Greve de tripulantes da Ryanair ganha escala europeia

O último dia de greve na Ryanair, marcada para esta quarta-feira, vai contar com a presença de dirigentes sindicais de outros países – aquilo que poderá ser o primeiro passo para a realização de uma greve a nível europeu.

Segundo o Diário de Notícias, o sindicato português terá o apoio de dirigentes dos sindicatos de tripulantes de cabina de Espanha, Alemanha e Inglaterra no protesto marcado para esta quarta-feira para contestar a política laboral da Ryanair.

Os sindicalistas vão estar divididos pelos aeroportos de Lisboa, Porto e Faro, três das quatro bases nacionais em que opera a companhia aérea irlandesa, e será o “primeiro passo” para a eventual realização de uma greve a nível europeu.

“Será o primeiro passo para dar início a uma greve a nível europeu“, afirmou ao jornal Bruno Fialho, da direção do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC). O responsável explica que as “situações vividas pelos tripulantes são semelhantes em toda a Europa” com relatos de “desrespeito pela legislação laboral” e “relatos assustadores” de represálias cometidas contra os trabalhadores.

“Não são questões financeiras que estão na base desta greve. É o desrespeito das regras laborais, a Ryanair aplica sanções a quem fica doente, não aceita as regras da parentalidade dos países. Tem de cumprir as normas obrigatórias para estar no país”, realça ao diário o dirigente do sindicato português.

De acordo com o DN, os sindicatos envolvidos na negociação são, além de Portugal, França, Alemanha, Espanha, Itália, Bélgica e Holanda. “Há um alto fator de possibilidade de o movimento se alargar a outros países no caso de a Ryanair exercer represálias contra os trabalhadores de outras bases que se recusaram a substituir os portugueses”, disse Antonio Escobar, do Sindicato Independente de Tripulantes de Cabina de Passageiros de Linhas Aéreas de Espanha.

Amanhã será o último dia do protesto em território nacional. Já foram cumpridos dois dias de greve intercalados, na passada quinta-feira e no domingo, o que levou ao cancelamento de mais de 40 voos. No entanto, a transportadora aérea conseguiu realizar sete voos com tripulação estrangeira recrutada de forma ilegal, acusa o SNPVAC.

Agora, os tripulantes de outros países já estão a “recusar fazer estes serviços na greve dos portugueses apesar da pressão e da chantagem da empresa”, refere Bruno Fialho.

A Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) já avançou com uma ação inspetiva para averiguar irregularidades relacionadas com o direito à greve dos tripulantes. Na Assembleia da República, já deu entrada um requerimento do Bloco de Esquerda para que sejam realizadas “audições, com carácter de urgência, dos representantes do conselho de administração da Ryanair em Portugal, dos representantes do SNPVAC e dos responsáveis da ACT, da ANA e da ANAC”. O PCP também já pediu explicações ao Governo.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Na Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, ao leme do comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. …

Governo aperta regras. Passageiros do Brasil ou Reino Unido têm de ter teste negativo e cumprir isolamento

Os passageiros provenientes do Brasil e do Reino Unido vão ser obrigados a apresentar um teste negativo e a cumprir 14 dias de isolamento profilático. A partir deste domingo, os passageiros provenientes do Brasil e do …

O primeiro hotel espacial mudou de nome (e deverá abrir em 2027)

Fechado em casa a sonhar com a próxima viagem? Esqueça as praias paradisíacas ou as grandes metrópoles. As férias do futuro podem vir a ser no Espaço. Tudo começou em 2019, quando a empresa californiana Gateway …

Testes rápidos esgotam na Alemanha no primeiro dia em que são postos à venda

O processo de vacinação na Alemanha continua lento. O Governo está a contar com a realização em massa de testes rápidos de antigénio para iniciar um plano de desconfinamento progressivo. As principais cadeias de supermercados …

Rio avisou autarcas que podem ser postos "para o lado" se se portarem "menos bem"

O líder do PSD diz não entender o mal-estar de alguns autarcas com o anúncio dos candidatos às eleições locais. Este sábado, no discurso de encerramento da 5.ª Academia de Formação Política para Mulheres do …

Movimento “Black Lives Matter” fez diminuir mortes causadas por polícias

Desde que os protestos de Black Lives Matter começaram a ganhar destaque, após a morte de Michael Brown em 2014, no Missouri, o movimento espalhou-se por centenas de cidades em todos os estados dos EUA …