/

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

1

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos.

No início do ano passado, o gerente de um banco dos Emirados Árabes Unidos recebeu uma chamada de um homem cuja voz era idêntica a de um empresário com o qual já havia falado, segundo noticia a Forbes, que teve acesso ao ato judicial.

O homem referiu que a sua empresa estava prestes a fazer uma grande compra e, como tal, precisava que o gerente autorizasse uma série de transferências no valor de 35 milhões de dólares.

Durante a chamada que efetuou, o indivíduo garantiu ao gerente do banco que tinha contratado um advogado, chamado Martin Zelner, para coordenar as transações.

Após a conversa, o banco recebeu vários e-mails, supostamente do empresário e do advogado, confirmando a quantia de dinheiro que era necessária movimentar e o seu destino de envio.

Ao pensar que as operações estavam dentro dos termos legais, o gerente bancário deu luz verde às transações. Contudo, o homem tinha sido enganado pela tecnologia de inteligência artificial conhecida por deep voice que clonou a voz do empresário.

O Ministério Público de Dubai, que agora tomou conta da investigação, acredita que pelo menos dezassete pessoas estão envolvidas no plano.

As autoridades sugerem que o dinheiro foi enviado para várias contas bancárias espalhadas por todo o mundo, sendo que cerca de 400.000 dólares foram desviados para contas com sede nos EUA, geridas pelo Centennial Bank.

Assim, foi solicitada a assistência de investigadores norte-americanos para localizar o dinheiro desviado.

A Forbes informa ainda que o documento obtido não fornece mais detalhes sobre a investigação que está a decorrer, tal como também não revela os nomes das vítimas.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.