Grupo invade esquadra após detenção de jovem

Um grupo de jovens tentou esta quinta-feira invadir a esquadra da PSP de Alfragide, no concelho da Amadora, na sequência da detenção de um jovem que atirou uma pedra contra uma carrinha policial, segundo fonte das forças de segurança.

O subcomissário Abreu, porta-voz do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, explicou à Lusa que cerca das 14:00 uma carrinha de uma equipa que patrulhava o bairro da Cova da Moura, no mesmo concelho, foi atingida por uma pedra atirada por um jovem de um grupo de cerca de 10 pessoas.

Um polícia sofreu ferimentos ligeiros, no rosto e nos braços, e foi transportado para o Hospital de Amadora-Sintra, e o jovem, de 24 anos, foi levado para a esquadra de Alfragide. A polícia chegou a disparar um tiro de ‘shotgun’ para o ar para dispersar o grupo, referiu a mesma fonte.

Na sequência da detenção, os restantes jovens, com idades entre os 23 e 25 anos, “tentaram invadir” a esquadra, tendo sido disparado um novo tiro para o ar, segundo a PSP. Foram detidos cinco elementos do grupo e os restantes fugiram.

Os detidos, todos do sexo masculino, permanecem na esquadra e serão notificados para serem ouvidos em tribunal, explicou o porta-voz do Cometlis.

/Lusa

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. É preciso dar pouca guita porque o papagaio vai alto .Não actuem ao agentes de autoridade e sem complexos face aos comentários de SS.Racismo,que tudo levam em tal sentido,e depois não se queixem.Maus cidadãos que nada respeitam têm que ser punidos com severidade, independentemente de tom de pele,religião ou afins.São todos dignos de direitos e deveres.Não cumprem .Os tribunais deverão actuar e com muita severidade.O resto é paisagem que muito interessa para especulações de determinadas entidades e organizações.

    • Caro Atónito,
      Esteja à vontade para nos fazer chegar as verdades e outras meias das mesmas, com as quais contamos para enriquecer a oferta de informação que fazemos aos nossos leitores.

  2. Jornalismo sério faz-se com fontes diversas e questionando sempre a info. que nos chega pronta a consumir. Uma rápida busca no “google” poderá fornecer outras fontes. Não quero desvalorizar o vosso trabalho mas estas informações são “arranjadas” para justificar certos comportamentos da PSP e ajudam a reforçar preconceitos raciais, o que não é de todo o vosso objectivo não é?
    Deviam investigar porque foram baleadas pessoas em varandas, porque o grupo (acusado de invadir a esquadra) viu recusado o seu direito de apresentar uma queixa e alguns acabaram espancados pelos agentes e no hospital. Já agora porque são admitidos agentes com cruzes suásticas tatuadas como já muita gente viu. Neste país nada é impoluto muito menos a polícia cujos abusos passam sempre incólumes entre a chuva…

    • Caro Atónito,
      Efectivamente, nem sempre temos condições para ir muito além da mera selecção dos temas que nos são fornecidos.
      Mas por tudo o que expõe, mais importante se torna o seu contributo a esta notícia. Obrigado.

  3. Realmente, que título ridículo …
    “se não têm condições para ir muito além da mera selecção dos temas que [vos] são fornecidos” no mínimo sejam imparciais no julgamento e mais atentos na escolha de palavras …
    o suposto “gangue” era formado por jovens (pertencentes a associações de apoio aos habitantes do bairro da Cova da Moura) e dirigiam-se a esquadra com o intuito de apresentar formalmente uma queixa de abuso policial, não só formam negados de apresentar queixa mas formam espancados e incriminados..
    a parte disso, outros moradores foram vitímas de balas perdidas lançadas pela polícia

    porque a escolha da palavra “gangue”?porquê a omissão de factos relevantes para a exposição da notícia?
    isto não é jornalismo/não é informação, apenas manipulação e sensacionalismo barato
    (ah e bela escolha de imagem-descontextualizada (para quem não sabe o que é um gangue vê a imagem e percebe logo quem são os maus da fita)

  4. e perante o exposto, que ninguem se admire que estes vandalos sejam no proximo 10 de Junho agraciados com a ordem do Infante e os coitados e malandros dos policias condenados

  5. Aqui no baixo Alentejo estamos a construir parques solares (electricidade baseadas em energia solar) Precisamos de ajudantes para operações técnicas.
    Podem enviar os cinco rapazes detidos que nós ajudamos na parte da reintegração.
    Bem hajam

  6. Observatórios, Associações e afins, deviam morar na Cova da Moura. Nem era preciso ir tão longe, bastava que morassem na Amadora. Quando não há respeito pelas forças de segurança e se minimizam os danos causados por estes cidadãos, que mais não são do que marginais marginais, é a nossa segurança que está em risco.
    Já são demasiados os relatos de vandalismo a esquadras. Onde estão, afinal, os direitos das vítimas que fazem do trabalho o pão de cada dia?

