Juan Guaidó convoca manifestação nacional para sábado contra apagões

Raul Martinez / EPA

Juan Guaidó

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, convocou para sábado uma manifestação nacional em protesto pelos apagões elétricos que desde 7 de março afetam o país.

“Foi-se a luz, não podemos ficar como atores passivos. Cada vez que falte a luz vamos fazer valer os nossos direitos. Povo da Venezuela, nos veremos em cada canto e em cada esquina, sábado, para protestar e exigir“, disse.

Juan Guaidó, que falava aos jornalistas durante um encontro com venezuelanos da sede do partido opositor Ação Democrática, em El Paraíso, na zona oeste de Caracas, acrescentou que o dia 6 de abril será “uma data importante”. “Vamos ter o primeiro simulacro da Operação Liberdade“, explicou.

O autoproclamado presidente interino da Venezuela insistiu que os venezuelanos devem organizar-se nas zonas onde residem, para seguir as diretrizes da Operação Liberdade que compreende três etapas: “fim da usurpação, governo de transição e eleições livres“.

Fontes não oficiais dão conta de que parte da “Operação Liberdade” consiste numa manifestação até ao palácio presidencial de Miraflores, onde funciona o Governo do presidente Nicolás Maduro.

No passado dia 7 de março, uma falha na barragem de El Guri, a principal do país, deixou a Venezuela às escuras durante uma semana. No entanto um novo apagão, que começou pelas 11:00 locais de segunda-feira, em várias zonas do sudoeste da Caracas, estendeu-se a outras zonas, sendo que duas horas mais tarde a cidade ficou toda às escuras.

Em comunicado, o Governo venezuelano explicou que, na segunda-feira, o Sistema Elétrico Venezuelano (SEV) foi alvo de dois ataques terroristas, um deles um incêndio na barragem de El Guri. Fontes não oficiais dão conta de que em alguns Estados o serviço elétrico foi restituído em quase 30%.

Na Venezuela são cada vez mais frequentes e prolongadas as falhas de fornecimento de eletricidade, chegando a afetar a totalidade do território.

O Governo atribui as falhas a atos de sabotagem de opositores apoiados pelo Estados Unidos, enquanto que a oposição acusa o regime de não fazer os investimentos necessários no setor e tem denunciado, desde há vários anos, falhas na manutenção e ausência de peças de reparação.

Desde 2005 que engenheiros elétricos alertam que o país poderia registar um apagão geral devido às condições precárias do sistema.

Em maio de 2013, após um após que afetou vários Estados do país, o então ministro de Energia Elétrica da Venezuela, Jesse Chacón, anunciou que o Presidente Nicolás Maduro ordenou o desdobramento de militares nas centrais elétricas e de transmissão no país.

Entretanto, segundo a imprensa local, devido à crise política, económica e social, centenas de empregados da Corporação Elétrica Nacional da Venezuela abandonaram o país à procura de melhores condições no estrangeiro.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Viúva de Kobe Bryant avança para tribunal contra empresa que operava helicóptero

Vanessa Bryant avançou com uma ação por homicídio involuntário contra a empresa que operava o helicóptero que caiu, causando a morte do seu marido, Kobe Bryant, da filha Gianna e de outras sete pessoas. A queixa …

Covid-19: Confirmado primeiro caso de infeção na Catalunha

A Espanha anunciou hoje o primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus na Catalunha, subindo assim para quatro o número de infetados em território espanhol. Os pormenores sobre este novo caso agora na comunidade catalã serão …

Traficante perde códigos de contas com 53,6 milhões de euros em bitcoins

Um traficante irlandês, que acumulou uma fortuna de 55 milhões de euros em bitcoins, perdeu os códigos para aceder às contas depois de os esconder no estojo onde estava guardada a sua vara de pescar, …

Morreu Katherine Johnson, a matemática que ajudou a levar o Homem à Lua

A matemática norte-americana Katherine Johnson, que trabalhou para a agência espacial norte-americana (NASA), morreu esta segunda-feira aos 101 anos. A informação foi avançada no fim da tarde desta segunda-feira pelo administrador da NASA, Jim Bridenstine, …

Asia Bibi quer obter asilo político em França

A cristã paquistanesa Asia Bibi, condenada à morte por blasfémia em 2010 e absolvida oito anos depois, antes de se refugiar no Canadá, referiu esta segunda-feira pretender obter asilo político em França. Asia Bibi disse à …

Covid-19. Itália com 50 novos casos e Portugal com novo suspeito

Em Portugal, a DGS confirmou um novo caso suspeito de infeção. Por sua vez, as autoridades italianas anunciaram a existência de 50 novos casos de infetados com Covid-19. A Direção-Geral de Saúde confirmou, esta terça-feira, …

Benfica também está interessado em Rúben Amorim

O Benfica junta-se ao Sporting na corrida pela contratação do treinador do Sporting de Braga, Rúben Amorim. O jovem técnico tem impressionado ao serviço dos bracarenses. Depois de se falar do interesse do Sporting CP em …

15 anos após gravação sem autorização, Estado condenado a indemnizar Sá Fernandes

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou o Estado português a pagar uma indemnização de 3 mil euros ao advogado Ricardo Sá Fernandes. Em causa está um acórdão assinado pelo juiz Rui Rangel em …

Contribuintes têm até esta terça-feira para validar faturas (e podem valer até 2.500 euros no IRS)

Os contribuintes que, no ano passado, colocaram o seu NIF em faturas devem verificar se todas estão corretamente associadas à tipologia de despesas a que correspondem para efeitos de IRS, terminando esta terça-feira o prazo …

Plácido Domingo diz "assumir toda a responsabilidade dos seus erros"

O tenor também desistiu de se apresentar na Ópera Metropolitana de Nova Iorque, enquanto outras óperas americanas cancelaram as suas atuações, que no entanto continuam na Europa. O tenor espanhol Plácido Domingo, acusado nos Estados Unidos …