente natural dos Emirados Árabes Unidos, Khaldoon Al-Mubarak, Guardiola tem uma vasta liberdade para contratar novos reforços. Esta época pagou ainda 8 milhões de euros pelos serviços do guarda-redes norte-americano Zack Steffen.

Feitas as contas, com três épocas completas no clube e mais uma por vir, Pep Guardiola já gastou uns estonteantes 686 milhões de euros em contratações, como noticia o jornal ABOLA. A mais cara do clube foi Kevin de Bruyne, o belga que é uma das estrelas da equipa britânica, mas que foi atormentado por lesões na última temporada.

A completar o pódio das contratações mais caras está Riyad Mahrez, o argelino contratado ao Leicester City por 67,8 milhões de euros.

Há ainda algumas caras conhecidas dos portugueses na lista dos mais caros do clube. Bernardo Silva, antigo jogador do Benfica, foi comprado por 50 milhões de euros, fazendo dele o nono jogador mais dispendioso. Os ex-águias Ederson (40 milhões) e Nolito (18 milhões) também estão em lugar de destaque. Danilo, o antigo defesa direito do FC Porto, chegou por uma verba de 30 milhões de euros.

Os outros reforços mais caros do treinador espanhol são: Laporte (65 milhões), Benjamin Mendy (57,5 milhões), John Stones (55,6 milhões), Kyle Walker (52 milhões), Leroy Sané (50,5 milhões), Gabriel Jesús (32 milhões), Ilkay Gundogan (27 milhões) e Claudio Bravo (18 milhões).

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.