  7. ao senhor do baixo alentejo
    (provavelmente descendente de marroquinos em linha directa, logo descendente de africanos, ou outra hipótese também provável, descendente de escravos africanos que, em largo número, foram “convidados” a povoar o alentejo por via da sua resistência à malária, nos séculos XV a XVIII e que por aí deixaram basta semente, bem visível nos vossos traços)
    aconselho também a convidar para o seu empreendimento solar o agente da autoridade tatuado com cruz suástica, talvez para capataz dos de chicote ou para motorista do seu trator mercedes
    tanto sol e tanta molenga nessa cabecinha pensadora

  8. Em Setubal é que sabem meter os “jovens” na linha. Porta-bagagens… fábrica abandonada… pancada e pronto, já está mais uma reintegração social bem sucedida.

RESPONDER

Mais 13 mortes e 3452 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta quarta-feira, mais 13 mortes e 3452 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3452 novos …

MPT junta-se a PDR e pedem que Nós, Cidadãos! seja banido das autárquicas pelo TC

O MPT juntou-se ao PDR e ambos pedem que o Nós, Cidadãos! seja impedido de "apresentar candidaturas" às eleições autárquicas de setembro. Em junho, o PDR deu entrada com um pedido no Tribunal Constitucional (TC) para …

Relatório revela envolvimento da Igreja Católica em 100 casos de pedofilia na Polónia

Uma comissão estatal que analisou as denúncias de crimes de pedofilia registadas na Polónia entre 2017 e 2020 denunciou na terça-feira que quase um terço dos casos estudados, num total superior a 300 processos, envolvem …

Polícias voltam aos protestos por causa do subsídio de risco em dia de nova reunião com o Governo

Elementos da PSP e da GNR voltam esta quarta-feira aos protestos por causa do subsídio de risco, uma concentração que vai decorrer enquanto os sindicatos e associações socioprofissionais estão reunidos no Ministério da Administração Interna …

Vieira continua em domiciliária. MP vai pedir reforço de garantias de caução

O Ministério Público (MP) vai pedir reforço de garantias de caução por entender que o uso das ações da SAD do Benfica não é a forma apropriada. O Correio da Manhã avança, esta manhã, que o …

Investigadores suecos pagam 23 dólares a quem se vacinar contra a covid-19

Recompensa surge no âmbito de uma pesquisa que pretende avaliar o nível de eficácia de diferentes incentivos à vacinação contra a Covid-19. O estudo conta com a participação de 8.200 voluntários com menos de 60 …

Costa diz que Estado se curva "perante a memória" de Otelo. Mas BE condena ausência de luto nacional

O primeiro ministro, António Costa, e o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, decidiram não declarar luto nacional pela morte de Otelo Saraiva de Carvalho, Capitão de Abril. A líder do BE e o …

Catarina Martins volta a bater o pé e Jerónimo sublinha: "Ainda não há Orçamento"

Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, esta terça-feira, o Bloco de Esquerda, o PCP e o CDS, em mais uma ronda de reuniões com os partidos com assento parlamentar. Se o objetivo do Presidente da República era …

Simone Biles, Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Simone Biles. O ouro olímpico não é sinónimo de paz, muito menos interior

Na sequência do escândalo Nassar, a opinião pública dos EUA concordou que não valia tudo no caminho até ao ouro olímpico — principalmente quando está em causa a dignidade humana. Com a sua principal estrela …

"Sinto que desci ao inferno". Polícias recordam ataque ao Capitólio

"É assim que vou morrer", "sinto que desci ao inferno" e "corri o risco de ser morto" são alguns dos relatos de polícias que presenciaram a invasão ao Capitólio. Começaram as audiências na comissão da Câmara …