Mistério do GPS. Navios “teletransportam-se” entre continentes e movem-se em círculos

SkyTruth / RNT Foundation

Há um estranho fenómeno a acontecer com os navios em redor do mundo. As embarcações andam às voltas, “teletransportam-se” entre continentes e a sua localização de GPS é falsa. Por vezes, estão misteriosamente a milhares de quilómetros de distância. 

Na madrugada de dia 31 de maio, oficiais a bordo do navio petroleiro Willowy foram chamados para saber que o seu navio e quatro outros estavam a navegar misteriosamente em círculos, incapazes de dirigir e a caminho de convergir. Imediatamente, pensou-se que fortes correntes estavam a empurrar os navios. Porém, não havia tais correntes onde os navios navegavam no sul do Oceano Atlântico, a oeste da Cidade do Cabo, na África do Sul.

De acordo com o NewScientist, navios que parecem navegar em círculos tornaram-se um fenómeno cada vez mais comum e misterioso perto de vários portos na costa da China, especialmente perto de terminais de petróleo e instalações do Governo.

Em todos os casos, ficou claro que a localização real era razoavelmente próxima dos locais onde pareciam andar às voltas. No entanto, nas observações mais recentes, os locais reais dos navios estavam a milhares de quilómetros de distância – literalmente, do outro lado do globo, na maioria dos casos.

Investigadores que monitorizam esses círculos bizarros perto da costa chinesa acreditam que provavelmente são o resultado de uma manipulação sistemática de GPS projetada para minar um sistema de rastreamento que todos os navios comerciais devem usar de acordo com a lei internacional.

Conhecida como AIS (sistema de identificação automatizada), a tecnologia transmite identificadores exclusivos de cada embarcação – juntamente com a localização, o curso e a velocidade do GPS da embarcação a outros navios nas proximidades.

Estas descobertas foram reveladas na reunião anual da Resilient Navigation and Timing Foundation em 5 de maio. O investigador, Bjorn Bergman, da SkyTruth, disse que conseguiu verificar a localização verdadeira aproximada das embarcações ao examinar o campo de visão do satélite que recebe os relatórios de posição do AIS. Por exemplo, um satélite que só conseguia ver o Golfo da Guiné na África Ocidental recebeu informações do AIS que colocavam a embarcação no mar de Pt Reyes, no norte da Califórnia.

Questionado sobre se isto era resultado de falsificação, Bergman disse que não tinha a certeza. Incidentes anteriores de “circulação de embarcações” na China foram causados por alguma forma de interferência no GPS. Os relatórios de rastreadores de fitness com base em GPS foram afetados de forma semelhante na mesma área e ao mesmo tempo. Atualmente, não há dados semelhantes para estes eventos marítimos.

A análise também é dificultada pelo baixo número de embarcações envolvidas – apenas 12. Os navios afetados são de tipos e operações muito diferentes. Barcos-piloto, barcos de trabalho, rebocadores, cargas e embarcações de passageiros estiveram envolvidos no fenómeno. Esses navios foram localizados em todas as regiões do mundo, exceto na América do Norte.

A duração dessas interrupções também variou bastante. O mais curto registado foi um navio frigorífico – menos de meia hora. Já um barco de tripulação esteve “deslocado” durante mais de 16 dias.

A maioria dos navios relatou posições circulantes na costa do norte da Califórnia, embora dois tenham sido deslocados para Madrid, um para a vizinhança de Hong Kong e outro para a cidade chinesa de Shanwei. O navio afetado durante mais tempo relatou pela primeira vez uma posição falsa no mar do norte da Califórnia. Nos dias seguintes, o local falso flutuou quase mil milhas para o leste, movendo-se para o interior, até Utah.

Bergman admite abertamente que não sabe explicar este fenómeno. Parece estar relacionado com o GPS e com o tipo de “falsificação de círculo” anteriormente observado na China e no Irão. No entanto, a falta de semelhanças entre os navios e os incidentes dificulta deduções.

Por enquanto, o fenómeno dos navios que navegam às voltas e que se teletransportam entre continentes continua a ser um verdadeiro mistério.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. No mínimo é operação chinesa para desacreditar manipular o GPS de todos de todo dia. Interferindo e “brincando” de guerra.

  2. É simples. Hoje em dia tudo o que é alta tecnologia militar funciona com GPS tais como aviões, barcos, submarinos, misseis, bombas guiadas por GPS, etc.
    Quem controlar o GPS é meio caminho andado para garantir uma futura guerra.

RESPONDER

Infetados, mortes e internamentos. Portugal bate recordes diários de covid-19

Portugal bateu o recorde diário de infeções, mortes e internamentos de doentes com covid-19. Registam-se mais 4.656 casos positivos, 40 óbitos e 1.834 pacientes internados. Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 4.656 casos positivos e …

CSD tem a "chave" da geringonça açoriana (mas ainda não sabe de que lado vai ficar)

Os Presidentes do PSD e do PS já se reuniram com o líder regional do CDS, Artur Lima. O dilema é entre suportar um executivo PS ou integrar uma coligação à direita. A decisão dos …

Professores "desenrolam" queixas em frente do parlamento (e pedem saída do ministro)

Dirigentes da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) colocaram esta quinta-feira grandes faixas com reivindicações junto da Assembleia da República e criticaram o ministro da Educação, que tem que “ir embora”. “Quem não sabe ter uma atitude …

Iniciativa Liberal quer retirar "carga ideológica" da Constituição

A Iniciativa Liberal vai apresentar um projeto de revisão constitucional com uma primeira parte dedicada a retirar "carga ideológica à Constituição", clarificando, por exemplo, que serviços públicos de saúde e educação podem ser prestados pelo …

Urgência do Hospital Santa Maria está a chegar ao limite

A urgência dedicada aos casos suspeitos de covid-19 do Hospital Santa Maria, em Lisboa, reflete a evolução da pandemia em Portugal com doentes a avolumarem-se à porta para realizar o teste e no interior a …

Novo Banco. BCP garante que não faz "favores a ninguém" ao emprestar dinheiro ao Fundo de Resolução

O presidente executivo do BCP, Miguel Maya, disse ontem que o banco não faz "favores a ninguém" ao entrar no empréstimo de 275 milhões de euros da banca ao Fundo de Resolução, que posteriormente financiará …

Máfia italiana "lavou" milhões de euros ganhos com fundos europeus na Madeira

Uma das mais violentas máfias de Itália, a Società Foggiana, utilizou a Madeira para branquear mais de 16 milhões de euros obtidos com um esquema de burla à União Europeia (UE). Em causa estão fundos comunitários …

Ajudas de custo para professores deslocados ficaram na gaveta (e não estão previstas no OE2021)

O Orçamento de Estado para 2020 (OE2020) previa um programa de ajudas de custo para professores deslocados como incentivo à fixação. No entanto, a medida não avançou. O Jornal de Notícias avança esta sexta-feira que a …

Biden ainda à frente, mas nada está perdido para Trump. A luta pelos "swing states" continua

O dia em que os norte-americanos vão saber quem é o próximo presidente dos EUA está muito próximo. Entres sondagens, parece fácil levantar a ponta do véu. No entanto, é importante não esquecer que não …

Nani entre os candidatos a melhor jogador da época na MLS

O internacional português, capitão dos Orlando City, está entre os 46 jogadores nomeados para o prémio de melhor da época na liga norte-americana de futebol (MLS), anunciou, esta quinta-feira, o organismo. A eleição decorre até 9 …