Greve deve causar perturbações na circulação de comboios a partir das 12h00

A CP prevê supressões e atrasos na circulação de comboios entre esta terça-feira e quarta-feira, em todos os serviços, à exceção dos urbanos do Porto, devido à greve de 24 horas convocada por várias organizações sindicais que arranca às 12h00.

Ainda que o Tribunal Arbitral do Conselho Económico e Social tenha decretado a realização de serviços mínimos, a CP prevê “sérios impactos na mobilidade dos cidadãos utilizadores dos serviços” devido à greve que começa às 12h00 desta terça-feira e termina às 12h00 de quarta-feira.

O Sindicato Ferroviário da Revisão e Comercial Itinerante (SFRCI), um dos sete que subscreveram o pré-aviso de greve, lamentou as definições dos serviços mínimos da greve, antecipando que “vai haver bastante circulação, mas não vai haver cobrança”.

A paralisação, que já é a segunda este mês, está relacionada com “questão do agente único”, e, desta vez, abrange os trabalhadores com local de trabalho entre Coimbra e Vila Real de Santo António. O mesmo modelo será utilizado para a greve de 23 e 24 de junho, entretanto anunciada, mas para os trabalhadores a Norte de Coimbra.

Luís Bravo, presidente do SFRCI, estima que “grande parte” das viagens de comboios de longo curso ficava garantida com revisores sedeados no Porto, mas “em complemento foi ainda atribuído mais 25% de comboios abrangidos, o que dá quase 75% de comboios de longo curso”.

A previsão do sindicalista é de adesão total dos trabalhadores que não cumpram os serviços mínimos e que as “bilheteiras vão estar completamente fechadas“. “No fundo vai haver comboios, mas não vai haver cobrança”, resumiu à Lusa.

“Em termos de circulação vai haver bastante, uma vez que o tribunal arbitral decretou serviços máximos na sua decisão, que é incompreensível e que faz lembrar os tempos anteriores ao 25 de Abril de 1974, em que não se podia fazer greve, porque como foram distribuídos os serviços mínimos, equivale praticamente a que os trabalhadores sejam impedidos de fazer greve“, argumentou.

A arbitragem obrigatória do Conselho Económico e Social decretou, esta sexta-feira, que “serão realizados 25% do total dos comboios habitualmente programados para os períodos de greve, tomando em consideração que no dia 13 de junho, nas linhas e Sintra, Azambuja e Cascais a programação corresponde a dia feriado”.

Cabe à CP escolher os comboios, devendo dar prioridade “às situações com maior impacto na mobilidade das pessoas, designadamente os comboios que habitualmente transportam o maior número de passageiros”.

Para explicar os motivos da greve, Luís Bravo lembrou que os trabalhadores têm uma ata do Governo de dezembro a incluir dois agentes no regulamento: “O Governo não cumpriu o acordo e o senhor secretário de Estado se, aquilo que subscreve não vale nada, acho que devia considerar pôr o seu lugar à disposição”.

No dia 4, no âmbito de uma outra paralisação, Carlos Gomes Nogueira, presidente da CP, garantiu que os comboios vão continuar a operar com dois agentes, tal como tem vindo a ser “regra” na empresa.

“Desde há 20 anos que a regulamentação permite a circulação de comboios em regime de agente único, sendo que, no caso da CP, nunca se prescindiu de dois agentes na tripulação. A tripulação composta por dois agentes é regra na CP”, disse.

Já na segunda-feira, o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, lamentou “os impactos” de uma “greve repetida” na CP, mas apontou que o Governo não vai ceder às reivindicações dos trabalhadores.

“A greve é um direito completamente legítimo dos trabalhadores, contudo o que está aqui em causa é a alteração de um regulamento que o Governo não alterou e não está a pensar alterar”, disse Pedro Marques.

De fora desta ação de protesto está o Sindicato dos Maquinistas, que na segunda-feira disse, em comunicado, que “não se encontra em conflito laboral em qualquer empresa do setor ferroviário, designadamente na CP, onde decorrem negociações da contratação coletiva com calendário previsto até outubro 2018”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Aveiro. Há 170 casos de violência doméstica parados por falta de magistrados

Uma procuradora com 170 casos de violência doméstica em mãos entrou de baixa e o Ministério Público de Aveiro não tinha magistrados para a substituir. Segundo o Jornal de Notícias, mais de 170 inquéritos sobre violência …

Este pôr-do-sol arroxeado foi causado por uma erupção do outro lado do mundo

A erupção do vulcão Raikoke, em junho, fez com que o nascer e o pôr-do-sol no outro lado do mundo, mais concretamente nos Estados Unidos, ficassem anormalmente roxos. Quando o outrora adormecido vulcão Raikoke, nas Ilhas …

Catarina Martins pede "voto útil" dos socialistas que não querem maioria absoluta

Catarina Martins defende que nas eleições legislativas o voto útil dos socialistas que não querem maioria absoluta é no Bloco de Esquerda, considerando que o crescimento do partido que lidera "pode ser o fator decisivo" …

Mudança do Infarmed para o Porto. Costa prometeu, mas não cumpriu

O primeiro-ministro prometeu, mas a Comissão Independente para a Descentralização não recebeu nenhum pedido do Governo para estudar deslocalização do Infarmed para o Porto. A decisão polémica de mudar a localização da Autoridade do Medicamento para …

Podem chover pedras no "lado noturno" dos exoplanetas de Júpiter

De acordo com um "relatório meteorológico astronómico", os lados escuros dos exoplanetas de Júpiter podem ter um clima bastante rochoso. As nuvens espessas de minerais vaporizados podem estar a chover pedras. Uma equipa de astrónomos da …

Boris compara Reino Unido a super-herói. "Quanto mais enfurecem o Hulk, mais forte ele fica"

O primeiro-ministro britânico comparou o Reino Unido ao super-herói da Marvel, que nunca se deixa prender, deixando subentendido o aviso de que pode ignorar a decisão do Parlamento que quer impedir uma saída sem …

Dente de rinoceronte deu aos cientistas a mais antiga informação genética já registada

Cientistas conseguiram extrair de um dente com 1,7 milhões de anos (de um rinoceronte já extinto) aquela que é a informação genética mais antiga alguma vez registada. Entre o período de há 2,5 milhões e 700 mil …

SNS "é âncora para os portugueses e sabe resistir às pressões"

A ministra da Saúde elogiou o Sistema Nacional de Saúde no dia em este cumpre 40 anos. A data só não está a ser assinalada com mais vigor devido à proximidade das eleições, explicou …

Um terço dos diplomados no curso de Aeroespacial vai trabalhar para o estrangeiro

A nota mínima de entrada no curso de Engenharia Aeroespacial do Técnico bateu um novo recorde. As oportunidades e os salários levam os diplomados para o estrangeiro. O único curso de Engenharia Aeroespacial no ensino superior …

Morreu o cantor Roberto Leal

Morreu o cantor Roberto Leal, confirmou o antigo secretário de Estado das Comunidades e da Administração Local. Tinha 67 anos e lutava contra um cancro. A notícia foi avançada pelo antigo secretário de Estado das Comunidades …