Novo Governo da Nova Zelândia centrado na recuperação económica

worldeconomicforum / Flickr

Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia

A primeira-ministra da Nova Zelândia anunciou esta segunda-feira a formação do novo Governo, no qual o Partido Verde vai ocupar dois ministérios, centrado na recuperação económica do país, na sequência da pandemia da covid-19.

Jacinda Ardern, que liderou o Partido Trabalhista até conseguir a maioria absoluta nas eleições de 17 de outubro, disse que entre as prioridades destaca-se a resposta sanitária contínua à covid-19, noticiou a agência Lusa.

“Os próximos três anos trazem desafios muito grandes para a Nova Zelândia. O panorama global está a piorar e não seremos imunes ao contínuo impacto da covid-19 em todo o mundo”, disse, em conferência de imprensa, a política, de 40 anos.

Apesar de os trabalhistas terem conquistado 64 dos 120 lugares no Parlamento neozelandês, Ardern estendeu a mão aos Verdes, com dez deputados e aliados tradicionais, para uma aliança no Governo.

A responsável anunciou que o vice-primeiro-ministro vai ser o trabalhista Grant Robertson, que também ocupará o cargo de ministro das Finanças e Infraestruturas, chave para a recuperação económica.

O Governo de Ardern vai destinar cerca de 42 mil milhões de dólares neozelandeses (cerca de 24 mil milhões de euros) ao setor das infraestruturas no âmbito da estratégica para sair da recessão em que se encontra devido ao impacto da covid-19.

New Zealand Tertiary Education Union / Wikimedia

O novo ministro da saúde neo-zelandês, Andrew Little

A primeira-ministra neozelandesa, aplaudida internacionalmente pela gestão rápida e com medidas drásticas de resposta à pandemia no país, mantém as fronteiras internacionais fechadas desde março e confinou o país com apenas 50 casos confirmados da doença.

Durante a segunda vaga, Ardern voltou a impor o confinamento a Auckland, com 1,7 milhões de habitantes ou a cidade mais povoada da nação oceânica, entre outras medidas para travar a doença causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2.

Foi também criado o Ministério de Resposta à Covid-19, encarregado de gerir aspetos como o controlo das fronteiras, rastreios e testes de deteção do vírus para prevenir potenciais surtos. À frente vai estar Chris Hipkins, antigo responsável pela pasta da Saúde.

O trabalhista Andrew Little vai ser o novo ministro da Saúde, e Nanaia Mahuta vai ser a primeira mulher na Nova Zelândia a liderar a diplomacia do país.

Como parte do acordo com o Partido Verde, Marama Davidson vai ser a ministra para a Prevenção da Violência Familiar e Sexual, bem como ministra associada da Habitação para Indigentes, enquanto James Shaw vai dirigir a pasta das Alterações Climáticas e ministro associado do Ambiente para a Biodiversidade.

Apesar da inclusão dos Verdes, a primeira-ministra deixou claro não serem necessários acordos para avançar com propostas do Governo, já que os trabalhistas têm a maioria no parlamento. Esta foi a primeira vez que um partido obteve a maioria absoluta desde a reforma eleitoral de 1996.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …

Governo quer proibir empresas de recorrer ao 'outsourcing' após despedimento coletivo

O Governo quer proibir as empresas que façam despedimentos coletivos de recorrerem ao 'outsourcing' (contratação externa) durante os 12 meses seguintes, disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. No final …

Barcelona: Cruyff afasta-se e perder com o Benfica seria "um drama"

Ronald Koeman até poderá sair mas não será Jordi Cruyff a substituir o seu compatriota. O Barcelona atravessa uma fase perturbada, já há algum tempo, mas o panorama financeiro piorou o cenário fora de campo e …

Casa Branca oferece "telefonema educativo" a Nicki Minaj para acalmar apreensões sobre a vacina

Depois de um tweet de Nicki Minaj se ter tornado viral por associar a vacina contra a covid-19 à impotência, a Casa Branca convidou a rapper para um telefonema com especialistas para esclarecerem as suas …

Baterias de lítio-enxofre melhores e mais baratas? O segredo é uma pitada de açúcar

Uma colher cheia de açúcar pode ser o suficiente para permitir que um veículo elétrico faça uma viagem de Melbourne a Sidney (878 km) com uma única carga. Atualmente, os automóveis elétricos e os telemóveis utilizam …

Parlamento aprova na generalidade mudança do TC para Coimbra. Oito socialistas votaram a favor

A proposta passou com votos contra do Chega e PAN, abstenção do PCP, BE, PEV e maioria da bancada do PS e votos favoráveis do PSD, CDS, IL e de oito deputados socialistas. O resultado já …

Escola da Amadora queria proibir minissaias, decotes e chinelos - mas já voltou atrás

Um Agrupamento na Amadora publicou um código de vestuário que acendeu um debate nas redes sociais devido às regras que controlavam mais as raparigas. Entretanto, a escola já voltou atrás na decisão. Segundo escreve o Jornal …

Governo francês vai dar 100 euros a famílias carenciadas para pagar energia

O Governo francês vai entregar um cheque de 100 euros a 5,8 milhões de famílias de menores recursos para ajudar a pagar a fatura energética. A medida anunciada pelo executivo vai ter um custo de 580 …