Gronelândia não é só um capricho de Trump. EUA querem comprar a ilha há 70 anos

A proposta de Donald Trump para comprar a Gronelândia terá parecido apenas mais uma ideia megalómana do presidente dos EUA, mas não é a primeira vez que o país tenta ficar com a ilha que integra o território da Dinamarca.

Em 1946, o então presidente dos EUA, Harry Truman, ofereceu à Dinamarca a generosa quantia de 100 milhões de dólares em ouro para comprar a Gronelândia. A proposta foi recusada, mas não evitou que os dois países viessem a assinar, em 1951, um tratado que permitiu aos norte-americanos construírem na ilha a base área de Thule, a menos de 1.600 quilómetros do Pólo Norte.

Esta base aérea é a única instalação localizada a norte do círculo polar árctico e é um ponto estratégico militar fundamental para os EUA, especialmente no caso de estalar um conflito naquela zona.

Em Thule, a Defesa dos EUA tem destacado um grupo de oficiais e especialistas da Força Aérea que faz vigilância espacial e anti-mísseis. O seu trabalho é fundamental para detectar mísseis balísticos intercontinentais e satélites em órbita terrestre.

Estes dados ajudam a reforçar a importância estratégica da Gronelândia e a explicar porque é que Donald Trump manifestou interesse em comprar a ilha. A Dinamarca já disse que o território autónomo não está à venda.

Mas Trump terá, porventura, pensado que poderia fazer um negócio semelhante ao que foi feito relativamente às Ilhas Virgens Americanas que foram vendidas pela Dinamarca aos EUA, em 1916, por 25 milhões de dólares.

Cobiçada por EUA, Rússia e China

“A Gronelândia é um foco importante das defesas dos EUA”, como explica à BBC o especialista em assuntos diplomáticos Jonathan Marcus, frisando a relevância da base aérea norte-americana em Thule.

“A zona é importante estrategicamente e conforme avança o degelo e as rotas marítimas se abrem, torna-se até crucial para os países que estão fisicamente próximo”, atesta Marcus. Além dos EUA, também a Rússia e a China estão de olho na ilha.

A pretensão de Trump é reforçar a presença dos EUA no Árctico em resposta à crescente presença russa na zona. Adquirir preponderância na Gronelândia “tornaria mais difícil à Rússia selar o controlo da Rota do Mar do Norte e aliar-se com a China para a monopolizar”, frisa o colunista da Bloomberg Leonid Bershidsky citado pela BBC. Estamos a falar de uma rota que passa por águas territoriais russas e cuja navegação requer autorização da Rússia.

Já durante a II Guerra Mundial a Gronelândia foi um ponto chave para evitar um potencial ataque soviético aos EUA.

Subsolo rico em urânio, ouro e petróleo

Para lá da localização estratégica, a Gronelândia é cobiçada também pelas riquezas que guarda no subsolo.

A ilha está maioritariamente (85%) coberta por gelo e é o território menos povoado do planeta, com 2.166 milhões de metros quadrados e apenas 57 mil habitantes. Mas é rica em minerais preciosos como ouro, rubi e urânio, tendo também reservas de petróleo e de gás natural.

E as alterações climáticas e o degelo estão a facilitar o acesso aos grandes recursos naturais do território. As autoridades locais já anunciaram planos para a prospecção de petróleo, estimando-se que o Árctico terá 13% das reservas que estão por descobrir.

Em 2013, foi levantada na Gronelândia a proibição da extracção de materiais radioactivos como o urânio. Também há outras matérias-primas que podem ser exploradas para uso na produção de tecnologia e de energia, designadamente veículos eléctricos, telemóveis e turbinas eólicas.

A China terá, actualmente, o monopólio da comercialização deste tipo de elementos químicos, exportando-os depois para a Europa e para os EUA. Um grande investimento chinês já viu aprovada a construção de uma mina de urânio na ilha.

Os chineses têm aumentado gradualmente a sua influência económica na ilha, onde contam com a simpatia da população local maioritariamente constituída por elementos da etnia indígena esquimó inuit.

SV, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Uma coisa será os E U A pretenderem a aquisição há muitos anos, outra a birra do seu “presidente” em não se deslocar à Dinamarca.

RESPONDER

Estados Unidos filtram imigrantes que possam ser um "fardo" para o país

Os imigrantes que optem por residir permanentemente nos EUA, mas que o Governo considere que são um encargo para as finanças públicas, podem ver negado o seu visto, de acordo com uma lei que entra …

"A solução única é apoiar a minha candidatura". CDS e Chega reúnem-se para falar sobre as presidenciais

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, vai reunir-se na quinta-feira com o deputado e líder do Chega, André Ventura, na Assembleia da República. A reunião "de cortesia" foi pedida pelo CDS, para "apresentação de …

Gordura à volta dos vasos sanguíneos pode ajudar a mantê-los saudáveis

A gordura encontrada à volta das artérias pode ajudar a manter os vasos sanguíneos saudáveis, ajudando a reduzir a tensão deles quando esticam. A gordura à volta das artérias, conhecida como tecido adiposo perivascular, pode …

Sporting disposto a pagar 5 milhões ao Sp. Braga por Rúben Amorim

O Sporting estará decidido a "roubar" o treinador Rúben Amorim ao Sporting de Braga. E para isso poderá pagar cinco milhões de euros, incluindo jogadores nas negociações, segundo a CMTV. O percurso vitorioso do Sp. Braga …

Rui Pinto apresenta queixa contra Portugal na União Europeia

A defesa de Rui Pinto, criador do Football Leaks, anunciou esta segunda-feira que vai apresentar uma queixa contra Portugal na União Europeia, alegando que as regras europeias de extradição do seu constituinte não foram respeitadas. “Houve …

Português infetado com coronavírus no Japão já foi transferido para o hospital

O português infetado com o coronavírus Covid-19 num navio de cruzeiros no Japão foi esta terça-feira transferido para um hospital na cidade de Okazaki. A mulher de Adriano Maranhão afirmou à agência Lusa que tinha acabado …

Cientistas descobrem novo estado eletrónico da matéria

Uma equipa de cientistas norte-americanos observou um novo estado da matéria, que mostra que os eletrões podem unir-se de maneira semelhante à forma como os quarks se combinam para formar neutrões e protões. Normalmente, os eletrões …

"Célula de combustível reversa" converte resíduos de carbono em produtos valiosos

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Toronto, no Canadá, anunciou o desenvolvimento de um eletrolisador capaz de produzir produtos químicos valiosos a partir de CO2 e eletricidade limpa com uma velocidade 10 vezes superior …

Descobertas da missão Juno alimentam mistério da água em Júpiter

A missão Juno da NASA forneceu os seus primeiros resultados científicos sobre a quantidade de água na atmosfera de Júpiter. Publicados recentemente na revista científica especializada Nature Astronomy, os resultados da Juno estimam que, no …

Os humanos podem descender de marcianos antigos, diz Bill Nye

Bill Nye defendeu recentemente que é importante continuar a financiar a agência espacial norte-americana, especialmente se as missões levadas a cabo pela NASA no futuro ajudarem a responder a uma questão há anos tira o …