Graça Freitas de regresso após três semanas de isolamento (e deixa um último apelo antes do Natal)

Tiago Petinga / Lusa

A Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas

Graça Freitas, diretora-geral da Saúde, está de volta ao trabalho e às conferências de imprensa, depois de 20 dias em isolamento. Esta terça-feira, deixou um último apelo para o Natal e disse que vai aguardar pela sua vez para tomar a vacina.

No seu regresso, Graça Freitas aproveitou para deixar um último apelo aos portugueses antes do Natal: o apelo foi para que estejam juntas “o mínimo de pessoas” possível e que se cumpram as regras de higienização e distanciamento.

Afetos devem ser transmitidos, mantendo a distância física“, referiu a diretora-geral da Saúde. “Nesta época festiva, que o convívio seja entre co-habitantes ou núcleos familiares diferentes terá grande relevo”, sublinhou, citada pelo Público.

Apesar do aviso, Graça Freitas recusou definir um número máximo de pessoas. “O Governo não deu indicação do número de pessoas [que se podem juntar], mas o que damos é a indicação que, independentemente desse número, deve ser restrito ao núcleo mais chegado de amizade ou família”.

As regras devem ser mantidas: “sala arejada, superfícies limpas, distância física, manter a máscara colocada quando não estiverem a comer ou beber, higienizar frequentemente as mãos e não devem partilhar objetos”, elencou.

Em relação ao seu contágio, Graça Freitas disse ter sido uma “privilegiada, por tido conhecimento a tempo” da possibilidade de estar infetada. Assim que soube, isolou-se e impediu a transmissão da doença. “Felizmente, não transmiti a doença a ninguém“. A responsável teve apenas sintomas ligeiros, “prostração ligeira e tosse”.

Na mesma conferência de imprensa, a responsável disse ainda que irá esperar tranquilamente pela sua vez para tomar a vacina contra a covid-19. De qualquer forma, quando chegar a sua vez, terá “todo o gosto em ser vacinada”, mas não para já, uma vez que não faz parte dos profissionais de saúde que serão vacinados na primeira fase, nem está em nenhum dos grupos de risco.

Quanto ao facto de apenas 50% a 60% dos portugueses quererem ser vacinados mal seja possível, Graça Freitas lembrou que “é uma situação que se coloca a nível mundial e que os países têm de ir estudando, monitorizando a perceção que as pessoas têm do valor da vacina”.

“À medida que as vacinas vão sendo dadas e que as pessoas percebem a sua segurança e eficácia, o número [dos que querem tomá-las] tende a subir. E Portugal é um dos países que tem, desde sempre, uma elevadíssima confiança na vacinação“, frisou.

A diretora-geral da Saúde apelou à confiança na vacina. “Temos de aproveitar esta oportunidade de controlar o vírus e melhorar as nossas vidas. É com essa esperança que vos desejo a todos um Natal feliz e com saúde.”

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Testes rápidos registaram maior número de sempre. APED defende venda nos super e hipermercados

O recurso a testes rápidos de antigénio à covid-19 está a aumentar em Portugal, tendo atingido o maior número a 7 de abril, com mais de 34 mil realizados nesse dia, segundo dados do Instituto …

Francisco Rodrigues dos Santos admite que tem sido "difícil" juntar o CDS (mas "não por falta de iniciativa")

Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS-PP, afirmou, numa entrevista ao Jornal de Notícias e TSF que tem sido "difícil" conquistar a coesão do partido. Em entrevista ao Jornal de Notícias e à TSF, o líder …

Isabel dos Santos usou equipa de espiões para provar "conspiração" e "vingança" de João Lourenço

A empresária Isabel dos Santos contratou uma firma de antigos agentes secretos israelitas para provar que foi vítima de um ataque orquestrado pelo governo de João Lourenço. Isabel dos Santos criou uma equipa de espiões para …

"Perdemos o avô da nação". Morte do príncipe Filipe deixou "um grande vazio" na vida de Isabel II

A morte do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, na sexta-feira, aos 99 anos, deixou a Rainha Isabel II, sua esposa, com "um grande vazio na sua vida", disse este domingo aos jornalistas o seu filho …

Mapa online interativo ajudou indígenas do Panamá a fazer frente à pandemia

Quando a covid-19 chegou ao Panamá no ano passado, o cartógrafo Carlos Doviaza temeu pelas pessoas indígenas da sua comunidade. Por isso, para as ajudar, dedicou-se a fazer aquilo que faz melhor: mapas. "Pensei: 'Porque não …

"A política ama traição, mas despreza o traidor". Sócrates acusa PS de "ataque injusto" (e diz-se alvo de "vingança" da direita)

"A política ama a traição, mas despreza o traidor". No livro "Só Agora Começou", que será publicado nos próximos dias, José Sócrates acusa a atual direção do PS de traição. De acordo com o Diário de …

Portugal regista mais 566 casos e seis óbitos por covid-19

Portugal registou, este domingo, mais seis mortes e 566 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

PS quer que Cavaco Silva diga "quando é que soube do buraco do BES"

O PS quer que o antigo Presidente da República Cavaco Silva esclareça "quando é que soube do buraco do BES" e porque é que "não agiu atempadamente" para evitar o aumento de capital, que gerou …

Perdoar o passado, celebrar o renascimento e cumprir tradições. A primavera traz o Nowruz, o ano novo persa

Assim que as flores começam a desabrochar e os dias ficam mais longos, fica claro que o Nowruz está prestes a chegar. A celebração do ano novo iraniano é secular, com raízes que remontam a …

“Mostrámos que sabemos governar”. Bloco apresenta candidata a Lisboa (e abre a porta a acordo com PS)

O Bloco de Esquerda apresentou a candidatura de Beatriz Gomes Dias à Câmara Municipal de Lisboa, pediu “mais força” para determinar a governação da cidade e abriu a porta a novos entendimentos com o PS …