Guantánamo é a prisão mais cara do mundo: 13 milhões de dólares por prisioneiro

Guantánamo é a prisão mais cara do mundo. Para manter as instalações a funcionar, cada prisioneiro custa 13 milhões de dólares ao Estado norte-americano.

A prisão de segurança máxima de ADX Florence, em Colorado, nos Estados Unidos, detém alguns dos prisioneiros mais perigosos do país. Em 2012, cada prisioneiro custava cerca de 78 mil dólares por ano. Ao olhar para a Prisão de Guantánamo, os valores são estrondosamente mais elevados. O custo com cada um dos 40 prisioneiros é de 13 milhões de dólares.

As contas feitas pelo The New York Times relatam de um gasto superior a 540 milhões de dólares no ano passado com salários dos soldados, manter o tribunal de guerra e fazer manutenção e construções necessárias. A Prisão de Guantánamo é muitas vezes denunciada por alegados maus-tratos e tortura aos seus prisioneiros — alguns dos quais são acusados de serem os orquestradores do 11 de setembro.

Isolada dos Estados Unidos, no sul de Cuba, a Baía de Guantánamo conta com 1.800 soldados, ou seja, 45 por cada prisioneiro.

O próprio presidente norte-americano, Donald Trump, já reagiu à notícia, admitindo mesmo que “é de loucos” que se gastem 13 milhões por prisioneiro em Guantánamo. “Eu acho isso de loucos. Custa uma fortuna para operar”, disse.

Sem chegar a admitir encerrar a prisão, diz que iria procurar por alternativas. Pelo contrário, durante a sua campanha em 2016, prometeu manter a prisão aberta e até mandar para lá mais terroristas. “Olhe, o presidente Obama disse que a Baía de Guantánamo seria fechada e nunca o fez”, atirou.

Os membros da direção têm a sua própria capela e cinema, duas salas de jantar e uma equipa de saúde mental. Já os prisioneiros têm acesso a refeições, acesso a canais de notícias e desporto por satélite, equipamento de ginásio e consolas de jogos. Os mais bem comportados têm direito a refeições conjuntas e podem rezar em grupos. Alguns deles, de acordo com o NY Times, até podem participar em aulas de arte e horticultura.

Um relatório do Departamento da Defesa norte-americano de 2013 calculou um gasto de 454,1 milhões de dólares — menos 90 milhões do que em 2018. Na altura havia 166 prisioneiros em Guantánamo, fazendo com o que o custo por prisioneiro fosse de “apenas” 2,7 milhões de dólares.

“Acho que não há necessidade ter instalações incrivelmente caras nas residências de Guantánamo… são 40 pessoas”, afirmou o democrata Adam Smith, defensor de longa data do encerramento das instalações. “Então, em última análise, acho que eles devem ser transferidos para cá [Estados Unidos]”.

Para além dos guardas prisionais, Guantánamo tem uma unidade da guarda costeira e engenheiros da Força Aérea, médicos da Marinha, enfermeiros, técnicos psicólogos, advogados, padres, bibliotecários e jornalistas militares.

E não ficam por aqui. Há ainda linguistas do Departamento de Defesa, analistas de inteligência, consultores, profissionais de tecnologia da informação e outros funcionários do Governo. Em 2014, eram cerca de 300 funcionários na Baía de Guantánamo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Donald Trump desiste de realizar o G7 no seu clube de golfe em Miami

A decisão de Donald Trump, a braços com um processo de impeachment, de usar um dos seus resorts levantou dúvidas sobre conflito de interesses. O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abandonou a ideia de realizar …

Costa vai a Belém apresentar secretários de Estado. Patrícia Gaspar e Antero Luís na lista

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, vai esta segunda-feira a Belém apresentar ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, os nomes dos secretários de Estado que vão integrar o próximo Governo. O encontro, marcado para as 11 …

Chernobyl transforma-se num santuário para uma rara espécie de cavalos

Chernobyl tem sido o inesperado lar de uma espécie de cavalos em vias de extinção. Dezenas de cavalos de Przewalski foram observados em edifícios abandonados na zona radioativa da cidade ucraniana. Surpreendentemente, uma espécie de cavalos …

Sánchez desloca-se a Barcelona para “visitar agentes feridos” e lembra obrigações de Torra

O presidente do governo espanhol, em funções, Pedro Sánchez, desloca-se esta segunda-feira a Barcelona, após ter criticado o presidente do governo regional da Catalunha por não ter condenado com firmeza os atos de violência dos …

Governo de Hong Kong pede desculpas após polícia pulverizar mesquita

O Governo de Hong Kong pediu esta segunda-feira desculpas a líderes muçulmanos, depois da polícia antimotim ter pulverizado um portão da mesquita e algumas pessoas com um canhão de água, quando as autoridades tentavam dispersar …

Bolívia. Resultados preliminares dão vitória a Morales, mas com segunda volta

O chefe de Estado boliviano lidera os resultados preliminares da primeira volta das eleições Presidenciais, mas parece ser obrigado a disputar uma segunda ronda contra o ex-Presidente Carlos Mesa. A autoridade eleitoral da Bolívia indicou que, …

Telemóveis e computadores podem acelerar o envelhecimento

Uma nova investigação, levada a cabo por cientistas da Oregon State University, nos Estados Unidos, concluiu que a exposição diária à luz azul, como aquela que é emitida por telemóveis e computadores, pode afetar a …

Quatro espeleólogos portugueses desaparecem em gruta espanhola

Uma equipa de resgate foi acionada para localizar quatro espeleólogos portugueses que estão desde sábado na gruta de Cueto-Coventosa, em Espanha, com os trabalhos de socorro a serem dificultados pelo aumento do nível da água Quatro …

Afinal, Vénus pode não ser tão semelhante à Terra como pensávamos

Uma nova investigação questiona a habitabilidade de Vénus, planeta que os cientistas consideram há pouco tempo numa outra investigação poder ter um clima habitável semelhante ao da Terra. De acordo com a nova investigação, cujos …

Há gelo no polo sul da Lua e pode ter muitas fontes

Um novo estudo sugere que o gelo encontrado na superfície lunar pode ter milhares de milhões de anos, além de ter surgido de diferentes fontes. O estudo, publicado recentemente na Icarus, sugere que a maioria do …