Grécia quer sanções para Estados-membros da UE que recusam aceitar refugiados

O Governo grego defendeu que a União Europeia deve impor sanções aos Estados-membros que se recusam a aceitar refugiados.

Esta sexta-feira, o Governo grego defendeu que a União Europeia (UE) deve impor sanções aos Estados-membros que se recusam a aceitar refugiados, por ocasião de uma visita de representantes europeus à Atenas para discutir matérias migratórias.

“Vou dizer isso de forma muito clara: Vou levantar a questão de sanções específicas para os países europeus que se recusam a participar numa distribuição justa de refugiados a nível europeu”, declarou o primeiro-ministro grego, o conservador Kyriakos Mitsotakis, no dia em que são esperados na capital grega o ministro do Interior alemão, Horst Seehofer, e o comissário europeu para as Migrações em funções, Dimitris Avrampoulos.

Após uma passagem por Ancara, os representantes europeus deslocam-se a Atenas para discutir o aumento das chegadas de migrantes provenientes da Turquia às ilhas gregas do mar Egeu registado nos últimos meses.

Os números mais recentes da Organização Internacional das Migrações (OIM), divulgados esta sexta-feira, apontam para 39.155 chegadas no território grego desde janeiro último, contra as 23.560 chegadas registadas no mesmo período em 2018.

Pela primeira vez desde 2016, ano em que foi assinado o acordo UE-Ancara para travar um fluxo migratório em massa para a Europa (em particular entre as costas turcas e as ilhas gregas), a Grécia tornou-se, este ano, a principal porta de entrada de migrantes e de refugiados para o território europeu.

Kyriakos Mitsotakis fez saber, no entanto, que quer abordar outros assuntos, nomeadamente a oposição de alguns países da Europa central e de leste (como a Hungria, Polónia e a República Checa) ao sistema de quotas obrigatórias para a recolocação de refugiados pelos Estados-membros da UE.

Para Atenas, a posição destes parceiros comunitários sobrecarrega injustamente os Estados-membros que estão na linha da frente dos fluxos migratórios como Grécia, Espanha ou Itália. “É um ato de hipocrisia”, defendeu o primeiro-ministro grego.

Não podem aproveitar os benefícios (da livre circulação e do comércio livre) e não aceitar 1.000 ou 2.000 refugiados como parte de uma medida de gestão da UE de uma questão”, concluiu Kyriakos Mitsotakis.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O RRS David Attenborough, navio virgem dos reinos polares, já saiu do estaleiro

O navio RRS Sir David Attenborough saiu finalmente do seu estaleiro. O já lendário navio vai agora ser sujeito a alguns testes antes de ser oficialmente entregue ao serviço, em novembro deste ano. A construção do …

Vulcões ativos produzem 30 a 50% da atmosfera de Io

Novas imagens rádio obtidas pelo ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array) mostram, pela primeira vez, o efeito direto da atividade vulcânica na atmosfera da lua de Júpiter, Io. Io é a lua mais vulcanicamente ativa do nosso …

Descobertas pegadas fossilizadas com mais de 10 mil anos. São a trilha pré-histórica de uma mãe com um bebé ao colo

Uma equipa de investigadores internacional descobriu o trilho pré-histórico mais comprido do mundo no Novo México, nos Estados Unidos. O novo estudo conta a historia de uma mulher que carregou um bebé nos braços durante …

Pure Skies. Empresa desenha cabines dos aviões do pós-pandemia

Desde o início da pandemia, os especialistas têm testado diferentes maneiras de alcançar o distanciamento social em aviões, embora com pouco sucesso. Agora, há uma empresa que está a levar esta ideia até ao próximo …

OE2021. Bloco de Esquerda vota contra na generalidade

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, anunciou a coordenadora do partido, Catarina Martins. Em declarações aos jornalistas, a bloquista confirmou este domingo que o …

PS ganha eleições nos Açores sem garantia de maioria absoluta

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo entre 37% e 41%, o que não garante a maioria absoluta, segundo a projeção à boca das urnas realizada este domingo pela Universidade Católica …

Extinção da fauna em Madagáscar pode dever-se à presença humana (e a mudanças climáticas)

Grande parte da fauna de Madagáscar e das ilhas Mascarenhas foi eliminada durante o último milénio. Neste sentido, uma equipa de cientistas analisou um registo do clima nos últimos 8000 anos nas ilhas. O resultado …

PAN vai abster-se na generalidade. OE mais próximo da aprovação

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) vai abster-se na votação na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na próxima quarta-feira, anunciou a líder parlamentar do partido, Inês Sousa Real. Com a abstenção dos três …

O passado tóxico fica para trás. Asbestos, a cidade "amianto", mudou de nome

A cidade canadiana Asbestos (que significa amianto) ganhou um novo nome, quase 11 meses após o anúncio da votação. Wuase metade dos cerca de 6 mil residentes da cidade canadiana marcaram presença numa votação organizada num …

Menino de 12 anos encontra fóssil de dinossauro com 69 milhões de anos

Nathan Hrushkin, aspirante a paleontólogo de 12 anos, encontrou o fóssil de um dinossauro enquanto passeava com o pai em Alberta, no Canadá. Depois de enviarem uma fotografia ao Museu Royal Tyrrell, ficaram a saber …