Guaidó questiona novo diálogo com o regime e alerta que crise se intensificará

Rayner Peña / EPA

Juan Guaidó

O presidente da Assembleia Nacional diz que “nunca houve diálogo” entre o Governo de Nicolás Maduro e a oposição porque ao regime “não lhe interessava solucionar”.

O líder político opositor Juan Guaidó questionou esta segunda-feira a decisão de vários pequenos partidos opositores de criarem uma nova plataforma de diálogo com o regime, porque intensificará a crise no país e repete manobras governamentais do passado. “Já o regime tentou, antes, este tipo de manobras, que levarão a uma maior crise, a um isolamento internacional. Não há confiança no regime.”

Durante uma conferência de imprensa em Caracas, o presidente da Assembleia Nacional (parlamento) afirmou que “nunca houve diálogo” entre o Governo do Presidente Nicolás Maduro e a oposição porque ao regime “não lhe interessava solucionar”.

“Já o regime tentou este tipo de manobras. Aconteceu a 20 de maio de 2018 e sabemos quais as consequências de querer negar uma solução real ao conflito. Pôr paninhos de água quente a uma emergência humanitária complexa que evolui a uma catástrofe humanitária seria irresponsável e implica um delito que lesa a humanidade”, afirmou.

Por outro lado, explicou que o Governo abandonou a mesa de diálogo em Barbados, sob o auspício da Noruega, porque a oposição propôs “um conselho de governo” para ir a uma “etapa democrática” com “garantias para todos os sectores”.

Para Júlio Borges, do partido opositor Primeiro Justiça e representante de Juan Guaidó para assuntos externos, o acordo assinado não aporta soluções à crise venezuelana. “A União Soviética e Cuba, também fabricaram uma oposição à medida e esta cumplicidade terminou sempre num grande fracasso”, escreveu no Twitter.

Segundo Maria Corina Machado, líder do partido Vem Venezuela, os partidos que assinaram o acordo não representam verdadeiramente a oposição. “É o regime a dialogar com o regime, isso não é a oposição venezuelana. Isso não é uma nação em rebeldia e todos sabemos isso. Os venezuelanos sabem e o também os seus aliados”, disse aos jornalistas.

Maria Corina Machado insistiu que a oposição se enfrenta a um regime “criminoso” e que “custou muito para que o país e o mundo entendesse que estão desmembrando a Venezuela”.

Esta segunda-feira, o Governo do Presidente Nicolás Maduro e quatro pequenos partidos opositores (Avançada Progressista, Soluções para a Venezuela, Movimento Ao Socialismo e Cambiemos), chegaram a um acordo para instalar uma nova mesa de diálogo.

O acordo foi assinado em Caracas, na Casa Amarilla (Ministério de Relações Exteriores) e prevê que os deputados do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), regressem à Assembleia Nacional (parlamento, onde a oposição detém a maioria), acusada de desacato pelo regime. Também que seja conformado um novo Conselho Nacional Eleitoral, que sejam dadas garantias aos processos eleitorais e que alguns presos políticos se beneficiem com medidas alternativas à prisão.

Por outro lado, vão ser defendidos os “direitos legítimos” da Venezuela sobre o território Esequibo, em disputa com a vizinha Guiana e que sejam condenadas as sanções económicas contra a Venezuela.

O acordo prevê ainda que a Venezuela ative um programa de intercâmbio por alimentos e medicamentos, em concordância com os mecanismos técnicos existentes na ONU.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A longo prazo, o distanciamento social pode até ser melhor para a economia

O isolamento social durante uma pandemia, como é o caso da covid-19, que já fez mais de 48.000 vítimas mortais por tudo o mundo, pode revelar-se melhor para a economia a longo prazo, revelou uma …

Elon Musk doou 1.000 ventiladores a hospitais (mas eram do tipo errado)

Nos últimos dias, Elon Musk, CEO da Tesla, recebeu muitos elogios por ter doado mil ventiladores a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Porém, os ventiladores não eram do …

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …