Governo prevê um aumento de 3,1% para a função pública em 2019

Miguel A. Lopes / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O governo conta gastar mais de 647 milhões de euros em salários da função pública. De acordo com o Ministério das Finanças, este valor corresponde, em média, a um “aumento salarial de 3,1%” para os trabalhadores da administração pública em 2019.

Esta é a primeira resposta do executivo de António Costa aos sindicatos da função pública, que reivindicam aumentos salariais. Fonte da tutela de Mário Centeno, questionado pelo Jornal de Negócios, esclareceu que estes 647 milhões de euros é um valor bruto, o que significa que ignora o acréscimo de receita no IRS ou na TSU.

“Este valor significa que, em média, os atuais trabalhadores da administração pública terão um aumento ao longo de 2019 de mais 3,1% face a 2018”, aponta o Ministério das Finanças. Pela mesma lógica, nota o diário, a variação registada este ano foi 2,5%.

A resposta do governo não foi bem recebida pelas organizações sindicais, que  defendem que o aumento de gastos no Orçamento de Estado não se irá refletir nos salários dos trabalhadores, à semelhança do que aconteceu nos últimos anos.

Não abdicamos dos aumentos salariais e não vamos na conversa que se vai gastar 647 milhões no Orçamento para 2019 quando o Governo em 2018 deu 728 milhões para a banca”, disse Ana Avoila, da Frente Comum, ao Negócios.

José Abraão, da Federação de Sindicatos da Administração Pública, por sua vez, classificou o comunicado do Ministério das Finanças como “inaceitável” e disse que este visa “virar trabalhadores contra trabalhadores” e “manipular a opinião pública”.

O Ministério das Finanças recebeu esta quarta-feira os sindicatos da função pública para a primeira ronda de negociações com vista ao próximo Orçamento do Estado.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Iraque condena três franceses a pena de morte por pertencerem ao Estado Islâmico

Três homens de nacionalidade francesa foram este domingo condenados a pena de morte, pelo tribunal de Bagdade, capital do Iraque, por pertenceram ao Estado Islâmico, avança a AFP, que cita o juiz que leu a …

Oposição levou mais gente às ruas do que Bolsonaro

Manifestações a favor do presidente Jair Bolsonaro e da reforma da previdência, o principal objetivo do governo neste ano, moveram milhares de brasileiros em pouco mais de 130 cidades de 26 estados do Brasil. No passado …

Utentes da Soflusa estão “cansados” de constantes supressões

Os utentes da Soflusa mostraram-se esta segunda-feira "cansados" das constantes supressões das ligações fluviais entre o Barreiro e Lisboa, que estão hoje a acontecer durante todo o dia devido à falta de mestres. "Já estou a …

Banco Alimentar recolhe 1.605 toneladas de alimentos no fim de semana

O Banco Alimentar contra a Fome recolheu 1.605 toneladas de alimentos durante o fim de semana da campanha nacional que decorreu em mais de duas mil superfícies comerciais, anunciou a presidente do Banco Alimentar contra …

Sérgio Conceição apontado à Lazio

A imprensa italiana aponta esta segunda-feira o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, à Lazio. O técnico português, recorde-se, passou pelo emblema italiano em duas ocasiões como jogador de futebol. O jornal italiano Il Messaggero adianta …

Filial portuguesa de multinacional alemã envolvida em subornos em Angola

A sucursal portuguesa em Angola da multinacional alemã Fresenius Medical Care, que actua na área médica, esteve envolvida num esquema de pagamento de subornos a médicos e militares angolanos que renderam 124 milhões de euros …

CGD acaba com empresa que criou há quase 20 anos com a PT

Criada há quase 20 anos pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) e pela Portugal Telecom (PT), a Caixanet foi liquidada no início deste ano, bem como a Caixa Tec e a Sogrupo, duas outras empresas …

MB Way. Bancos "fecham" aplicação para cobrar comissões diferenciadas nas transferências

Em pleno arranque do 'open banking', os bancos estão a substituir a aplicação MB Way por soluções próprias que "amarram" os clientes, com o propósito de cobrar comissões diferenciadas nas transferências através do telemóvel. Segundo noticiou …

A abstenção venceu. É a mais alta de sempre

A abstenção foi a grande figura das eleições europeias deste domingo, tendo 68,7% dos portugueses optado por não votar. A abstenção em Portugal voltou a atingir um novo recorde, enquanto que a taxa de participação …

Neurocirurgia do Hospital de São João deixa os contentores ao fim de 12 anos

O novo serviço de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, está a funcionar desde este sábado. Ao fim de 12 anos, os serviços de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, deixaram de …